A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

05/04/2014 07:37

"Semana pra Dança" terá espetáculos, mostra de filmes curso e palestras

Elverson Cardozo
Espetáculos de dança contam com apresentações de grupos regionais e companhias premiadas de SP e RJ. (Foto: Divulgação)Espetáculos de dança contam com apresentações de grupos regionais e companhias premiadas de SP e RJ. (Foto: Divulgação)

De 7 a 13 abril acontece, em Campo Grande, a 8ª Semana pra Dança, com apresentações de espetáculos e mostras de filmes, além de curso e palestras dirigidas. As atividades, gratuitas, acontecem no Teatro Aracy Balabanian e no MIS (Museu da Imagem e do Som)

Veja Mais
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias

A programação inclui, ainda, videodanças que integram o acervo do Dança em Foco - Festival Internacional de Vídeo & Dança e a exibição de filmes da 4ª edição da MS Mostra Videodança, composta por obras criadas por artistas de Mato Grosso do Sul.

Já os espetáculos de dança contam com apresentações de grupos regionais e companhias premiadas de São Paulo e Rio de Janeiro. A distribuição de ingressos será por ordem de chegada. O evento é uma realiação da FCMS (Fundação de Cultura do Estado)

Confira os dias e horários:

7 de abril (segunda) – 19h30 – Museu da Imagem e do Som

Trecho do espetáculo Trilhos da Terra - Cinese Cia de Dança (MS) – Premiado na categoria Novos Criadores do Prêmio Célio Adolfo de Incentivo à Dança 2013 da FCMS, “Trilhos da Terra” nasce na intenção de hibridizar a dança e a história musical do Estado para desenvolver a trajetória da música partindo principalmente dos artistas pioneiros. Encontros, saudades, corações partidos, amores ardentes, ciúmes desmedidos, tudo transborda no palco em sensações, brincadeiras e ritmo. Uma fusão de música, cultura e dança de salão contemporânea.

9 de abril (quarta) – 21 horas - Teatro Aracy Balabanian

Espetáculo Tango aDeus - LuisArrieta (SP) - "O Tango… Continua a habitar este corpo gasto e a impregná-lo com sua incansável queixa. Tentar dançá-lo é luta inglória. Impossível quanto não querer ouvi-lo. Recôndito, depois de tantos anos, deleta-me nos restos dos gestos que esboço e ofereço."

10 de abril (quinta) – 21 horas – Teatro Aracy Balabanian

Espetáculo Profanação - Cia Danças (SP) - Circulação pelo Prêmio Klauss Viana de Dança 2013 da Funarte, partiu inicialmente de uma pesquisa sobre o samba, sua história, raízes, movimentos. Concomitante a essa investigação surgiu a inspiração propiciada pela leitura do livro ‘Profanações’ de Giorgio Agamben, que veio compor a pesquisa da coreógrafa em observar o samba como um ritual.

11 de abril (sexta) – 21 horas - Teatro Aracy Balabanian

Espetáculo Menu de Danças - Cia Gente (RJ) - Com direção de Paulo Azevedo, dispõe de 3 criações que fazem parte do programa R.E.D.E.S. que tem por objetivo identificar, reconhecer e fomentar artistas, coletivos e núcleos em processos criativos. Dispõe de elementos que exibem na espacialidade, no tempo, e, propriamente no corpo que dança formas de habitat. 

12 de abril (sábado) – 20 horas - Teatro Aracy Balabanian

Espetáculo Singulares - Cia Dançurbana (MS) - Premiado na categoria Circulação do Prêmio Célio Adolfo de Incentivo à Dança 2013 da FCMS e aprovado pelo Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2011, a criação de Singulares começou abordando questões particulares de cada um dos dançarinos – Quem sou eu? Como sou? – e terminou apresentando encontros, convergências entre essas histórias – Como estou ou posso estar em relação a você? 

13 de abril (domingo) – 20 horas - Teatro Aracy Balabanian

Espetáculo Se você me olhasse nos olhos – Ginga Cia de Dança (MS) - Premiado na categoria Montagem do Prêmio Célio Adolfo de Incentivo à Dança 2013 da FCMS, “Se você me olhasse nos olhos” é uma criação coletiva fruto do encontro de intérpretes-criadores com experiências distintas em dança. Instigados pelos cinco sentidos e acompanhados por uma trilha apaixonada quase brega, os intérpretes flertam, negam, disputam, concordam... Brincam com as possibilidades do que pode acontecer após uma troca de olhares.

 

CineMIS – Museu da Imagem e do Som – 19 horas

7 de abril (segunda-feira) - Esse Amor que nos Consome - (Dir. Allan Ribeiro - Drama, 80min, 2013). GattoLarsen e Rubens Barbot são companheiros de vida há mais de 40 anos e acabam de se instalar em um casarão abandonado no centro do Rio de Janeiro. Ali eles passam a viver e ensaiar com sua companhia de dança. A luta do dia a dia mistura-se à criação artística e à crença em seus orixás. Por meio da dança, espalham-se pela cidade, marcando seus territórios.

8 e 9 de abril (terça e quarta-feira) - Mostra de Videodança – Acervo dança em foco. Evento orientado para o desenvolvimento conjunto das linguagens da dança, do cinema e do vídeo, nasceu da constatação de que a dança, hoje, a exemplo de outras artes, encontra na tecnologia a possibilidade de criação de novos parâmetros estéticos. Criado em 2003 no Rio de Janeiro, o festival tornou-se uma referência nacional e internacional no contexto das relações entre a dança e as tecnologias da imagem, onde a videodança emerge como eixo maior.

10 de abril (quinta-feira) – Verve, um corpo na cidade – (Dir. Paolla Itagiba – Videoarte/videodança, 14min, 2013) - Verve também poderia se chamar "um corpo na cidade". Mas que corpo é esse, ora que serve às lentes atentas a registrá-lo? Tendo como base trechos da obra "Tetralogia Cidade", de Paulo E. Azevedo, em "Verve" perscruta-se o gesto, o movimento e os elementos que compõem as cenas como parte da cidade que finalmente dança. E o que pode ocorrer, outrora, quando a cidade além de cenário se tornar também bailarina?

11 de abril (sexta-feira) – 4ª MS Mostra de Videodança - Produções diversas em videodança sul-mato-grossense. Com o intuito de promover o fortalecimento e a continuidade na produção em videodança no cenário regional e nacional, a mostra apresentará as manifestações em videodança produzidas por artistas sul-mato-grossenses.

Palestras - Outra novidade nessa edição do CineMIS serão as palestras, que serão realizadas antes das exibições. Nos dias 8 e 9, Gustavo Gelmini falará sobre videodança; no dia 10 haverá a palestra “Outras possibilidades na criação e produção artística: as Redes em Cena”, com Paulo Azevedo; no dia 11 haverá palestra sobre as ações da Funarte com Fabiano Carneiro, coordenador de Dança da Fundação Nacional das Artes.

Curso “Videodança - Diálogos entre Cinema e Dança”

8 e 9 de abril (terça e quarta) – Museu da Imagem e do Som - Das 10h às 13 horas e 14h às 17 horas.
Com exercícios práticos e exemplos teóricos, Gustavo Gelmini irá conduzir os participantes à elaboração de frases e planos que estabeleçam a relação entre cinematografia e dança, intitulada videodança.

Gustavo Gelmini é cineasta, diretor de videodanças da Cia. Staccato | Paulo Caldas e diretor de imagem dos coreógrafos Esther Weitzman, João Saldanha, Marcia Rubin, Paulo Caldas, Renato Vieira, entre outros. Foi produtor, editor e fotógrafo de diversos e premiados documentários internacionais, entre eles o norte-americano “Mataram

Irmã Dorothy”, premiado como melhor documentário no SXSW, indicado ao Emmy Awards e pré-selecionado ao Oscar.

Inscrições podem ser feitas até 6 de abril com o envio de currículo para o e-mail: nucleodanca.fundacaocultura.ms@gmail.com. Serão disponibilizadas 25 vagas.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.