A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

15/08/2016 09:56

Divulgada lista de 77 projetos que vão receber quase R$ 5 milhões do FIC MS

Thailla Torres
Roberto Higa é um dos contemplados com recursos do FIC este ano. Roberto Higa é um dos contemplados com recursos do FIC este ano.

O Diário Oficial desta segunda-feira divulga a lista de projetos aprovados no FIC (Fundo do Investimento Cultural de Mato Grosso do Sul), após um mês de espera. 

Veja Mais
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo

Dos 77 aprovados, 16 são da área de música, 12 de literatura, 7 de audiovisual, 8 de artes cênicas, 2 projetos contemplam museus e 3 são investimentos para artes visuais e patrimônio histórico. As categorias folclore e formação, tiveram 4 aprovados em cada. Também há 2 de artesanato, 1 relativo à biblioteca,  1 de arquivo e 14 projetos culturais do interior, entre eles  II Festival de rua do “Toro Candil” de Porto Murtinho (R$ 125.360,00) e 6º Festival Internacional do
Chamamé de Rio Brilhante (R$ 138 mil).

Serão repassado quase R$ 5 milhões para os projetos. A Associação Arado Cultural foi a que recebeu o maior valor. São R$ 156 mil para a realização do Festival Dança, já na 3ª edição. A área tem alguns dos maiores investimentos do Fundo. O grupo Dançaurbana, por exemplo, vai receber R$ 127 mil.

Na lista, estão vários projetos de teatro já conhecidos do público, como a VII Temporada do Chapéu (R$ 96.620,00) e a 5ª Mostra de Teatro infantil de Mato Grosso do Sul (R$ 131.327,00). Outro evento tradicional selecionado é o 13º Festival de Cinema do Vale do Ivinhema (R$ 74.499,00). O 2º Festival Sul-Americano de Folclore receberá R$ 129 mil.

Uma das grandes conquistas do edital é o projeto "Mato Grosso do Sul em imagens: O olhar de Roberto Higa" (R$ 68 mil), que garantirá a preservação do arquivo do principal fotógrafo a registrar a história do Estado. A proposta ganhou até campanha nas redes sociais na última semana. 

O FIC também destina recursos para as ações multiculturais que ocorrem aos domingos na Praça
Bolívia, em Campo Grande (R$ 95.900,00) e para o coletivo T’amo na Rodoviária (R$ 37.855,00), que luta para que a antiga rodoviária da cidade continue viva, com realização de eventos.

Na música, o projeto Marcelo Loureiro-Cordas e Contos, de um dos maiores violeiros sul-mato-grossenses, terá R$ 84.899,60.

Este ano, o fundo recebeu 385 propostas, das quais 254 foram habilitadas. A partir de hoje os 77 aprovados têm 10 dias úteis para apresentarem as certidões e documentos solicitados na Superintendência do FIC, que fica no Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559.

A relação deveria ser divulgada no dia 12 de julho, mas a data foi adiada, segundo a Fundação de Cultura, devido aos recursos apresentados pelos responsáveis pelo projetos desabilitados na primeira seleção.

A lista completa dos aprovados pode ser conferida no link.

 

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.