A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

25/03/2014 06:46

Na rua 7 de Setembro, apartamento de 72 m² ganhou “quarto camuflado”

Elverson Cardozo
Aberto, ambiente faz parte da sala, como um painel decorativo. (Foto: Gilson Barbosa)Aberto, ambiente faz parte da sala, como um painel decorativo. (Foto: Gilson Barbosa)
Fechado, vira um quarto pequeno. (Foto: Gilson Barbosa)Fechado, vira um quarto pequeno. (Foto: Gilson Barbosa)

Com cerca de R$ 60 mil, os proprietários de um apartamento conseguiram dar uma nova cara ao imóvel da rua 7 de Setembro, no Jardim dos Estados. Com o investimento, o lugar ganhou mais um ambiente “camuflado”, um quarto para hóspedes no meio da sala.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

O projeto foi elaborado pelo escritório MJ, sob a responsabilidade das arquitetas e urbanistas Jaqueline Menin e Mariana Paro. Elas não mexeram na estrutura do imóvel, mas redesenharam todo o interior e investiram na decoração que, no final, fez toda diferença.

Os clientes, que amam receber visitas, queriam que o apartamento, de aproximadamente 72 m², com dois quartos e uma sala de três ambientes, fosse multifuncional.

As arquitetas mantiveram a integração, mas criaram um espaço que, aberto, faz parte da sala e, fechado, vira um quarto pequeno. As portas de correr, acabam tendo o efeito de painel decorativo.

Com quartinho  fechado, hóspede pode dormir no sofá-cama. (Foto: Gilson Barbosa)Com "quartinho" fechado, hóspede pode dormir no sofá-cama. (Foto: Gilson Barbosa)

“Fizemos uma sala de TV com portas de correr de canto, laqueadas com friso, onde o hóspede pode dormir no sofá-cama”, explica Jaqueline. O resultado agradou e virou, inclusive, referência para quem quer fazer o mesmo em casa. O local é visitado e fotografado com frequência, diz.

O destaque fica por conta do “quarto camuflado”, mas o trabalho se estendeu a todos os cômodos. Jaqueline e Mariana tiveram a difícil missão de aliar o requinte ao custo benefício. As fotos de antes, se comparadas aos registros atuais, mostram uma grande diferença e provam que o trabalho deu certo.

Projeto se estendeu aos outros ambientes. Cozinha foi integrada à sala, dividida por cristaleira. (Foto: Gilson Barbosa)Projeto se estendeu aos outros ambientes. Cozinha foi integrada à sala, dividida por cristaleira. (Foto: Gilson Barbosa)

Na cozinha, que é integrada à sala, as estruturas dos armários brancos foram preservadas, mas as portas substituídas por vidro branco com acabamento bisotê. Os puxadores e o granito da pia também foram alterados por materiais de tons claros que, em locais menores, ficam mais aconchegantes e ampliam o espaço.

Na sala de jantar, um espelho na parede garantiu a ampliação visual do ambiente, que é integrado a uma sacada, onde foi construída uma pequena adega.

Sacada ganhou uma pequena adega. (Foto: Gilson Barbosa)Sacada ganhou uma pequena adega. (Foto: Gilson Barbosa)



Tenho só que parabenizar essas profissionais, pois ficou realmente perfeito e confortável. Que muitas ideias maravilhosas como essa sejam executadas. Sucesso sempre a essas profissionais.
 
Lucas Iester Pereira Ipólito em 25/03/2014 08:23:49
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.