A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

10/07/2016 07:25

Dia Mundial do Rock terá exibição de filmes e sarau gratuito de 11 a 15 de julho

Naiane Mesquita
Whiplash indicado ao Oscar de melhor filme e vencedor de coadjuvante abre a programação no MISWhiplash indicado ao Oscar de melhor filme e vencedor de coadjuvante abre a programação no MIS

O dia do rock é comemorado em 13 de julho mas, muito antes, o MIS (Museu da Imagem e do Som) prepara uma série de exibições cinematográficas, palestras e exposição fotográfica que mostram o lado visceral do gênero musical e de todos os outros que fazem o coração pulsar mais forte. A entrada de 11 a 15 de julho é gratuita no projeto "Som e Fúria".

Veja Mais
Com bugrinhos de Conceição, galeria reúne arte de MS e área ainda atende eventos
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital

A abertura acontece no dia 11, com o filme “Whiplash”, indicado ao Oscar de melhor filme e vencedor na categoria coadjuvante com J. K. Simmons. A história mostra a carreira de um jovem estudante de música, que tenta encontrar a perfeição na bateria de uma banda e acaba tomando várias decisões para alcançar o sonho. Para comentar o longa-metragem, o também baterista Ernani Junior fala sobre limites e um pouco da profissão.

No dia 12 de julho, a programação continua com o documentário “A Todo Volume”. O filme dirigido por Davis Guggenheim, de 2008, mostra o envolvimento de três emblemáticos músicos, Jack White (The White Stripes), Jimmy Page (Led Zeppelin) e The Edge (U2) com a guitarra. Os comentários sobre o longa ficam para o músico Caio Dutra.

Já no Dia do Rock, o clássico “Detroit Rock City” será exibido. O filme de 1999 mostra quatro adolescentes que tem uma banda cover do Kiss e que tem a todo custo ver seus ídolos. Ao contrário de uma palestra, no dia haverá um sarau, com quatro músicos de bandas diferentes interpretando canções lendárias do rock em Campo Grande.

Para a coordenadora do MIS, Marinete Pinheiro, a proposta é fomentar o som de Mato Grosso do Sul, um pouco esquecido no museu. “A produtora Hulk nos procurou com essa proposta e aceitamos por ser bem interessante. Na quarta-feira haverá uma apresentação musical de uma hora, além de uma programação exclusiva do segmento da música. Estamos contemplando a imagem e o som. Sentimos que estávamos necessitando de mais atividades nesse sentido no museu”, acredita Marinete.

Por fim, a programação termina no dia 15 de julho, com o filme “Botinada – A origem do Punk no Brasil”. Quem fala sobre o longa é o músico Enrique Gonçalves.

O MIS fica no Memorial da Cultura e Cidadania, na avenida Fernando Correa da Costa, 559. Todas as exibições começam às 19 horas. A entrada é gratuita.

Informações pela página oficial do evento. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.