A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

27/11/2011 13:59

Babaçus são plantados na Afonso Pena para simbolizar grandeza e apagar enchentes

Ângela Kempfer
Palmeiras são transplantadas para Afonso Pena. (Fotos: Simão Nogueira)Palmeiras são transplantadas para Afonso Pena. (Fotos: Simão Nogueira)

A planta é mais conhecida em estados do nordeste e um dos símbolos naturais do Maranhão, mas foi a espécie escolhida pela prefeitura de Campo Grande para marcar uma nova fase da avenida Afonso Pena, a principal via da cidade.

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

Onze babaçus são plantados no trecho recém inaugurado da avenida, na região do shopping Campo Grande. Em tamanho já grande, elas são transplantadas com auxílio de guindastes.

O prefeito Nelsinho Trad explica que a planta foi escolhida, ao invés de espécies nativas como o buriti e o carandá, para simbolizar a “grandeza e a magnitude da Afonso Pena”, depois de tempos difícil como os alagamentos que “ficaram no passado”, diz.

Apesar das duas palmeiras culturalmente importantes para Mato Grosso do Sul também atingirem até 20 metros de altura, a opção foi pelo babaçu cultivado em uma empresa de paisagismo de Campo Grande.

As folhas atingem até 8 metros, em direção ao céu. Cada babaçu dá cerca de 6 cachos, com frutos com castanhas que surgem de agosto a janeiro.

A planta “diz” mais para o Maranhão, onde tem importância cultural e econômica. É matéria-prima para indústria de sabão, cosméticos e alimentos. Por lá, a extração das amêndoas envolve o trabalho de mais de 300 mil famílias.

Já o buriti e o carandá agregam o valor cultural sul-mato-grossense, pelo artesanato, já são nomes de dois bairros de Campo Grande, além de atrair aves que são um charme a parte no perímetro urbano.

Os frutos do buriti são alimento para araras e também capivaras, mas na zona rural servem como vermífugo, cicatrizante e energético natural.

Outra árvore escolhida veio ainda de mais longe, tem origem em Dubai (Emirados Arabes). São tamarineiros plantados também nos canteiros centrais revitalizados agora, mas as mudas vieram do Uruguai.




Campograndense é complicado..nunca está satisfeito com o que tem!
 
Victor Hugo em 28/11/2011 12:23:59
Desde quando Campo Grande fica no Pantanal para ser a capital do Pantanal? O Mato Grosso do Sul inteiro é o Pantanal?
 
Laís Escobar em 28/11/2011 10:53:00
Já que ninguém nunca está satisfeito, por que não plantam JACAS então? E façam um estacionamento embaixo delas, para os eternos insatisfeitos.
Até pequi já coigitaram.
QUE DIFERENÇA FAZ, MEODEOS?
 
Madalena sortioli em 28/11/2011 10:38:35
Ipês são bonitos quando são nativos... os plantados de cativeiro não crescem tanto, ficam mais ralinhos, fora que só florescem uma vez ao ano e num espaço de tempo muito curto. Adorei a idéia dos babaçus, dá mais imponência.... povo, parem de murmurar... fala sério!!!
 
Carol Oliver em 28/11/2011 09:26:37
Acho lindo o babaçú, mas o pé de pequi também é muito bonito, e com certeza deixaria nossa cidade mais com cara de capital do pantanal....fica a dica Sr. Prefeito
 
Rosangela Carvalho em 28/11/2011 09:05:14
A espécie babaçú não é da nossa região deveriam plantar bacurís, macaúbas, pindós, carandás, buritis, guerovas. Acho que não existem biólogos na PMCG.
 
João Crisóstomo de Campo Grande - MS em 28/11/2011 08:40:59
tudo bem, tudo legal, tudo para deixar o nome para a historia....Nao seria melhor fazer uma administraçao mais voltada para o ser humano???Pois o babaçu e o caranda estariam bem melhor no lugar de onde eles foram retirados...Ja o povo que mora em barracos adorariam podder morar nos altos da afonso pena...ou em qualquer outro bairro numa casa com o minimo necessario...
 
adir jorge diniz em 28/11/2011 08:33:06
Concordo com o amigo acima, os Ipês seriam muito mais a cara de Campo Grande, que deixam o seu colorido espalhado por nosssa cidade.
 
Luiz Tainã em 28/11/2011 07:29:34
Concordo,Laís.Já disse em outra oportunidade neste site:
As pessoas aqui querem enfiar mato e pantanal em tudo. Tudo tem que ter mato, bichos, ser uma loucura naturodélica.
Pois bem.Deveriam abrir algo parecido com um SIMBA SAFARI aqui, só para as pessoas se realizarem nessa sede pantanosa, se embrenharem no matagal e deixarem aparecer A FACE URBANA de Campo Grande, se é que´já se formou uma.
 
Madalena Sortioli em 28/11/2011 01:22:51
Não importa de qual região do Brasil é o que esta se plantando na Av. Afonso Pena. Devemos impedir é a permissão para a instalação sem muitos critèrios de: concessionárias de automóveis, colégios particulares, hoteis, edificios de apartamentos, agências bancárias etc. isto sim, está tirando a beleza e o charme de um dos maiores cartôes postais da nossa capital.Concordam senhores vereadores?
 
Eduardo de Souza Neto em 28/11/2011 01:06:01
Do uma semana para um carro acertar um desses ai da foto ... #tristeza
 
Fellipe Minervini em 28/11/2011 01:01:14
Com certeza Ipê seria o mais adequado!
Mas por que as pessoas tem a mania de ver somente o lado ruim das coisas?
Muita gente nunca teria a oportunidade de conhecer um Babaçu.
Povo tem que aprender ver o lado bom também....
 
Rose Silva em 27/11/2011 11:56:09
Na avenida Manoel da Costa Lima,foram plantadas árvores,mas ,a populaçao destruiu quase que todas.Foi uma pena,pois,as ávores nos dão sombra.O povo tem que colaborar respeitando a inciativa de arborização da cidade.
 
carlos alfredo em 27/11/2011 10:35:58
Sugiro que haja patrulhamento ostensivo na área, pois se até grama o munícipe furta dessas novas obras na cidade, avalie então essas plantas caríssimas!
 
CARLOS RENATO LOPES em 27/11/2011 10:21:14
Sou fã de palmeiras e de pássaros. Duvido que existam pássaros que consigam comer babaçu. Errou sr prefeito. Que é dos pindós, carandás (nossas) , açaís (região amazônica), que produzem frutos que alimentam pássaros e são muito bonitas?
 
sebastiao dos reis em 27/11/2011 10:18:59
gostei, muito bom gosto, tanto as plantas, como a iluminaçao, parabéns!!!
 
edmar contar em 27/11/2011 09:08:12
É, tá certo. Vamos valorizar os de fora, as daqui são sem graça para colococar na Afonso Pena. Parabens pela iniciativa.
 
JOSÉ PEREIRA FILHO em 27/11/2011 08:24:01
Não seriam tamareiras, pq no oriente médio se produz tâmaras, já o tamarindo é originário da India e foi trazido pro Brasil a a dezenas quem sabe mais de uma centena de anos e já está bastante difundido por aqui, inclusive tem um tamarineiro a 8 metros de onde estou sentado agora.
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 27/11/2011 08:02:38
bela escolha, amei esses babaçus. essa obra na afonso pena veio em boa hora.

parabéns!!!
 
Yone Camargo em 27/11/2011 07:28:23
O plantio de árvores deve ser mais intensificados em toda cidade e não só na Afonso Pena, precisamos mais de sobra e menos poluentes, aqui próximo a 14 de Julho onde será feito o prolongamento da Orla Morena várias árvores importantes para a região foram removidas sem necessidade.
 
Oswaldo Benites em 27/11/2011 05:49:18
Concordo que é uma linda palmeira, mas o mais adequado seria valorizar plantas nativas do cerrado, afinal quem passou pelos transtornos das enchentes foram os campo-grandenses, que não fossem palmeiras e sim ipês, marca da Cidade que quer se fazer conhecer como a Capital dos Ipês.
 
Ana Paula Toniasso em 27/11/2011 05:17:26
Tudo bem a revitalização da afonso pena,mas eu ainda não me convenci como um engenheiro pode propor um projeto de retirada dos estacionamento do centro,o qual dava mobilidade ao transito.
 
daniel mamedio do nascimento em 27/11/2011 04:19:33
Os nossos representantes deveriam cuidar d coisas realmente importantes, q possam transformar a realidade d muitos campo-grandenses c/ p. ex: maior seriedade nas politicas educacionais, nossa taxa de atendimento a educação infantil, sr. prefeito, é baixíssima, existe uma grande parcela d nossas crianças q ñ podem ser atendidas, por isso,ñ basta ter av.explendorosa e ñ ter educação adequada p/povo
 
ingrid vianna em 27/11/2011 04:14:15
Apesar de não estarem relacionados a nossa flora, os babaçus, são belos exemplares. O que realmente questiono é a ornamentação dos canteiros da Afonso Pena, na àrea central. É muito pobre e desprovida de beleza, precisa melhorar.
 
Valter Antunes de Oliveira em 27/11/2011 03:39:28
hummm errou feio na escolha do babaçu para o paisagismo.....que tal colocar o tigre e ou leopardo pra simbolizar a região do pantanal?????
 
valdeci Ramos em 27/11/2011 03:15:27
Ridículo! Ipês deixariam a Afonso Pena muito mais linda e corresponderiam muito melhor à nossa identidade climática.
 
Roberto Miyashiro Junior em 27/11/2011 02:27:07
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.