A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

07/05/2015 09:57

Câncer mata aos 79 anos dona do Bar da Madá, famoso pelas feijoadas

Flávia Lima
Madá ficou famosa por sua feijoada e pelo carinho com a classe artística. (foto:Divulgação)Madá ficou famosa por sua feijoada e pelo carinho com a classe artística. (foto:Divulgação)

Uma das figuras mais proeminentes do cenário cultural e gastronômico de Campo Grande, a comerciante Madalena Epifânio, 79 anos, criadora de uma das feijoadas mais famosas da Capital, faleceu na madrugada desta quinta-feira (7). Dona do tradicional Bar da Madá e que desde 2013 passou a se chamar Lá na Madá, após mudar de endereço, ela havia sido diagnosticada com câncer no pâncreas em janeiro.

Veja Mais
Depois de seis anos, original bar da Madá reabre com a feijoada que fez fama
Com bugrinhos de Conceição, galeria reúne arte de MS e área ainda atende eventos

Segundo sua filha, Tânia Epifânio, que comandava o bar, localizado na Vila Alba, ao lado da mãe, Madá estava afastada das atividades há dois meses, mas não abriu mão, até os últimos dias, da companhia dos amigos e fez questão que a filha continuasse com os serviços do bar, que oferece a tão conhecida feijoada todos os sábados.

Tânia conta que a evolução da doença foi rápida e por isso ela preferiu se afastar do convívio dos clientes. “Como era uma pessoa muito alegre, ela não quis que ninguém a visse assim”, ressaltou.

Conhecida por incentivar a carreira de muitos músicos que passaram pelo palco do bar ao longo de várias décadas, a comerciante será homenageada por eles no velório que acontece no cemitério Memorial Park. Amigo de Madá há mais de 18 anos, o comerciante Silvio Silvério de Lima conta que esteve com ela um pouco antes do carnaval e, apesar da doença, a alegria da comerciante era a mesma dos tempos em que o bar funcionava na Vila Carvalho, onde fez fama.

Silvio conta que um grupo de músicos, amigos fiéis que sempre tiveram apoio da comerciante, se revezavam todos os dias para fazer companhia a Madá. “Para mim, o mais marcante era o sorriso dela. Não vou esquecer”, ressaltou. Marca registrada da comerciante, a alegria da comerciante foi destacada na frase postada na página do facebook do bar, esta manhã. “Na memória de quem ama não há lugar para o esquecimento, só para a saudade daqueles que durante a vida nos trouxeram tanta alegria. Sentiremos muita falta desse sorriso”, destaca a postagem.

E é justamente para manter essa alegria de viver da mãe, que Tânia afirma a continuidade dos trabalhos do bar já a partir do próximo sábado (9). “É uma questão de respeito. Apesar de tudo, a vida continua”, afirma. O sepultamento está marcado para às 16h30.




Uma perda muito grande para o cenário artístico campo-grandense. Vá com Deus, Madá!
 
Guaraci Mendes em 07/05/2015 14:51:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.