A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

17/12/2015 06:23

De Jedis, fãs de Star Wars lotam a pré-estreia e até choram após a sessão

Naiane Mesquita
Alexandre aprendeu a gostar de Star Wars ao lado do pai, o também Alexandre (Foto: Adriano Fernandes)Alexandre aprendeu a gostar de Star Wars ao lado do pai, o também Alexandre (Foto: Adriano Fernandes)

A força está em todo lugar. Nas redes sociais, nas chamadas da televisão, nas mesas de bar e no garoto que se veste de Jedi para acompanhar a pré-estreia de “Star Wars: O Despertar da Força” nos cinemas.

Veja Mais
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais
Da droga à reabilitação, Zé Pretim sobe ao palco com banda e repertório afiado

O filme que tem milhares de fãs pelo mundo chega ao seu sétimo capítulo da franquia revigorado, com personagens que são capazes de arrancar lágrimas dos admiradores e novos rostos, que se mantêm fiéis a proposta da produção.

O Cinemark disponibilizou cinco salas para o filme e isso lotou o cinemaO Cinemark disponibilizou cinco salas para o filme e isso lotou o cinema

Muitos filmes são capazes de arrastar multidões para salas de cinema e tornar imortais pré-estreias, mas Star Wars consegue a façanha de lotar cinco salas da rede Cinemark no Shopping Campo Grande e com antecedência. De longe, o “mar” de gente é tão grande, que só da para identificar quem realmente adotou o sabre de luz como arma.

Um desses foi o adolescente Alexandre Miranda Filho, 15 anos, que foi caracterizado de Jedi e com direito ao adereço. Ao lado dos amigos, que só não vieram fantasiados por timidez, e do pai, o grande incentivador da coisa toda, o menino ficou feliz ao descobrir que não era o único ao levar a sério a paixão pela série de filmes. “Sou muito fã, comprei essa fantasia há um tempo e fiquei feliz de poder usar. Estou muito ansioso para assistir ao filme e feliz de ser uma das primeiras pessoas do Brasil a ver”, confessa.

O pai Alexandre Miranda, 37 anos, nunca imaginou que o filho gostaria tanto do filme. “Eu assistia em casa e ele via junto comigo, criança ainda. Nunca forcei a nada, foi natural. Tanto que depois eu fui deixando de lado e ele continuou como fã”, orgulha-se.

Jeannie Maria foi com seu sabre de luz  para o cinema (Foto: Adriano Fernandes)Jeannie Maria foi com seu sabre de luz para o cinema (Foto: Adriano Fernandes)

A história de família se repete em muitos outros pontos da enorme fila que se formava para as salas de cinema. Luis Andrade, 49 anos, lembra que foi assistir ao Episódio IV – Uma Nova Esperança na década de 70 e coincidentemente encontrou um colega que também viu junto com ele. “Agora nos perdemos de novo. Nunca imaginaria que o encontraria aqui, mas com minha família”, ri.

Ao lado da mulher Vânia Andrade, 40 anos e dos filhos Luis Felipe, 12 anos e Helena Andrade, 16 anos, o publicitário decidiu enfrentar a fila por causa do mais novo. “Ele gosta mais que eu. Na minha época, não existia tantos efeitos especiais, era algo inédito, por isso tantas pessoas gostaram. Depois, ao longo do tempo a paixão pela saga se renovou nas novas gerações, meu filho que resgatou isso em nós”, confessa.

Star Wars tem sete filmes no total, sendo que o primeiro a ser lançado foi o Episódio 4, em 1977. O diretor George Lucas foi o grande idealizador da trama e só repassou a bola recentemente, em “O Despertar da Força”, para o cineasta J.J Abrams, responsável pela série Lost e pelos filmes “Star Trek” e “Super 8”.

A família Andrade foi acompanhar o filho mais novoA família Andrade foi acompanhar o filho mais novo

Para muitos, a escolha de Abrams foi mais que acertada. “Não poderia ser melhor, ele é ótimo e estou muito confiante”, afirma Jeannie Maria, 37 anos, estudante de Artes Cênicas, antes da sessão. Apaixonada por Hans Solo, interpretado desde os anos 70 por Harrison Ford, ela ficou em êxtase ao poder rever o personagem e Chewbacca, seu fiel escudeiro, que retornam as telas. Sobre o filme, após a sessão, ela só tem elogios.

“Foi bem emocionante não só por ter as personagens que todo fã queria ver mas eu também me senti cativada pelos novos. Me empolgou muito a participação das personagens femininas assim como o equilíbrio entre cenas de ação e outras mais nostálgicas”, diz.

Os fãs são praticamente unanimidade ao elogiar o novo longa. “Eu amei o filme, é muito bom. Ele respeita os fãs, os personagens antigos que começaram tudo isso, mas trazem novidades para as próximas gerações, agradam o público antigo, mas tem novos personagens muito bons, que tem uma coisa ou outra ligada a trilogia antiga”, diz Paulo Henrique Moreira, 23 anos, professor de educação física e também um dos vestidos de Jedi na pré-estreia.

A fotógrafa Vanessa Tamires, 26 anos, que estava na pré-estreia no Cinépolis também elogiou o filme, ressaltando que o final teve direito a palmas e algumas pessoas chorando. “Foi maravilhoso foi lindo foi épico expectativa cumprida. Estou até agora em êxtase, teve gente que chorou”, afirma.

R2-D2 não faltou a pré-estreia também (Foto: Adriano Fernandes)R2-D2 não faltou a pré-estreia também (Foto: Adriano Fernandes)
Fim de semana tem cover de Freddie Mercury e Whindersson
As atrações acontecem no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Confira outras dicas da Agenda Cultural....
Filhos e netos, os artistas mais importantes no palco
Escolas particulares de Campo Grande investem em grandes espetáculos para marcar o fechamento do ano letivo....



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.