A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

14/05/2012 08:00

Montada em casa dos anos 70, trattoria traz decoração colonial e rústica

Mariana Lopes
(Foto: João Garrigó)(Foto: João Garrigó)

Quem passa um pouco distraído pela rua Odorico Quadros pode confundir a fachada da Trattoria Zafferano com a de uma casa comum. A placa com o nome do restaurante, embutida em um pedaço de portãozinho antigo, fica quase invisível em meio à decoração do jardim e do pé de mussaenda da entrada.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

Mas a percepção de uma casa comum não está tão errada, já que o restaurante foi montado realmente em um antigo endereço residencial, construído na década de 70. Mas claro que o lugar passou por algumas reformas.

“Não mexemos em nada da estrutura, apenas derrubamos algumas paredes para abrir espaço”, conta Alexandre Furquim, proprietário e chef de cozinha do Zafferano.

Como parte da reforma, toda arquitetada por Luis Pedro Scalise, o piso de madeira que revestia o chão virou moldura da parede.

No resto da casa, a pintura foi descascada e ficaram só os tijolos. “Para dar um ar rústico também”, observa Alexandre. E para acompanhar este estilo, os acessórios de decoração foram trazidos, a maioria, de São Paulo, outros comprados em antiquários, e alguns importados da Índia.

“Tudo acaba virando xodó, cada detalhe, cada peça”, diz o proprietário da Trattoria.

Por falar em detalhes, e impossível lembrar de cada um deles no ambiente. Dos móveis antigos e rústicos aos objetos que seguem a mesma linha - com uma pitada de modernidade, as combinações parecem perfeitas para o clima até romântico do restaurante.

O tempo na parede.O tempo na parede.

Do lado de dentro, o que faz o clima é a iluminação. Lustres de palha, fogo em bambus e velas dão uma meia luz bem agradável ao ambiente.

Na casa especializada em culinária italiana e contemporânea, as decorações das mesas são diferentes para o almoço e para o jantar.

No banheiro, a decoração teve influência da região Toscana. Entre os detalhes que mais chamam a atenção, a pia, improvisada em uma mesa de madeira, tem um charme todo especial.

No caminho para o chegar ao jardim, que um dia foi o quintal da casa

todo calçado, o clima fica ainda mais agradável.

Bancos de madeira e mesas de centro acomodam os clientes no gramado. O ambiente é favorável para os dias de calor, mas os lampiões acesos garantem o aquecimento durante o inverno.

A Trattoria Zafferano abre para o almoço, a partir das 11h, e para a janta, depois das 19h.




precisamos disso, sempre quando nos deparamos com esses tipos de lugares nos sentimos mas em casa. amo lugares assim. perfeito.
 
dalvaayres em 14/05/2012 12:53:22
O QUE FALTAVA EM CAMPO GRANDE, BOM GOSTO E CONFORTO. PARABENS,
SO NAO GOSTEI DA FRASE ABERTO PARA A JANTA, JÁ QUE O CORRETO É PARA O JANTAR. DETALHES... MAS RICO.

ATT.
 
LEISE COSTA em 14/05/2012 11:02:20
Otima matéria do melhor restaurante da cidade. Sim, porque além de lindo a qualidade é excelente. Parabens!
 
pedro madeira em 14/05/2012 10:45:30
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.