A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

23/01/2014 20:40

Compositor de “60 dias Apaixonado”, Constantino Mendes morre em SP

Vinícius Squinelo
Constantino Mendes, durante entrevista à TV TEM (Foto: Reprodução / TV Tem)Constantino Mendes, durante entrevista à TV TEM (Foto: Reprodução / TV Tem)

Compositor da música que faz sucesso há mais de 30 anos e um dos símbolos de Mato Grosso do Sul, Constantino Mendes morreu hoje (22) em São José do Rio Preto (SP), durante uma cirurgia no hospital Beneficência Portuguesa. Ele deixa também um repertório de aproximadamente 300 músicas, mas nenhuma que marcou mais que “60 Dias Apaixonado”.

Veja Mais
Aparecida do Taboado, a cidade que deixou o mundo "60 Dias Apaixonado"
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo

A canção, escrita por Constantino e Darcy Rossi, ambos paulistas, resiste há gerações, desde quando Aparecida do Taboado pertencia ao Mato Grosso. A composição é da década de 70, antes da criação de Mato Grosso do Sul, que completa 35 anos em 2012.

A história que faz sucesso há mais de 30 anos também é símbolo do Estado e se tornou o segundo hino da pequena e inesquecível Aparecida do Taboado. Isso oficialmente, porque na prática, ninguém desbanca a canção.

A paixão pela música é tamanha, e não deixou escapar nem grandes ícones do sertanejo nacional, e foi regravada por diversos artistas renomados, como Chitãozinho e Xororó e Milionário e José Rico.

Chitãozinho conta no documentário “Nesses Versos”, que a música foi encomendada a Constantino para que fosse usado o bordão “60 dias apaixonado”, famoso nas rodas dos peões. O refrão e a música foram feitas por Constantino e depois repassada a Rossi, que finalizou a canção.

Além de “60 Dias Apaixonado”, Constantino ficou famoso também por outras músicas, como "Sete Noites de Paixão" e "Ela Fez Minha Cabeça", também regravadas por grandes artistas.

Constantino morreu ao se submeter a uma ponte de safena. O compositor, de 57 anos, sofreu uma parada cardíaca. Ele trabalhava como representante e formava dupla com o irmão Mercury, com quem cantava durante os finais de semana eventualmente.




eu tive o prazer de conhecer pois ele é padrinho da dupla fiel e favorito com quem eu trabalho alguns tempos.era uma pessoa simples de um bom coraçao e um compositor fantastico vai deixar saudade ,mais fica sua cançoes lindissima
 
maria auxiliadora em 24/01/2014 09:07:00
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.