A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

23/11/2012 09:09

Chico Neller, uma marca na dança de Mato Grosso do Sul

Ângela Kempfer e Anny Malagolini
Chico vive para a dança há 32 anos. (Foto: Divulgação)Chico vive para a dança há 32 anos. (Foto: Divulgação)

Uma escolha e, a partir de então, 32 anos dedicados à dança. Chico Neller é praticamente marca cultural, uma daquelas pessoas que ninguém imagina longe da arte, no caso dele, do movimento.

Veja Mais
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais
Da droga à reabilitação, Zé Pretim sobe ao palco com banda e repertório afiado

Aos 48 anos, o currículo é suficiente para o reconhecimento público em alto e bom som. Começando pela criação de umas companhias de dança mais importantes do Estado, o Ginga.

“Como não há senhor do bom começo, só do Bonfim”, o inicio da carreira foi complicado. A família do rapaz não aceitava a vocação. “Arte não tem futuro”, repetiam em casa.

O apoio veio de onde a maioria menos espera. O pai dava passe de ônibus escondido para o filho ir ensaiar.

Dentre tantos tombos, um ele lembra como incentivo. No Rio de Janeiro, durante congresso nacional de dança, o ministrante o escolheu e na frente de toda a turma de 400 alunos, Chico foi o exemplo de como não se deve dançar.

Envergonhado, já que ele praticava dança há cinco anos, ele voltou a Campo Grande e decidiu estudar mais. “Fazia aulas em diferentes escolas, de balé clássico a jazz”, diz.

O menino cresceu e passou a ganhar títulos, como melhor coreógrafo do festival de dança de Joinville, o mais respeitado do País.

“Já tentei parar. Até tive uma pausa de 6 meses, era época de cursinho e queria prestar vestibular para Odontologia, mas não aguentei e voltei a dançar”, lembra o bailarino.

Passado tanto tempo, nada ainda é fácil. A técnica e a dedicação são incontestáveis. Mas a falta de patrocínio ainda emperra o trabalho.

Está aí mais um mérito do homem que ainda insiste em viver de dança em Mato Grosso do Sul. “Aqui tem muita gente boa, mas que acabou desistindo por falta de recursos”, lembra.

 

Espetáculo Superfície do Homem, de 2006, coreografia de Chico.Espetáculo Superfície do Homem, de 2006, coreografia de Chico.

O bailarino já não acredita nas escolas de dança, acha que o olhar é sempre muito comercial. “Não vê a dança, não vem como material humano. Aqui as pessoas ainda pagam para dançar”, lamenta Chico.

A Ginga Cia de Dança surgiu no da 1° de maio de 1986, formado por Renata Leoni, Romano Vargas, Miriam Jimenez, Luciane Mamoré, Roberta Siqueira, Gisele e Janine Freire. “Procuramos nossa identidade, e nos encontramos. Um dos principais trabalhos foi a “Conceição de Todos os Bugres”, de Conceição ferreira.

No ano passado, o grupo comemorou 25 ano. Para comemorar, montaram o primeiro trabalho todo concebido pelos bailarinos e agora capta recursos para poder circular com o projeto.

Com coreografias do jazz a dança contemporânea, desde a primeira formação as transformações são desafio constante, apesar das dificuldades. Mas foi assim que o grupo se tornou um dos mais importantes e atuantes companhias do País.

Inquieto, quando o Ginga andava em passos mais lentos, Chico se envolveu em projeto em parceria com a prefeitura de Campo Grande. O Ginga abriu as portas para ensinar alunos de escolas municipais. “O sucesso foi tanto que o grupo chegou a receber 400 alunos por ano, e com isso decidiram abranger toda a comunidade, e qualquer pessoa a partir dos 6 anos de idade”, conta.

Bom para a alma e para a dança de Mato Grosso do Sul. “Temos bons profissionais que saíram daqui e hoje são destaques por todo o Brasil”.

Para Chico, o Ginga é a melhor parte da vida. “São 32 anos dedicados ao Ginga, é uma vida inteira”.

Fim de semana tem cover de Freddie Mercury e Whindersson
As atrações acontecem no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Confira outras dicas da Agenda Cultural....
Filhos e netos, os artistas mais importantes no palco
Escolas particulares de Campo Grande investem em grandes espetáculos para marcar o fechamento do ano letivo....



Além de ser uma das grandes referências nacionais no cenário artístico e cultural, o Chico é uma pessoa extremamente humana, de um profissionalismo incontestável e de caráter indiscutível. Tive o prazer e a honra em poder desfrutar um pouco disso tudo na cidade onde moro, onde fomos coreografados por eles.Hoje vivo da dança e faço dela minha vida.Simplesmente sou grato por tudo Chico, um cara de poucas palavras, mas que possui um coração de ouro.Você é o nosso orgulho.Parabéns e Até o nosso reencontro pelos palcos da vida!!!
 
Jô Diuary em 11/08/2013 16:26:58
Muito orgulho de ter feito parte do Ginga, lá fiz muitas amizades em nossas apresentações no teatro Glauce Rocha, como a que foi feita homenagem aos índios, saudades daquele tempo que não volta mais...
 
ana barros em 29/11/2012 10:01:59
Gostaria de um telefone de contato do Chico Neller, ou endereco da Academia. Grata
 
IARA COSTA em 28/11/2012 06:48:37
Você é um dos orgulhos da nossa família. Quando vc fala da pai que te dava passe de onibus escondido, vc fala do nosso pai e amigo, o saudoso José Sebastião da Silva, " o Ferramenta" homem humilde e mesmo sem conhecer as letras soube através da sua visão futurista, conseguiu encaminhar seus 13 filhos e vc sempre será o destaque entre nós, que o amamos e adimiramos muito, Chico Neller!!! Campo Grande na dança existe antes e depois de vc!!! Parabens!!!
 
Marcilio de Souza silva em 26/11/2012 08:12:34
Parabéns Chico vc fez parte de uma das melhores fases da minha vida. Todos os dias penso em voltar a dançar e logo vem aquela sensação da entrada no palco , a música que toma conta de toda nossa alma! Você foi muito importante em minha vida , e merece todo esse mérito que esta recebendo.
 
Giuliana Almeida Marra em 24/11/2012 18:06:18
Parabéns Chico Neller! Deus o abençoe cada vez mais em sua caminhada, meu diretor preferido! Dancei com ele em 1991 até 1996 no grupo Kahunas, grupo que ele dizia brincando em ser os filhos do Ginga, até porque todos nosso professores eram do mesmo,aulas, ensaios, ajudando no q preciso.Sempre juntos tanto no espaço, quanto na caminhada da dança.Infelizmente o grupo Kahunas se desfez em menos de 10 anos, mas que trouxe muita alegria a nós participantes por fazer parte da história do Chico Neller juntamente com Ginga. E que ficou para sempre em nossos corações os momento vivido e amizades que se tornaram eternas.Algumas integrantes do Kahunas foram para o Ginga antes e pós término do grupo Kahunas.Chicoo,da próxima fala de nós! Risos.Bjs te amamos,todas do Kahunas,nos orgulhamos d vc sempre!
 
Elaine Franco em 24/11/2012 16:35:57
É realmente adimiravel a relação que Chico estabeleceu entre ele e a dança, onde ambos se tornam "um". Dedicação, coragem, jogo de cintura e muito talento para conseguir viver da arte da Dança em um Cidade/Estado, que pouco valorizam sua Cultura.
Compartilhar conhecimento aprender com cada um dos individuos que por ali passou esta sempre foi a imagem que o Professor Chico Neller, transpareceu em sala de aula.
É por isso que eu e muitos outros tenho certeza seremos sempre gratos por todo o conhecimento adquiridos e que certamente nos tornou pessoas muito mas concientes de seus valores perante a sociedade.
 
Juliana Caceres em 23/11/2012 19:58:57
Parabéns Chico por esse maravilhoso trabalho. Sou muito grata a você pois além de ensinar dança nos ensina a ser pessoas melhores. Fico muito feliz por que tive meu sonho realizado, que é fazer parte projeto dançar e ter o Chico como professor. Admiro muito seu trabalho e sua historia.
 
Adriana Zuleger em 23/11/2012 18:28:57
Parabéns Chico, você é um vitorioso eu vi toda sua luta e esforço para fazer o Grupo Ginca a realidade que é hoje, fez o seu nome ser uma referencia no senario da dança, e ampliou os horizontes do Grupo nacionalmente, seu nome é marca registrada em Cpo Gde por ser um amante da dança, você trilhou um caminho com garra, determinação , competencia e muito esforço.
 
João Bandeira em 23/11/2012 14:33:34
Sou grata por tudo que o chico já me ensinou e nāo troco ele por professor nenhum de balé ele é uma grande inspiraçāo pra mim, sou apaixonada por seus trabalhos e perla pessoa que ele é. Além de aluna sou uma grande fā.
 
raíra viudes em 23/11/2012 14:17:22
Tive a honra de dançar nesse grupo e fazer parte da coreografia Conceição de Todos os bugres. Bons tempos que não voltam mais ... valeu muito a pena e muito aprendizado.
Parabéns pela ótima matéria e muito sucesso ao Chico e a nossa dança.
 
Denia Bernal em 23/11/2012 13:45:42
Parabéns a este jornal, q reconhece talentos.Sou mãe d 1 bailarina (Isa Marques), q não quis participar da própria formatura, pois tinha espetáculo no mesmo dia para apresentar e ADMIRA MUUUITO o CHICO. ELE É ORGULHO PARA O NOSSO ESTADO. Vale a pena investir e viver de dança, pois se vive feliz ...faz bem pro corpo e pra ALMA.
 
Noelina Marques em 23/11/2012 13:22:43
Prezados, não fiz parte da formação inicial do Ginga. Entrei em 1991.
Mas foi graças ao acolhimento do Chico que permaneci no Ginga e na dança até hoje. Obrigada pelas oportunidades de troca com você Chico.
 
Renata Leoni em 23/11/2012 12:11:33
Grande mestre da dança sul-matogrossense...
Sou muito fã deste cara! =D Simples, humilde e imensamente talentoso!
 
Mariellen dos Anjos em 23/11/2012 11:31:46
Grande mestre.
Merecedor de todo mérito! Sempre!
Muitas saudades!
 
Elton Ricci em 23/11/2012 10:43:00
Fui aluna do Chico Neller no início dos anos 90, ele é um incentivador da dança, sensível e muito generoso, me ensinou sobre a dança e sobre a vida.Sou sua fã!!! Foi um período maravilhoso da minha vida. Linda homenagem do Campo Grande News!!
 
Ana Carolina Budant em 23/11/2012 10:32:47
Sou extremamente fã do trabalho de Chico Neller a muito tempo. Ele é um orgulho para a dança do MS. Parabéns Chico!!!
 
Fabiana Rocha em 23/11/2012 10:26:21
Eu fiz aula no projeto dançar com o Chico. Que saudade!!
Ele é um ser humano maravilhoso!! Sempre dedicado e atencioso...
Deus te abençoe sempre!
Tudo de bom Chico!! :)
 
Regina Paula em 23/11/2012 10:21:42
Conheço sua história, são pessoas como você que fazem o diferencial no mundo, parabéns! Continue sendo esse exemplo de que a vida vale a pena.
 
Rosangela da Silva em 23/11/2012 10:19:56
O Ginga devia ser mais lembrado. É motivo de honra essa cia ser de Mato Grosso do Sul. Uma pena os investimentos do Estado, do município e da iniciativa privada serem tão baixos. Parabéns Chico por sua perseverança com arte na terra do boi e da soja e parabéns principalmente por com o projeto Dançar mudar a vida de vários jovens. Eu tenho orgulho de ser da terra do Ginga.
 
João Paulo Bernal em 23/11/2012 10:08:05
É com muita saudade e orgulho que leio essa matéria!Saudade de dançar livremente,como me senti no Ginga por 8 anos e Orgulho,por ter tido a honra de conhecer e admirar Chico Neller!
Parabéns a todos que fazem do Projeto,algo diferente e inspirador!Só um bailarino que já esteve nas salas do Ginga sabe do agradecimento por já ter estado ali.
 
Mylena Silva em 23/11/2012 10:04:59
O Chico Neller é um ícone da dança no MS, nos encanta e nos orgulha durante muitos anos com inúmeros espetáculos. Ja se passaram muitos Grupos e Cia de Dança e acabaram, mas o Grupo Ginga continua cada vez mais lindo firme e forte. Parabéns Chico continue brilhando... sou sua fã.
Iris Viana
 
Iris Viana Ramos em 23/11/2012 09:50:52
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.