A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

16/03/2012 16:23

Depois de pagar as contas, família pensa em como reabrir Hotel Campo Grande

Ângela Kempfer
Fachada do Hotel Campo Grande hoje. (Fotos: João Garrigó)Fachada do Hotel Campo Grande hoje. (Fotos: João Garrigó)
Coluna de concreto, design arrojado para os anos 70.Coluna de concreto, design arrojado para os anos 70.

O mérito está nos registros históricos: o primeiro hotel de grande porte levantado em uma cidade que ainda tinha ares de província, com apenas 138 mil habitantes. Por 30 anos, o prédio foi um dos mais conhecidos da cidade, hospedagem certa de todos os artistas que passavam por aqui. Hoje, ao perguntar pelas ruas, há quem nunca tenha ouvido falar. Mas quem vive pelo Centro sabe de detalhes.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

Elenir Ferreira é taxista há mais de 20 anos, no ponto da rua Marechal Rondon. “Já carreguei muito passageiro para o hotel, era o melhor de Campo Grande. Quando já estava para fechar, o povo reclamava do abandono”, lembra.

Depois do fechamento em 2001, a família passou a reunir dinheiro para acabar com as dívidas da empresa. Com todos as pendências quitadas, agora a próxima fase é colocar o Hotel Campo Grande para funcionar de novo.

“Não sabemos ainda como, mas queremos que seja hotel porque foi construído para isso”, conta a herdeira Maria Adelaide Noronha, hoje administradora do Restaurante Yoted.

Existe a ideia de buscar investidores, arrendar ou vender o imóvel para grupo hoteleiro. A única condição é que continue no ramo.

Essa história começou com o pecuarista Laucidio Martins Coelho, de família tradicional que lucrava horrores com a pecuária e decidiu retribuir, diz a neta de Laucídio.

“Meu avô foi um visionário, criou o hotel quando Campo Grande ainda nem precisava disso. Foi para retribuir pelas conquistas que teve aqui no Estado”.

Em 1969, antes da construção, uma consultoria foi contratada para avaliar o investimento. O conselho foi para abertura em São Paulo, mas isso não convenceu o proprietário, que fincou pé em Campo Grande.

O escritório Botti & Rubin, dos arquitetos Alberto Rubens Botti e Marc Bores Rubin, assinou o projeto arrojado, de 13 andares, e a cidade parou para acompanhar a abertura em 1971. “Eu tinha só nove anos, mas lembro que foi maravilhoso”, conta Maria Adelaide.

Anos depois, ela assumiu a administração do negócio e começou a conviver com artistas famosos. “Conheci Roberto Carlos, Xuxa, Menudos, até os meninos do Mamonas Assassinas”.

Mas a neta do idealizador demonstra real animação quando lembra do burburinho com a chegada da seleção de vôlei. “Recebemos os jogadores quando eles começaram a fazer sucesso, quando ganharam o primeiro mundial. Uma multidão se aglomerava lá em frente. O hotel parava.”

Recepção do Hotel Campo Grande, há mais de 20 anos. (Foto: Roberto Higa)Recepção do Hotel Campo Grande, há mais de 20 anos. (Foto: Roberto Higa)

Crise - Na época do fechamento, os elevadores e a parte de refrigeração dependiam de um investimento alto para continuar funcionando. Não havia dinheiro, diante do compromisso com uma manutenção dos serviços também considerada alta.

As dificuldades financeiras impediram a reforma e os impostos acumulados foram a gota d’água para o Hotel Campo Grande.

“Na época essa foi a nossa conclusão. Não podíamos deixar que as dívidas crescessem mais. A família também tinha problemas. Tivemos uma visão estratégica. Só depois de tudo ser pago é que começamos a ter olhos para a reabertura”, confirma Maria Adelaide.

Toda arquitetura continua preservada nos quase 9 mil metros quadrados de área construída. Mas os móveis, incluindo as camas, e equipamentos foram leiloados há alguns anos. Na estrutura ficaram esquadrias, portas originais e o piso de tacos. Para conservação, periodicamente empresa contratada faz a limpeza e a dedetização.

“O encanamento sem funcionar se deteriora e a instalação elétrica também. Isso é um dos pontos que vai precisar de investimento para a reabertura”.

Na época da construção, o investimento foi de 20 mil cabeças de gado, segundo o arquiteto Ângelo Arruda, em livro sobre a arquitetura de Campo Grande. “Mostra a trajetória da arquitetura moderna brasileira fora do eixo Rio – São Paulo”, avalia na obra onde comenta. "A elegância da torre sobre o embasamento e a discrição dos recursos plásticos faz com que o edifício ainda se destaque na paisagem do centro da cidade e permaneça como referência visual".

Eram tempos que ninguém ainda falava de terceirização, o que tornava o trabalho ainda mais complexo, diz Maria Adelaide. “A gente tinha de ser especializado em tudo. Vivemos a época em que tudo era gerido pela própria empresa”.

No saguão, por onde desfilavam artistas e autoridades, já funcionou até uma boate, preservando o lustre que sempre foi marca do local. Hoje, só uma loja de artigos populares funciona por ali. Entre os funcionários, a história do hotel é bastante presente.

Luis Quintino, de 37 anos, conta que o sogro do cunhado foi porteiro do hotel por 25 anos e adora falar sobre o que viveu.

“Ele fala que já se hospedaram ali o presidente Castelo Branco, o João Avelange da Fifa. Hoje me pergunto porque está abandonado”.

Já a colega Leila acha que o lugar é mal assombrado. “Já escutei barulhos”.

American Bar nos anos 80. (Foto: Roberto Higa)American Bar nos anos 80. (Foto: Roberto Higa)



Nossa fiquei muito feliz, esse foi meu 1º emprego qdo fui morar em CGrande, agradeço a Familia, em especial Dona Lola seu "José in memoriam",fui muito bem recebida em todas as vezes que trabalhei e a todos funcionários que até hoje me comunico, pois hj moro em SlZ-Ma, pois fiz inumeras amizades, só tenho lembranças maravilhosa e seu Tomaz, Capitao Porteiro, uma figura, espero que tudo de certo.
 
Doriene Esteves em 02/06/2012 10:57:03
Maria Adelaide, provavelmente vc não se lembra de mim. Meu marido, Lourival Alves era padrinho do Alvaro. Tenho muita saudade de todos e gostaria muito de reencontrá-los. Fiquei muito feliz com a notícia e torço para que tudo dê muito certo. Quero voltar a CG e me hospedar no HCG. Que Deus aplaine seus caminhos e lhe a vitória. Ivete
 
ivete barbosa de faria alves em 19/05/2012 11:27:24
Quero comentar a minha enorme emoção em saber que campo grande ainda terá um dos melhores hotel de volta . No qual eu fiz parte desta historía tambem,quero eu dar os parabens pra DONA ADELAIDE e todo sua admistraçaõ. E conte comigo novamente se vor preciso.PARABENS PATROA.
 
Nivaldo de jesus rodrigues em 23/04/2012 08:41:55
Na época eu tinha uns 14/15 anos conheci tambem a Fazenda meu Ranchinho onde passei bons tempos com a familia. O administrador era o Alvaro Henrrique.
Saudades
 
Gitano Jales em 17/04/2012 04:31:00
Puxa vida!! quanto tempo faz, mas eu me lembro que eu e meu pai trabalhamos para a familia Coelho, Faziamos Esculturas em madeira, ficamos por varias vezes hospedados no hotel que era tudo miuto lindo. Lembro me muito bem da dona "lola" dona "Lia" Sr Jose´Henrrique(Corinthiano) , Alvaro, Madú, Maria Adelaide, Alviquinho, E o Marido da Maria Adelaide que parece o Fabio Jr; Que saudades Fikem c Deus
 
Gitano Jales em 17/04/2012 04:25:19
Tomara mesmo que consiga reabrir novamente o Hotel, já estou me candidatando a uma vaga de emprego, rsssss. Parabens e sucesso. ass luciano 91025313
 
luciano oliveira da rocha em 14/04/2012 07:53:29
Parabéns, sou paulista do Bairro do Ipiranga, e estou morando e trabalhando aqui em Campo Grande há 8 meses, e a partir da primeira vista á maravilhosa arquitetura do Hotel me encantei, pele sua imponência, beleza e destaque na cidade, e não sabia porque estava fechado, agora sabendo que está por reabrir fico feliz, mesmo não sabendo de sua história, só agora pelos depoimentos estou mais feliz!!!!
 
Roberto Caetano da Silva em 30/03/2012 02:21:07
Não conheço a história do Hotel Campo Grande, mas só de ler os comentários das pessoas sobre essa reportagem já emociona e conta um pouco da história de CG!!! Parabéns aos proprietários futura reabertura...
Como muitos falaram: que retorne a melhor feijoada de campo grande!!!
 
Suzane Vismara em 18/03/2012 09:01:44
Quando funcionária do Banco Financial, por várias vezes me hospedei naquele maravilhoso hotel, participando de treinamentos e cursos que eram ministrados pelo Banco. Tenho muitas saudades do hotel e também dos colegas e companheiros da época. Fico muito feliz com a perspectiva de que esse hotel volte a fazer parte do brilho de Campo Grande.Parabéns!
 
Dalva da Silva Novaes em 18/03/2012 07:29:07
Que maravilha!!!!!!!!!!!! Parabens Maria Adelaide, para mim e uma alegria saber que o Hotel reabrira, pois eu trabalhei la era recepcionista e digo
com todo carinho, foi uma alegria , as pessoas que ali trabalhavam eram muito boas, os patroes tambem, me recordo de final de ano , o amigo oculto rsrs, gente era muito bom. Momentos bons! Parabensssss!
 
Rosane Soares em 18/03/2012 05:54:23
Noticia das melhores para nossa capital; o Hotel Campo Grande sempre foi orgulho do seu povo, portanto, merece ser reabilitado, esse empreendimento faz parte da historia desta capital; o Restaurante que ali funcionou deixou saudades para uma geração. Parabens e sucesso.
 
bene rodrigues costa em 18/03/2012 05:15:56
Que saudade da incomparável feijoada aos sábados...da baiana nos servindo o caldo quente...dos coquetéis e das batidinhas...
Adelaide, reabra em grande estilo! Esse hotel merece, pois faz parte da história de vida de muita gente!
O nosso coração agradece!
 
Raquel Ferraro em 18/03/2012 03:21:02
Na época da construção do hotel eu trabalhava no Escritório Urano que funcionava na rua 13 de maio, bem em frente ao hotel. Quando nós saíamos do serviço ficávamos, eu e meus colegas, olhando admirados para uma obra tão grandiosa para a época.
Parabéns e que Deus abençoe e ilumine a Maria Adelaide para levar em frente um projeto que faz parte da vida de muita gente e gerar muitos empregos.
 
Vilma Nantes em 17/03/2012 12:56:33
Parabens aos proprietários em relançar o nosso querido Hotel Campo Grande. Foi um icone de Campo Grande, autoridades, artistas, esportistas e tudo o mais. Mais o que mais impressionava era a famosa feijoada sabados, alem de seus deliciosos salgadinhos. Já tinha uma cozinha de alto estilo. Parabens.
Robson José sanches
 
Robson Jose Sanches em 17/03/2012 12:43:47
Quem nao se lembra, aquela feijoada aos sabados, nunca mais tivemos momentos tão agradáveis, todos os sabados que tradição. saudades muitas saudades....
parabens pela iniciativa da volta do hotel campo grande.
 
mario roque em 17/03/2012 12:41:13
A lenda da ave FENIX, que ressurgiu das cinzas, se repete com o hotel Campo Grande... Realmente quem conheceu sabe o valor desse empreendimento e exemplo de bom atendimento.. Parabens e bem vidos , pois Campo Grande com certeza esta de braços aberto para recebe-los
 
carlos lima em 17/03/2012 12:39:19
Ótimas lembranças Hotel Campo Grande e Banco Financial.
Boa Sorte, Adelaide.
 
Sueli Mayr em 17/03/2012 12:28:45
Também queremos hipotecar os votos de sucesso pela restauração do histórico e pioneiro empreendimento hoteleiro que, com seu "glamor", nos trás amáveis recordações. A principal delas foi a passagem da nossa "lua de mel" em 30/11/75, vindos de Paraguaçu Paulista para fixarmos residência em Dourados, onde residimos até hoje.
 
Nilson A. Santos - Gráfica Stilus - Dourados em 17/03/2012 11:54:22
Nossa fico feliz por essa possibilidade acontecer meu pai teve uma lanchonete na 13 de maio ao lado do cartorio do pedra vi algumas celebridades como jogadores do flamengo e os MANOMAS, por la no hotel, fico feliz por essa vitoria da familia. sucesso sempre.
 
Robson Borges em 17/03/2012 11:53:05
acho otima ideia retornar aos velhos tempos e tambem reviver um otimo momento , trazendo um movimento ao centro da cidade pois esta cidade esta de vento em popa trazendo inumeras personalidades para diversos empreendimentos necessitando de mais locais para hospedagem de maior gabarito. boa sorte espero que não demore muito.
 
antonio bianco em 17/03/2012 11:52:29
TODOS NÓS TEMOS NOSSOS ALTOS E BAIXOS, E TEMOS O DIREITO DE RECOMEÇAR, A NOTICIA FOI OTIMA, HOTEL CAMPO GRANDE É UM DOS HOTEIS TRADICIONALISSIMO EM CAMPO GRANDE E FAZ PARTE DA HISTORIA DE NOSSA CIDADE E QUE DEUS POSSA ABENÇOAR TODA A FAMILIA COM O NOVO EMPREENDIMENTO, GERANDO EMPREGOS...PARABENS
 
ROSANA SOUZA em 17/03/2012 11:49:36
este em primeiro plano na foto sou eu ,bons tempos aqueles,deixou saudades,tb conheci muitas celebridades,entre eles roberto carlos ,seleção brasileira sub 20
falcão e cia.Trabalhei neste hotel durante 4 anos e fiz muitos amigos.

ROGERIO
 
rogerio guaraci soares castro em 17/03/2012 11:44:03
Que lindo ler tantos comentários saudosos que chega até a emocionar, quero ver novamente o Hotel Campo Grande com todo o seu glamour novamente. Abramn logo.
 
ana flavia em 17/03/2012 11:38:07
Esse hotel faz parte da história de Campo Grande e como tal não pode morrer. Desejo aos empresarios sorte e que consigam reabrir esse que o primeiro e único hotel classe "A" que Campo Grande já teve. Parabens e que Deus os iluminem para que esse empreendimento siga em frente.,
 
nelson silva em 17/03/2012 11:32:47
Confesso que ao ler essa máteria, bateu uma saudade!
Nos anos 80 frequentava o 'american bar' - sinônimo de requinte e elegância .
Tempos que não voltam mais!
Que o HOTEL CAMPO GRANDE reviva em grande estilo.
Nossa capital merece!
 
Juvenal Coelho Ribeiro em 17/03/2012 11:06:11
Até hoje sinto uma nostalgia em rever aquele prédio fechado. Guardo ainda hoje como lembrança a fita que foi cortada na inauguração da Ag. 13 de maio (Banco Financial). Bons tempos de CRE (Édson) e CRP (Arnaldo). Depois assumi a CRP, tendo como funcionário, por alguns dias, nada mais nada menos do que o Ludinho, por determinação do seu pai, até a minha transferência para o Contencioso Executivo.
 
João Augusto Lopes em 17/03/2012 11:05:34
Voltar a termos o HOTEL CAMPO GRANDE em funcionamneto significará empregos, bom atendimento. parabéns a familia e bem vindos a vida.
 
Fabio Lopes em 17/03/2012 10:52:28
Parabéns dona Adelaide! Este espaço é parte da história de nossa Campo Grande e faz parte da vida de muitas pessoas; fico feliz que só queira reabri-lo se usado para as mesmas finalidades de sua criação.
Isso demonstra zelo e respeito pelos ideais de seu avô e por nossa cidade, que não perderá as referências que a fizeram ser grande e linda como hoje, sendo o hotel um marco a ser revitalizado.
 
Francisco Chagas de Araujo em 17/03/2012 10:32:21
também trabalhei no bradesco de 74/78, e lembro muito bem , do magestoso prédio, com seu hotel campo grande, maravilhoso.como o nelson falou muitos artistas, muitos jogadores, enfim tivemos a oportunidade de pelo ver de perto grandes nomes.
 
OSAVALDO SANTOS (APELIDO GUERE) em 17/03/2012 10:16:07
Que ideia maravilhosa! tenho muitas recordações do Hotel Campo Grande principalmente dos almoços que sempre frequentava com meu marido (ja falecido) Saudades.
 
Luiza de Freitas em 17/03/2012 10:15:55
Que alegria estar sabendo disso e ler os comentarios é uma volta na minha historia,
que familia especial que Mato Grosso do Sul tem, em 1971 meu Pai trabalhava como caminhoneiro na Copagro (Agenor), Meu irmão foi mensageiro do Hotel e eu fui funcionario do Banco Financial. Que maravilha era aquele tempo.Sucesso ai viu.Trabalhei tambem como entregador de leite p/a familia com a Zé Pretinho.
 
Wilson Marques Gonçalves em 17/03/2012 10:03:46
Lembro que sentada à minha mesa de trabalho, no Ortecol, do Dr. Araquém Fernandes Mendonça, eu vi Roberto Carlos, Robertinho do Recife, Menudos, RPM, Sérgio Reis, a equipe de voley brasileira, Fagner e muitos outros artistas...amava!!!
 
ELINETE RICARTES em 17/03/2012 09:50:12
Fui promovido a sub gerente do Banco Nacional em Novembro de 1.979 em uma reuniao realizada no mesanino que ficava logo na entrada do hotel, frequentei o bar e as deliciosas feijoadas, que só a Zora Kalache faz igual, bons tempos, volta logo, volta logo.........
 
carlos alberto de assis em 17/03/2012 09:44:25
Uma ótima notícia,foi uns dos melhores hotéis de Campo Grande.Espero que seja em breve,poi,pela frente virão grandes eventos no Brasil:copa 2014 e jogos olímpicos 2016.
 
Carlos alfredo em 17/03/2012 09:37:04
Fiquei muito feliz com essa novidade, até porque nasci nessa térra e amo essa cidade
rogo a DEUS muito sucesso a essa familia empreendedora.
 
cesar cortez em 17/03/2012 09:33:13
Meu pai ARY BAPTISTA DE MELLO foi o construtor responsável pelo hotel e trabalhou incansáveis anos para que tudo ficasse tão lindo! Temos em casa fotos da fundação até a inauguração, lindas fotos em preto e branco...hoje ele com 83 anos ficou bem feliz ao saber da notícia sobre a possibilidade de reativação do hotel, Deus os abençoe e que em breve possamos ver tudo lindo de novo!
 
CLEUDINÉIA MELLO em 17/03/2012 09:11:07
meu pai trabalhou na construçao do predio desde a primeira laje,ate o final eu com 14 anos tive o previlegio de no meu 1º emprego trabalhar no bcº financial adm.CRP(carteira de recursos proprios) no periodo de 1979 a 1984 3º andar do predio do qual sinto muitas saudades inclusive da galera,joao neudo, salete, ademar zoiudo, luiz sucuri,neri e muitos outros que as vezes se encontramos pela cidade.
 
ademar alves caceres em 17/03/2012 09:02:18
Fico feliz por essa notícia, Campo Grande merece ter sua maior referência ativa novamente, cheguei aqui em 1980, me deparei e me hospedei nesse maravilhoso hotel, sem falar na tradicional feijoada aos sábados (espero que volte ), hospedagem de gente famosa, de pessoas anônimas mas de muita importância para o desenvolvimento da nossa querida Campo Grande e nosso Estado. Parabéns Campo Grande .
 
João Ricardo Ferri em 17/03/2012 08:59:53
Campo Grande necessita de mais Hoteis, a reabertura de um Hotel tão famoso seria importante para Capital. E fala sério heim, que encelente materia, parabens.
 
Robeson Oliveira em 17/03/2012 08:53:53
Olha Adelaide, o Hotel poderia ser aberto como S/A? Se assim for possivel, as ações que vc disponizará poderá reabrir com glamour e nos aqui de C.Gde poderiamos ser acionistas.Lembro do Sr.Antonio Barbosa, D.Guiomar, Sr. Marcelo, D.Lola, Sr.J.Henrique, Dr.Hélio, Dr.Magno, Dr.Mario Peron,Sr.Ludio, D.Eudeter,D.Adelaide,
Gostaria de saber se existe algum livro s/essa familia. 9117-5318-Wilson
 
Wilson Marques em 17/03/2012 08:49:51
É muito bom sabermos dessa posibilidade do Hotel Campo Grande voltar a funcionar. Gostaria de citar um fato único em relação ao Hotel, em 1979, eu era presidente do Rotary de Campo Grande Universidade, que funcionava na cobertura do edifício kosmos e recebemos a visita de Albert Sabin, o inventor da vacina contra poliomelite, ele estava hospedado no Hotel Campo Grande.
 
Gete Ottano da Rosa em 17/03/2012 08:35:35
Saudades da Feijoada aos Sábados. Reabrindo estaremos lá, agora com uma família bem maior.
 
Alessandro Coelho em 17/03/2012 08:06:57
Que notícia sensacional ! Fui vizinho dos proprietários do Hotel Campo Grande durante a minha infância e adolescência, e várias vezes a Dona Lola e seus filhos Maria Adelaide e o Álvaro chamavam meus pais para eventos e festas no Hotel, sem falar na feijoada aos sábados. Que época deliciosa ! Tomara que esse sonho da família se torne realidade, estamos torcendo !
 
Guilherme Fonseca Arrrda em 17/03/2012 07:59:21
Qua reabra logo pois, além dos ótimos serviços que prestava é um belíssimo monumento arquitetônico que permanece atual.
 
Eduardo Santos Rodrigues em 17/03/2012 07:50:06
Saudades do tempo que trabalhava no Hotel Campo Grande, lugar mágico, onde aprendi a ver o mundo de uma forma diferente... conheci pessoas, me motivei e me tornei o guerreiro que sou hoje;

Foi no balcão do Hotel Campo Grande que comecei a sonhar e idealizar o projeto Gibiteca.

Saudades de todos!

www.gibiteca.org.br
 
Ronilço Oliveira em 17/03/2012 07:44:07
Qta saudades! tbm tive um momento muito marcante nesse hotel, como fã apaixonada pela dupla zeze di camargo e luciano, foi lá, no hotel campo grande que os ví pela primeira vez.
 
graciana taveira nogueira em 17/03/2012 07:19:13
Quebrou por má administração da família de endinheirados da época que nem sabiam de onde vinha o $$$$, só sabiam gastar, ou seja, esbajaram tanto que quebraram. Bem feito. Tenho pena dos credores que morreram sem receber o que lhes era devido. Maus pagadores, caloteeeiros. Essa historia de glamour é pra por na coluna social. Contem a historia real, a do judiciário. Bando de esnobes.
 
Claudio Oliveira em 17/03/2012 07:12:17
Trabalhei como recepcionista no HCG em 1984. Desejo ardorosamente que volte a funcionar. Achava o sr. José Cândido uma simpatia de pessoa. Passados tantos anos, ainda encontrei no escritório do hotel meus documentos de registro, para comprovar recolhimento do INSS, no ano passado. Isso para não falar do tempo em que, menino apaixonado por futebol, ia ao hotel pedir autógrafos dos jogadores famosos
 
Eder Campos Maia em 17/03/2012 06:35:30
historia de campo grande,mato grosso do sul, um empreendimento de sucesso,parabens a familia campo grande agradece
 
paulo henrique em 17/03/2012 06:33:28
Parabéns Sra., Adelaide, não a conheço pessoalmente, mais quando aqui cheguei há 21 anos atrás eu via aquele prédio imponente e que era o cartão postal de C.Grande e em seguida foi fechado, foi um sentimento muito ruim e hoje vemos a possibilidade de abertura novamente do famoso Hotel Campo Grande nos engradece e melhora um pouco o visual do centro da cidade. A população lhes dá PARABÉNS. Abraços.
 
Gilmar Marques em 17/03/2012 06:25:12
Muita saudade dos almoços dominicais, do contato com essa familia linda. Realmente seria uma benção ver tudo funcionando como antes. Força e fé Adelaide e que voce consiga levar adiante seu ideal. Com seu espirito empreendedor tudo ficará mais facil. Que Deus abençoe seu sonho e o faça real. Quero ver a Dona Lola ao seu lado na re inauguração. Aplausos para voces!
 
Lara Cardoso em 17/03/2012 06:23:46
Numa época em que a expogrande está sendo varrida da história campograndense por causa de um investimento imobiliário, é muito bom saber que pelo menos o Hotel Campo Grande pode reabrir suas portas, fez parte da minha infancia e adolescencia, assim como a de todos da minha idade. Parabéns pela iniciativa, torço para que de certo.
 
Maria Auxiliadora em 17/03/2012 06:12:44
Muito bom saber que o HOTEL CAMPO GRANDE voltará a ativa, trabalhei no hotel em 1988, como mensageiro e depois recepcionista, saí de lá para minha carreira no Corpo de Bombeiros, mas ainda sinto falta das amizades e do convívio do ambiente de trabalho e muito principalmente da excelente feijoada dos sábados, parabéns a Srª Adelaide pelo empreendorismo e coragem.
 
Wilson Rodolfo Ferreira em 17/03/2012 06:06:14
Tmabem,como todos,fiquei muito emocionado e feliz com a reativação do Hotel CG,
na décade de 80 morei alguns meses nesse maravilhoso hotel.Hoje moro em Ribeirão Preto mas nunca me esqueci dessa época.Feliz decisão!!!.
 
JOSÉ AUGUSTO BARBOSA em 17/03/2012 04:53:20
Bem lembrado,a feijoada era ótima.
 
Ademir do Espírito Santo Mansilha em 17/03/2012 04:17:09
Sendo morador nas imediações do hotel Campo Grande, de minha casa sempre se "percebia" o movimento de hospedes nas janelas. Me lembro bem das aglomerações na Rua 13 de maio em sua frente, por conta da chegada pessoas e artistas famosos. Naquela época para nós, também era grande atrativo, são momentos inesqueciveis para nós Campograndenses.
Se mesmo houver a reabertura deste, será fenomenal.
 
José B. França Ricardo em 17/03/2012 04:07:35
tinha o Bradesco bem na frente do hotel campo grande,eu era contínuo no banco Bradesco,e passei a ser escriturário,sempre saia do banco de tardezinha,ou ao meio dia,ficava ali olhando o movimento os onibus chique chegando pra pegar os artistas,cantores,jogadores do operario, o goleiro manga se hospedava no hotel,e outros times como corinthias,flamengo,quando teve a mini copa no morenão paraguay e
 
nelson mandu em 17/03/2012 03:35:31
Meu pai sempre levava eu e meu irmão para cortarmos o cabelo na sobreloja do hotel, onde havia um salão com o Sr. Agripino, que sempre foi muito atencioso conosco. Isso foi por um pequeno periodo de 25 anos, até quase o fechamento do Hotel C.G. também haviam os cafés da manhã no periodo de carnaval, que ja era certo ser no Hotel CG.
Agora somente a saudade....
 
Fabio Humberto Barbosa em 17/03/2012 03:11:17
O temporal passo , e agora vamos reconstruir aquilo que e mais tradicional em nossa capital, HOTEL CAMPO GRANDE que seja como o seu nome., sempre vale pena recomeçar , BOA SORTE FAMILIA.
 
luiz carlos rebelo em 17/03/2012 03:06:36
Eu trabalhei neste hotel, que lembranças bonitas tive ao ler esta reportagem... Boa sorte a todos.
 
Aparecido Scarpellini em 17/03/2012 03:01:35
Tomara mesmo que consiga reabrir novamente o Hotel, já estou me candidatando a uma vaga de emprego, rsssss. Parabens e sucesso.
 
maria suely da silva em 17/03/2012 01:54:23
hotel campo grande, tinha a melhor feijoada do mundo!!!! traga de volta adelaide.
 
edmar contar em 17/03/2012 01:39:23
fico feliz em saber dessa novidade, pois tenho certeza que, os que frequentaram e conheceram esse hotel certamente irão reviver grandes recordações assim como eu que fiz o primeiro curso basico bancario no então pomposo hotel campo grande, bons tempos aqueles.

 
agnaldo francisco da silva em 17/03/2012 01:33:53
Quando reabrir o hotel recontrate o barmem que esta na foto ele tem muita vontade de trabalhar la de novo entrar em contato no fone 9246-0853 Francisco godoy
 
Roberto Alves em 17/03/2012 01:03:52
Um momento inesquecível de minha juventude, foi quando participei de uma coletiva no saguão do hotel e fiz a venda de uma obra para o cantor Sidney Magal. Adorei conhece-lo pessoalmente. Uma lembrança especial que este hotel me proporcionou!
 
Fabiana Gasperin Camargo em 16/03/2012 11:10:33
eu vi desde o inicio a construção daquele magnifico edificio, quando tinha mais ou menos 13 anos, então fazia parte da Corporação da Guarda Mirim de C. Grande, fui designado para trabalhar no Banco Financial (anexo ao Hotel C.Grande) pra mim foi um sonho, vi muitos artistas, lembro-me de uma funcionária por nome Maria Cristina Pita Sassioto muito bondosa e caridosa, ajudava a todos sem distinção..
 
vanderley rufino de souza em 16/03/2012 10:37:01
Parabéns aos proprietarios por este belo empreendimento, e torço muito para que volte a ativa. Também parabenizo a jornalista Angela Kempfer, pela excelente reportagem.
 
Adriano de Oliveira Lopes em 16/03/2012 10:32:16
puxa seria interessante se reabrissem como um hotel de época, todo no estilo em que foi fundado mas com os confortos da epoca atual, seria interessante no saguão algo do tipo um painel com fotos de sua memória e celebridades que passaram por lá, algo que nos arremetesse ao tunel do tempo das boas lembranças vividas neste ilustre edificio, que hoje retorna a vida ativa, PA RA BÉNS.
 
eliane guimaraes em 16/03/2012 09:46:16
Ao chegar em C Grande em 1980 vindo da cidade de Água Clara MS, confesso que em novembro de 2011 passei na calçada do hotel e fiquei triste de ver tudo parado, já tive a oportunidade de se alimentar da famosa feijoada que ali existia, sem falar que passa pela 13 todos os dias pro trabalho e pra escola. Hoje como historiador fico entristecido de ver esse empreendimento parado. triste mesmo
 
clovis Domingues em 16/03/2012 09:43:39
Estrutura de concreto cheia de vida e histórias. Em 1999 tive o prazer de levar o então ex-governador do DF Cristóvão Colombo a uma coletiva no hotel p/ lançamento do programa Bolsa Escola em MS. Um mito morou lá e ajudou a levar o Operário Futebol Clube ao 3o lugar campeonato nacional de 1977/78, chamado MANGA, excelente goleiro. Muitos clubes famosos ali se hospedaram. A nostalgia de volta a CG.
 
Prof. Eugênio da Silva Pavão em 16/03/2012 09:15:18
Quero somar aos que torcem pelo renascimento do Hotel Campo Grande. Deus os abençoe.
 
augusto L. dasilveira em 16/03/2012 09:09:29
Iniciei minha carreira bancária no Financial, após a compra do Prudenbank, como menor estagiário, contratato, com carteira assinada (de menor), pelo Sr. Lúdio e meu saudoso pai, João Sassioto, que foi Contador Geral até 1979, quando faleceu precocemente. Muitas saudades dos companheiros de trabalho e do hotel, com suas famosas e inigualáveis feijoadas aos sábados..
 
José Antonio Sassioto em 16/03/2012 09:07:03
Eu jamais irei esquecer do Hotel Campo Gde... meu pai tinha uma barbearia bem na entrada do Hotel, onde muitos hospedes famosos frequentavam agora meu pai ja falecido restou apenas lembranças fotos c/diversos artistas como chico anysio,jogador pele,carla perez.... enfim mtas fotos !!! E hoje qdo passo na frente lembro do meu pai .... meu pai todo lindo,vestido socialmente .... ai que saudade!!!!
 
rosemare de souza em 16/03/2012 08:54:04
eu tbm participei de momentos inesquecivéis do Hotel C. G, faziamos vários eventos no hotel,meu casamento em 1993 foi no hotel, e em 1996 meu filho casou-se tbm no hotel..não dá pra esquecer a importancia que o hotel teve em minha vida e na dos meus filhos.
A ADHONEP uma associação da qual faziamos parte , realizava ali muitos jantares, seminários e outros eventos...
Deus abençoe a reabertura ..
 
marly ribeiro em 16/03/2012 08:47:11
É incrível que em pleno século 21, um edifício desse porte não tenha atraido a atençãoi de grupos hoteleiros do Brasil inteiro. Como outras pessoas, eu trabalhei no Banco Financial, em 1982. Ficava maravilhado de frequentar o saguão do hotel para conversar com os hóspedes. Tomara que apareçam logo pessoas com vontade de investir e reativar um dos símbolos de Campo Grande dos anos 70.
 
João Flores Lopes em 16/03/2012 08:36:52
Maria Adelaide, só não esqueça da tradicional feijoada aos sabados, pois muitos tentaram imitar , mas nada chega perto dos bons sabados no restaurante do HOTEL CG.
 
josé carlos g. lima em 16/03/2012 08:07:19
Nossa seria ótimo rearir novamente!!!! Isso faz parte da nossa história, pois ainda me lembro este hotel em funcionamento..... Poderia ter mais fotos da época para ver
 
eduardo augusto carvalho batista em 16/03/2012 07:09:31
Quantas saudades e lembranças, quanta gente famosa conheci numa época em que a cidade não tinha tantos eventos com pessoas de renome nacional e internacional.Como era legal reunir a galera e ficar na frente do Hotel Campo Grande aguardando os artistas e os atletas ...
 
Edieverson Dias Izidoro em 16/03/2012 07:04:42
Ahh..que saudades do Hotel CG...eu e meu irmão trabalhamos la.Eu era das salas de convençoes e meu irmao da recepção.Bons tempos!! Fiquei muito triste qdo fwchou e até hj, qdo passo por la relembro aqueles dias.
Tomara que volte, que seja tão requisitado como era na epoca.
 
Ana Lucia Bittar em 16/03/2012 06:24:14
Em 1989, passei a minha noite de núpcias neste hotel, fiquei maravilhada porque era muito jovem e nunca tinha estado em um lugar tão deslumbrante, foi um presente de um dos padrinhos de casamento. Sempre senti pelo fato do lugar estar desativado, porque realmente era muito bonito. Espero que em breve possa estar em funcionamento, e quem sabe volto lá com meu marido pra comemorarmos bodas de prata.
 
Silvana Arantes em 16/03/2012 06:02:48
O Hotel Campo Grande me traz ótimas lembranças. Foi no seu saguão que realizei a entrevista para entrar na empresa que trabalho até hoje. Isso foi em agosto de 1994. Torço para que ele reabra e volte a ser referência na nossa capital.
 
FABIO SILVA TURQUE em 16/03/2012 06:01:50
Trabalhei 14 anos no Banco Real , hoje Santader, que fica quase em frente ao Hotel CG - 1983/1997. Era impressionante a multidão que se aglomerava na região, lembro do volei e principalmente dos Menudos.
Ainda é uma estrutura moderna, muito bonita.
Torcemos para a reabertura com todo o glamour que este merece.

Parabéns aos proprietários.....
 
Cleber Sérgio Vargas Pereira em 16/03/2012 05:27:36
HOTEL CAMPO GRANDE ! Boas lembranças anos 1973 à 1979, laborei em uma das empresas do saudoso Ludio Martins Coelho, "BANCO FINANCIAL S/A", recordo como se fosse hoje, eu jovem apenas 19 anos e mais uma galera funcionário de uma agência Bancária no interior do Estado, viajava à Campo Grande com certa frequencia para cursos/treinamentos, nós ficamos hospedados no Hotel Campo Grande, era show !
 
Donizete Jose da Silva em 16/03/2012 05:19:32
Vale a pena acrescentar, que neste prédio, funcionava a Agência 13 de Maio do Banco Financial, também pertencente a família Coelho, e até o terceiro andar do referido prédio funcionava a Administração Geral do Banco, órgãos essenciais, como a Diretoria, RH,Contencioso, Contadoria Geral, Carteira Rural. Neste prédio iniciei minha carreira profissional, e lá se vão 35 anos.
 
ERNANE BARBOSA DOS SANTOS em 16/03/2012 05:19:27
Que história interessante, pena que com poucas fotos....seria interessante ver mais registros daquela época...
 
Marcelo Medeiros em 16/03/2012 05:11:48
A Adelaide é uma batalhadora, uma vencedora!!! E ela sabe que tudo aquilo que colocar as suas mãos irá prosperar!!!! Que Deus te ajude e direcione nesse projeto de trazer de volta uma parte tão importante da memória de Campo Grande...
Ahhhh eu já fiquei na porta do Hotel para ver os jogadores de voley!!! rsrsrs
Pra. Karina
 
Karina Bueno em 16/03/2012 05:00:00
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.