A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

17/07/2016 07:15

Inspirado nos quintais americanos, DJ faz o próprio portão de casa com pinus

Paula Maciulevicius
A madeira pinus é, segundo ele, bem simples e das mais econômicas. (Foto: Diego Manciba)A madeira pinus é, segundo ele, bem simples e das mais econômicas. (Foto: Diego Manciba)

Depois que saiu do último emprego fixo, Diego Manciba pegou parte da rescisão e foi comprar material. A ideia era fazer pequenas reformas em casa, a começar pelo portão. Com R$ 220,00 ele ergueu a cerca e o portãozinho de madeira pinus, inspirado nos quintais americanos e tudo isso, sozinho.

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

"É o portão da minha casa, eu já tinha feito algumas caixas de som de madeira e resolvi aplicar isso na marcenaria, até como uma forma de complementar a renda", conta o DJ Diego Manciba, de 34 anos.

Formado em Administração, agora ele também está engajado em ser marceneiro, depois de ver que a experiência do portão de casa deu certo. "Minha referência do visual veio dos quintais americanos, aquelas cerquinhas de madeira, de ponta afiada e todas juntinhas. Foi isso que tentei reproduzir", explica.

Porta discos que Diego também produziu. (Foto: Diego Manciba)Porta discos que Diego também produziu. (Foto: Diego Manciba)

A madeira pinus é, segundo ele, bem simples e das mais econômicas. A primeira coisa a fazer foi o cálculo de metragem para saber a quantidade a ser comprada. A tábua escolhida era de 20cm, que dividida ao meio, totalizou 44 com 1,5m de altura.

"Depois que eu recebi a madeira, fiz as pontas para elas ficarem na medida, bem simétricas e iguais umas às outras. Foi com régua mesmo, medi e fui usando a mesma como gabarito", ensina. O corte foi feito com serra.

Para dar a sustentação, o DJ fez a estrutura de caibro com mãos francesas. "Elas são todas unidas com parafusos. Tanto as tábuas, quanto os caibros", descreve. Por fim, veio o portão de acesso, o antigo, de ferro, continuou e Diego apenas colocou a madeira sobre ele.

O trabalho levou três dias e não parou por aí. Depois disso, Diego já bem banco, deck, cadeira e também um cabideiro de pallet. "Eu estava precisando, nunca tive um e comecei a usar chapéu, tinha uns cinco, seis e não tinha onde colocar", explica o motivo.

Em casa, havia sobras de pallets e também de garfos que não eram mais usados. "Aí resolvi ter essa ideia. Já tinha visto coisa parecida e usei o garfo como gancho", conta. Entortados com a mão mesmo, os talheres foram parafusados com uma distância média de 20 a 30 centímetros entre si.

Tem algo bacana em casa feito por você mesmo? Manda para a gente no Lado B.

Cabideiro para chapéu foi feito de pallet e garfo. (Foto: Diego Manciba)Cabideiro para chapéu foi feito de pallet e garfo. (Foto: Diego Manciba)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.