A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

10/07/2012 14:26

Bem devagarzinho, com erros e acertos, Centro começa a mudar fachadas

Ângela Kempfer
Ótica já está diferente e próximo passo será arrumar segundo andar da lanchonete ao lado. (Fotos: Minamar Júnior)Ótica já está diferente e próximo passo será arrumar segundo andar da lanchonete ao lado. (Fotos: Minamar Júnior)

Na rua 14 de Julho, hoje um dos lugares mais feios da cidade, algumas fachadas provam que a paisagem pode ficar muito bonita se o empresário estiver disposto a investir.

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

Na ótica Nakasse, ainda falta um mês para tudo ficar pronto, mas o que já foi feito transformou o prédio em um dos mais interessantes na principal rua do comércio.

Com investimento de cerca de R$ 6 mil, o proprietário Roberto Nakasse conseguiu recuperar as cores originais do sobrado de mais de 70 anos. Como aluga o piso superior inteiro, ainda falta parte da fachada que está sobre uma lanchonete.

Na fase já concluída, as janelas brancas chamam a atenção em meio a dezenas de lojas todas “descascadas”, ainda com as marcas de letreiros que foram retirados por determinação da Prefeitura de Campo Grande, para despoluição visual do Centro.

Nesse processo, apareceram em inúmeros prédios as tradicionais indicações do ano de construção, a maioria de 1930. Roberto não sabe exatamente há quanto tempo foi erguido o sobrado onde hoje funciona a ótica e a lanchonete. Era contra a proibição de letreiros nas fachadas, mas concorda que esteticamente tudo melhorou.

“Não gastei muito, mas se não tivesse a proibição eu não teria gasto nada. Pela aparência, realmente, gostei mais. Porém, na funcionalidade não, porque não tempos mais a proteção da chuva e do sol”, argumenta.

A mudança custou dinheiro, mas rendeu elogios pela primeira vez à fachada. “Tem clientes que entram elogiando”, confirma o empresário. "Dei sorte porque o prédio já é bonito, é patrimônio histórico", diz.

Ao longo da 14, alguns apenas passaram tinta sobre tijolos expostos ou paredes quebradas. Há também quem resolveu usar novos tijolinhos à vista. Mas muitos exageraram no tom.

Na esquina da Barão do Rio Branco, um estúdio fotográfico gastou com 12 galões de tinta e R$ 600,00 com pintor. A cor cobriu o aspecto de abandono, mas não agradou aos clientes mais sensíveis.

“Achei berrante esse amarelo ovo. Lá na outra loja deles está igual. Parece que querem chamar a atenção demais, porque não tem como usar aqueles luminosos enormes”, avalia a auxiliar de vendas Giuliana Arantes.

O mototaxista João Alfredo fala de outra preocupação. “Se você parar para ver, que ta pintando de uma cor sóbria, ta ficando bonito. O problema é que cada um pinta de uma cor e a coisa vai parecendo um tapete de retalhos”.

Vermelho chamativo, amarelo e tijolos começam a aparecer nas fachadas da 14.Vermelho chamativo, amarelo e tijolos começam a aparecer nas fachadas da 14.



E os estacionamentos que não tem?? sujeira de fios e lâmpadas que consomem 3 vezes mais energia, quem paga são os contribuintes.Acredito que tem coisas muito mais importantes que isso.
 
Luciano Evaldo Barbosa Silva em 11/07/2012 10:18:44
Complementando meu comentário anterior, e fazendo alusão aos emitidos pelos outros leitores, a pobreza arquitetônica é proveniente justa da colocação de letreiros. As paredes que alguns julgam enfeiar a rua são elementos estruturais que foram colocados porque pouco importava o que estivesse ali: seriam cobertos pelo banner. Agora os lojistas investirão na fachada ou perderão atrativos de marketing
 
Gustavo Ribeiro em 11/07/2012 10:07:44
Minha opinião também é negativa. A fachada é a característica mais marcante do comércio moderno, mostra competitividade e deve ser mantida. As mais famosas avenidas do mundo são conhecidas por seus banners e anúncios, grandes em tamanho e visibilidade. Logo haverão outras formas de atrativo, como cores por exemplo. Deus queira que não vire moda os anunciantes com autofalantes nas portas das lojas!
 
Lucas Picerni em 11/07/2012 09:07:05
Legal... Mas o mais feio continua! E aquele monte de fio pendurado bem em frente às "novas fachadas"/??? Não tem coisa mais ridícula do que aqueles fios de energia-telefone cortando o centro inteiro! Se mandaram retirar as fachadas, que era a unica coisa que ainda dava algum tipo, ainda que estranho, de beleza, então que mande enterrar aquela fiação toda, e dê um pouco de charme ao centro!
 
Leonardo Miguel em 11/07/2012 09:04:22
...que lindo!!!!!!...nossa cidade esta ficando linda super na moda, parecendo "PATCHWORK"
 
Ester Menacho em 11/07/2012 08:24:26
A CIDADE ASSIM ESTÁ FICANDO MAIS BONITA, COM MENOS POLUIÇÃO VISUAL, CERTAMENTE AS MUDANÇAS SÃO GRADATIVAS, MOSTRANDO A VERDADEIRA BELEZA CAMPO GRANDENSE, SEM MAQUIAGENS, APENAS A LINDA E BELA CAMPO GRANDE, COM SUA HISTÓRIA E CHEIA DE VIDA!!
 
DIESSIKA SOARES em 11/07/2012 07:48:58
Me desculpem a franqueza, mas o centro ficou horroroso, as fachadas das lojas, ao visual, saíram perdendo em disparada para o aconchego (falo sensação convidativa) dos shoppings. Continuou tudo desuniforme. As fachadas identificavam melhor as lojas, e fazia a gente ter vontade de entrar para comprar. Ficou um centro comercial obsoleto e digo mais, isso vai prejudicar o comércio e os empregos!
 
Willian Pinto em 11/07/2012 07:43:07
os comerciantes deveriam se unir e mudar o centro comercial para outro local da cidade, onde se possa estacionar sem pagar e fazer compras sem tanto tumultos.
 
pedro malazarte em 11/07/2012 07:29:53
Gostei muito com despoluição visual a rua 14; Vai ficar linda. Gosto de olhar para aquele prédio antigo, devem ter muitas historias esquecida por detrás daquelas fachadas horrorosas. Parabéns pela iniciativa...
 
Ilse Junges em 10/07/2012 11:49:36
Vejo que a medida (retirada dos banners/letreiros) deveria ser melhor administrada, a cidade está numa aparência de desleixo, será que é isso mesmo que queremos??? Quando voltará a impressionar pela sua beleza???Quanto tempo levará??? Não é muito radical pedir para que todos os comerciantes façam as melhorias de uma só vez??? É só esperar os resultados....será que viram....Quanto tempo???
 
Mariza Abrão em 10/07/2012 11:12:22
desculpem a franqueza, mas o centro ta horrivel, é como se tirasse a carenagem de um carro,
 
roberto rodrigues paulino em 10/07/2012 10:38:50
As mudanças chegam e temos que acompanhar, porque não podemos parar no tempo certo? Daqui a pouco a nossa cidade vai estar muito mais bonita do que antes.
 
Neide Dinazete Acosta de Lima em 10/07/2012 10:13:38
Parabéns a todos aqueles que estão tendo o bom gosto e a sorte de ocupar um imóvel que tem algum traço arquitetônico, pois vejo um conflito entre a falta da história que espelharia numa arquitetura rica em detalhes e construções sem nenhuma riqueza arquitetônica representada por uma pobreza generalizada, aliada às portas de enrrolar horriveis, as quais tiram toda a beleza do comércio.
 
Júlio César Diniz em 10/07/2012 09:51:32
Concordo com os leitores que lamentaram a falta dos toldos. Tanto no sol, quanto na chuva, todos vão sentir falta. Também concordo que não tem muita coisa a ser preservada; a grande maioria, parede lisa, sem ornamentação nenhuma. Pouquíssimas fachadas mereciam ser realmente preservadas. Tomara que Tóquio e Nova York não se contaminem com essa idéia.
 
Mário Katayama em 10/07/2012 09:31:28
Já que alguém ai falou em vagas para se estacionar no centrinho, daqui a algum tempo teremos mais vagas exclusivas para taxistas do que para os compradores. Sem falar nas vagas para mototaxistas agora.... cada esquina tem um ponto, oh cidadezinha.
 
Juarez Militão Soares em 10/07/2012 08:39:45
Algumas fachadas realmente são bonitas mas a grande maioria tem apenas um muro para esconder o telhado. Se isso é preservar a história....Sem comentários!
 
Maria Luisa Marini em 10/07/2012 08:00:00
Olha andar no sol é duro sem os toldos. e tbem nao da nem pra saber mais onde é as lojas, os nomes etc. mas uma pergunta. quantos ja morreram de poluição visual....
e a poluiçao do ar quem esta fiscalizando so vejo carros principalmente as caminhonetes so poluindo
 
thiago souza em 10/07/2012 07:58:59
Parabéns a Prefeitura Municipal pelo projeto de revitalização do nosso centro que atualmente é feio, mais como atitudes como essa de retirar a poluição visual em excesso esta melhorando, as fachadas estão ficando mais bonitas, agora falta aterrar essa fiação aérea e recuperar as calçadas algumas estão em estado muito ruim e parabéns ao Sr Roberto Nakasse a fachada ficou linda...
 
Michael Nunes em 10/07/2012 06:43:11
Será que a Prefeitura não poderia disponibilizar alguns ou pelo omenos um arquiteto para auixiliar neste trabalho. Todos participando com boa vontade tudo se resolve
 
Fernando Rodrigues em 10/07/2012 06:24:40
Parabéns Roberto ficou muito bonito.
 
eduardo arruda oliveira em 10/07/2012 06:00:35
O centro ja era feio, agora ficou horrível, o movimento ja estava ruim, agora ficou péssimo, pois além da prefeitura ter tirado muitas vagas para estacionar, as lojas tiveram que tirar a proteção do sol e da chuva, ou seja, cada vez nosso centro está ficando pior. Até os lojistas colocarem toldos e marquises nas lojas, o comércio vai ficando mais lastimável.
 
Rosana Ferreira em 10/07/2012 05:11:29
Se todo mundo optasse por sobriedade e beleza, ficaria bom, como aconteceu com a óptica.
Mas, a síndrome do fachadão tinha mesmo que deixar resquícios.
A poluição visual é como um vício difícil de superar.
Não pode manter o fachadão de 1 km, aplica então alguma cor que seja capaz de dar ataques de epilepsia. Ou mais de uma, se der.
Poxa vida.
 
Cristiane Lunardelli em 10/07/2012 04:34:35
Parabéns , Roberto ficou lindisssssima , nossa cidade , estamos aberto para mais idéias de melhoria continua.
 
julio cezar zimermmam em 10/07/2012 04:24:00
Tá ficando legal !
 
Rogerio Moralles em 10/07/2012 04:15:23
Parabens Roberto pela fachada ficou muito lindo.
 
Anderson Goldiano em 10/07/2012 04:13:48
O centro já era feio agora esta ficando mais ainda por conta dessa mistura de tudo que é cor. Não gostei que tiraram os toldos agora ficou muito desconfortável andar pela calçada.
 
Juarez Goncalves em 10/07/2012 03:56:27
Depois de décadas de poluição visual, não podemos exigir dos proprietários e inquilinos mudanças radicais em pouco tempo. As resistências ocorrerão por dois motivos: falta de recursos e a insatisfação de investir de uma maneira diferente às quais estão habituados. Mas a História é isso: mudanças e resistências. Parabéns à iniciativa municipal e aos que já adequaram os imóveis. História é vida!
 
Gustavo Ribeiro em 10/07/2012 03:23:18
O espírito é esse Sr. Nakasse, parabéns pela fachada! E relembrando o decreto de publicidade 11.510/2011 não proíbe toldo ou marquise, quem está dizendo isso não conhece a lei. Se informe na Central do Cidadão!
 
André Oliveira em 10/07/2012 03:12:50
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.