A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

04/08/2015 06:12

Restaurante troca concreto pelo verde com jardim cobrindo toda a fachada

Paula Maciulevicius
 São 6m de altura e mais 24 de comprimento que fazem com que tanto na Ceará, quanto pela Rua Da Paz, quem olha vê muito verde. (Foto: Fernando Antunes) São 6m de altura e mais 24 de comprimento que fazem com que tanto na Ceará, quanto pela Rua Da Paz, quem olha vê muito verde. (Foto: Fernando Antunes)

A ideia era realmente chamar atenção entre todos os imóveis da Rua Ceará. Para fazer isso, o projeto de arquitetura tirou o concreto e colocou o jardim vertical cobrindo a fachada do restaurante Bamboo Sushi e Grill. São 6 metros de altura e mais 24 metros de comprimento que fazem com que, tanto na Ceará, quanto pela Rua Da Paz. Assim, quem  chega tem o verde recepcionando os clientes. 

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

O projeto externo é da arquiteta Jéssica Morais Ferreira, da Califórnia Mudas. A reforma total, da parte interna, é assinado pelo arquiteta Isabella Lolli Ghetti. Juntas, as equipes tinham pela frente o desafio de fazer um jardim chamativo. E a inspiração veio de pesquisas de projetos que uniam ideias de um jardim oriental japonês, com ares de tropical, com muitas variedades de cores, texturas, espécies e alturas, para que o resultado fosse rico em detalhes. 

Foram cerca de quatro meses de reforma, mas a proposta do jardim vertical foi sugerida logo na primeira visita ao local. "O grande pé-direito, árido e sem vida, foi transformado num quadro verde. Com desenhos orgânicos diversificados, pelas plantas pendentes variadas, como aspargos, véu-de-noiva, maranta, dinheiro em penca, dólar, bromélias e liríopes", enumera Jéssica.

No antes, fachada lateral era de concreto e sem vida.  (Foto: Isabella Lolli Guetti)No "antes", fachada lateral era de concreto e sem vida. (Foto: Isabella Lolli Guetti)

A variedade de palmeiras, forrações, plantas pendentes, fonte de água e mudas de médio porte, que criaram caminhos sinuosos pelo comprimento do jardim. "Um dos desafios é fazer um jardim diversificado e ao mesmo tempo organizado e com boa estética", pontua a arquiteta.

Além do conforto térmico que as áreas verdes do jardim proporcionam, principalmente do vertical na fachada, o verde aproxima mais as pessoas da vegetação. "Principalmente nos centros, onde perdemos cada vez mais áreas verdes. Em meio ao paisagismo, a estátua do buda japonês fez todo o charme, remetendo às raízes japonesas ao jardim", descreve Jéssica.

Se dá muito trabalho? Jéssica disse que ao contrário do que se pensa, não. Por ser comércio, o restaurante optou por instalar um sistema de irrigação automatizada, que realiza a irrigação, conforme a necessidade climática.

"O sistema de jardins verticais são de fácil cuidado, no caso da manutenção, ela é importantíssima pois permite prolongar a vida útil do jardim, adubando, pulverizando e fazendo limpezas e podas das mudas, assim, renovando sempre as folhagens e mantendo o jardim sempre bonito", explica.

Antes do jardim vertical, parede precisa receber hipermeabilização. (Foto: Isabella Lolli Guetti)Antes do jardim vertical, parede precisa receber hipermeabilização. (Foto: Isabella Lolli Guetti)

A arquiteta Isabella Lolli Guetti completa ainda que a manutenção fica só por conta do corte, quando as plantas crescem. O sistema de irrigação é feito antes do jardim e já precisa estar previsto desde o início da obra. "Para a gente saber onde vão passar todas as mangueiras. Elas ficam atrá das plantas e ninguém vê", descreve.

Antes de receber o jardim, a primeira etapa é hipermeabilizar a parede, para evitar infiltrações futuras. O segundo passo consiste em fazer toda a estrutura de madeira. A iluminação de LED também é destaque do projeto. "Fizemos bem focada no jardim, para ele ser destacado. A iluminação é de cima para baixo, as pessoas não percebem quando olham. São esses detalhes que fazem a diferença", detalha Isabella.

O gasto médio do investimento na fachada é de R$ 70 mil, incluindo o paisagismo e o sistema de irrigação.

Além do conforto térmico que as áreas verdes do jardim proporcionam, também se aproxima a vegetação do dia a dia das pessoas. (Foto: Fernando Antunes)Além do conforto térmico que as áreas verdes do jardim proporcionam, também se aproxima a vegetação do dia a dia das pessoas. (Foto: Fernando Antunes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.