A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

21/07/2016 08:35

Aos 24 anos, Douglas Cezar já compôs canções como 'Escreve Aí' e quer ser cantor

Naiane Mesquita
Douglas é compositor e agora pretende seguir em frente com a carreira de cantor Douglas é compositor e agora pretende seguir em frente com a carreira de cantor

Douglas Cezar tem apenas 24 anos, mas alguns sucessos na bagagem. Quando colocou no papel “Escreve Aí”, “Eu, você, o mar e ela” e “Isso cê não conta” não imaginava que veria uma música sua tocar exaustivamente nas rádios de todo o País. Mas estourou, nas duas primeiras, compondo para o amigo Luan Santana.

Veja Mais
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais
Da droga à reabilitação, Zé Pretim sobe ao palco com banda e repertório afiado

“A música sempre foi algo natural para mim. Aos 13 anos eu tocava violão e comecei meio sem motivo nenhum a compor, nem sei ao certo. Isso permaneceu comigo, fui para a faculdade, fiz odontologia, mas vi que não era algo que eu queria. Eu queria a música e ela me queria também”, acredita Douglas.

Em março deste ano, Luan Santana esteve em Campo Grande para cantar no show de lançamento da dupla de Douglas, ao lado de Marquinhos. 

Douglas com Luan Santana, parceiro profissional (Foto: Reprodução/Facebook)Douglas com Luan Santana, parceiro profissional (Foto: Reprodução/Facebook)

Compositor de mão cheia do sertanejo contemporâneo, Douglas conseguiu se aproximar de grandes intérpretes do gênero como Luan Santana e Bruno e Marrone. Nas canções de maior sucesso, tem parcerias com Bruno Caliman, Dudu Borges e Caco Nogueira, 3 caras super jovens que também ganham muito dinheiro compondo para os grandes astros sertanejos do momento.

No Facebook do músico, há fotos e vídeos ao lado de todos os ídolos, inclusive Zezé Di Camargo. “Sempre fui mais compositor. Tenho duas canções no topo das paradas, que é Escreve Aí, a mais tocada no mês passado, e Isso Ce não Conta, do Bruno e Marrone. Tive outras músicas que figuraram no cenário nacional também, entre elas, Se Topa?”, ressalta.

Amigo de Mariano, da dupla Munhoz e Mariano, Douglas conseguiu dessa forma se aproximar dos grandes estúdios. “Fui no show deles e conheci o João Neto e Frederico, eles estavam no auge de Lê lê lê. Eles me convidaram a entrar no escritório, a Workshow, que hoje está com Marília Mendonça e Maiara e Maraísa, por exemplo”, explica.

Nesse caminho, o músico conheceu Luan Santana. “Por meio de amigos em comum. Tivemos uma sintonia bem grande de início e estamos até hoje construindo músicas novas”, descreve. Douglas é um dos compositores de “Eu, você, o mar e ela”, última canção lançada por Luan e mantém uma amizade próxima do cantor, com quem até viajou para os Estados Unidos. 

O trajeto de sucesso acabou deixando em Douglas o desejo de seguir como cantor, desta vez sozinho. “Eu acho que isso está em mim também, assim como a composição é um lado meu, as duas gritam juntos, esse lado de cantar me fascina tanto quanto a composição, vamos ver o que virá”, acredita.

Apaixonado por sertanejo, o músico provavelmente seguirá esse caminho. “Mas, eu gosto de muita coisa, Coldplay, Bruno Mars, música de fora, internacional e daqui Ana Carolina, por exemplo. Eles me influenciaram muito, não só o sertanejo”, indica.

Fim de semana tem cover de Freddie Mercury e Whindersson
As atrações acontecem no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Confira outras dicas da Agenda Cultural....
Filhos e netos, os artistas mais importantes no palco
Escolas particulares de Campo Grande investem em grandes espetáculos para marcar o fechamento do ano letivo....



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.