A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

03/10/2015 12:50

Em programa de TV, Rafinha Bastos experimenta tereré e dá uma de turista

Naiane Mesquita
Rafinha Bastos (de costas) e Marcelo Marrom durante a gravação do programa no Hotel Bahamas, em Campo Grande (Foto: Naiane Mesquita)Rafinha Bastos (de costas) e Marcelo Marrom durante a gravação do programa no Hotel Bahamas, em Campo Grande (Foto: Naiane Mesquita)

Em Campo Grande para a apresentação de um stand up, Rafinha Bastos e Marcelo Marrom seguem uma agenda intensa de entrevistas e gravações em pontos turistícos da Capital. A produção integra um novo projeto de Rafinha de um programa de viagens que ainda não tem data de estreia, mas será exibido pelo Multishow.

Veja Mais
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais
Da droga à reabilitação, Zé Pretim sobe ao palco com banda e repertório afiado

Rafinha faz sucesso com um humor politicamente incorretoRafinha faz sucesso com um humor politicamente incorreto

A primeira rota do programa, após o projeto piloto em Santos, será em Campo Grande. Daqui, os dois seguem para Cuiabá, onde também farão imagens. Apesar de iniciar a produção aqui, Rafinha afirmou em entrevista ao Lado B que não tem certeza da ordem na qual os episódios serão exibidos. “Ainda não temos isso definido. Basicamente, é um programa de viagem, faço show na cidade, faço piadas sobre a cidade, é uma competição sobre quem faz a pior piada”, afirma Rafinha.

Quem fizer a pior piada ainda é obrigado a pagar um castigo, definido pelos comediantes. De acordo com a produção pode ser qualquer coisa, como, por exemplo, lavar o banheiro do hotel. Marcelo Marrom, que acompanha Rafinha no palco, ressalta que em todas as apresentações sempre haverá um convidado especial, que em Campo Grande, é o mineiro Rogério Morgado.

“É um formato que a gente nem pode falar muito, é meio segredo. Basicamente, eu faço o povo rir e eles são meio que coadjuvantes. Sempre tem um convidado que no caso é o Rogério Morgado, que é de Uberlândia. O Rafinha Bastos começa e vai chamando eu, depois o Morgado, não tem uma ordem, a gente vai descobrir na hora, estou falando e nem sei muito bem como é. A gente sabe que tem que fazer uma hora de show, mas planeja muito, vai ter muita música, muito improviso e muita alegria para a população”, diz, irônico.

O Lado B acompanhou as gravações do programa no Hotel Bahamas, onde a equipe está hospedada. A chamada é feita com a presença dos três humoristas e Rafinha logo de cara reclama da cidade, sobre a falta de diversão e ainda mais com o tempo chuvoso. Em entrevista, ele diz que essa é a ideia do projeto. “Vamos a pontos turistícos, conhecemos o costume. Aqui, eu preciso tomar o tereré, tenho muita piada sobre isso”, confessa a produção, apesar de errar a pronúncia da bebida típica de Mato Grosso do Sul.

Já Marcelo deve provar o tradicional Sobá na Feira Central mais tarde. Outros pontos que serão visitados pela produção é o Mercadão Municipal e o Camelódromo. Questiono a Rafinha se o show seguirá os passos do politicamente incorreto, o qual ele confirma. “Você já viu um show meu? É aquilo lá”, diz.

Fim de semana tem cover de Freddie Mercury e Whindersson
As atrações acontecem no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Confira outras dicas da Agenda Cultural....
Filhos e netos, os artistas mais importantes no palco
Escolas particulares de Campo Grande investem em grandes espetáculos para marcar o fechamento do ano letivo....



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.