A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

08/04/2015 06:34

No Centro, corredor com apenas 3m de largura vira espaço funcional e colorido

Paula Maciulevicius
Entre o antes e o depois, resultado é de surpreender e mostra que ideias da Arquitetura se aplicam a qualquer ambiente. (Foto: Fernando Antunes)Entre o "antes" e o "depois", resultado é de surpreender e mostra que ideias da Arquitetura se aplicam a qualquer ambiente. (Foto: Fernando Antunes)

O desafio era transformar um corredor de 3x40m em um restaurante onde 400 pessoas passassem por dia. Na Rua 13 de Maio, coração do Centro de Campo Grande, o espaço foi descoberto quando dividia duas cafeterias. O resultado é de surpreender e mostra que ideias da Arquitetura no comércio se aplicam a qualquer ambiente.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

O projeto, do escritório MOB Arquitetos, reformou em 40 dias o salão fazendo: cozinha, bancada para o self service e a área de mesas e cadeiras para o almoço. O pedido do dono, que está no ramo há 10 anos, era de um espaço aconchegante, funcional e agradável de se permanecer para uma rápida refeição.

O desafio era transformar um corredor de 3x40m (Foto: MOB Arquitetos)O desafio era transformar um corredor de 3x40m (Foto: MOB Arquitetos)
Em restaurante onde 400 pessoas passassem por dia. (Foto: Fernando Antunes)Em restaurante onde 400 pessoas passassem por dia. (Foto: Fernando Antunes)
Espaço era apenas um salão no Centro da cidade. (Foto: MOB Arquitetos)Espaço era apenas um salão no Centro da cidade. (Foto: MOB Arquitetos)
Que comporta mesas e cadeiras de forma aconchegante. (Foto: Fernando Antunes)Que comporta mesas e cadeiras de forma aconchegante. (Foto: Fernando Antunes)

Um dos problemas do salão estava nas paredes que apresentavam irregularidades perceptíveis. Para disfarçar o desnível, a arquiteta responsável pela obra, Mellina Bloss, explica que foi colocado revestimento cerâmico. O mesmo foi feito no teto.

"Colocamos o forro de gesso também afastado dessa parede para disfarçar. Usamos iluminação indireta, alguns pendentes e iluminação embutida normal, mas sempre direcionada de acordo com a área, de alimentação, trabalho ou caixa", descreve.

Para dar a impressão de espaço e que o local é mais que um corredor, os arquitetos trabalharam com janelas decorativas nas paredes. "Nossa intenção era de colocar janela antiga, mandamos fazer para dar a impressão de ambiente mais amplo, em que os clientes pudessem abrir e se esquecer que estavam num corredor, sem abertura", explica Mellina.

Forro afastado da parede também disfarçou desnível. (Foto: MOB Arquitetos)Forro afastado da parede também disfarçou desnível. (Foto: MOB Arquitetos)
Arquitetos trabalharam com janelas decorativas para dar abertura ao espaço. (Foto: Fernando Antunes)Arquitetos trabalharam com janelas decorativas para dar abertura ao espaço. (Foto: Fernando Antunes)
Projeto trabalhou com iluminação indireta, pendentes e a normal, embutida. (Foto: Fernando Antunes)Projeto trabalhou com iluminação indireta, pendentes e a normal, embutida. (Foto: Fernando Antunes)

Além das janelas, para dar privacidade aos clientes, o projeto trabalhou com biombos de forma a subdividir o corredor. "Ficaram espaços menores, pequenos ambientes seccionados nesse grande corredor e acaba tirando a impressão de que o salão não tem identidade. Então cria-se pequenos nichos para a pessoa ficar mais confortável, tira a sensação que ela está comendo com mais 50 pessoas", exemplifica a arquiteta.

A escolha da cor também é outro ponto de destaque do projeto. Em tons vibrantes que aguçam o apetite, o amarelo e o vermelho se tornaram também marca registrada a ponto do comércio despertar o interesse em empresários como se o local fosse franquia.

O comércio abre desde o café da manhã, ao almoço e lanche, o nome "K.sa Croissant" faz jus ao carro-chefe: croissant de presunto e queijo, lombo defumado, além dos demais salgados de massa folheada. O almoço tem cardápio variado diariamente.

A escolha da cor também é outro ponto de destaque do projeto. (Foto: Fernando Antunes)A escolha da cor também é outro ponto de destaque do projeto. (Foto: Fernando Antunes)
Biombos foram usados para seccionar ambientes e dar privacidade. (Foto: Fernando Antunes)Biombos foram usados para seccionar ambientes e dar privacidade. (Foto: Fernando Antunes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.