A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

22/05/2016 11:59

Enredo na Império Serrano deve comemorar 40 anos de MS e ter verba estadual

Secretário de Cultura disse que ajuda do Estado dependerá de parcerias

Mayara Bueno
Manoel de Barros em foto de Marcelo Buainain.Manoel de Barros em foto de Marcelo Buainain.

A escolha do poeta Manoel de Barros como enredo da escola de samba Império Serrano, do Rio de Janeiro, deve fazer parte da programação dos 40 anos de Mato Grosso do Sul, que será comemorado em 2017, afirma o secretário da Sectei (Secretaria de Estado de Turismo), Athayde Nery.

Veja Mais
No ano do centenário do poeta, Manoel de Barros vira enredo na Sapucai
Centenário de Manoel de Barros tem homenagens lá fora, mas nada certo por aqui

Ainda não está definida a forma de ajuda do governo, nem quanto poderá ser investido, mas o Estado não descarta a possibilidade de investir recursos próprios.

Ontem, durante lançamento do carnaval 2017, o carnavalesco Marcus Ferreira disse que o enredo “foi um presente da secretaria de Cultura de Mato Grosso do Sul”. Mas o governo estadual afirma que, antes de qualquer despesa, buscará parcerias com empresas e também contrapartidas da escola carioca. 

A ideia é que a escola de samba ajude, por exemplo, com oficinas para as agremiações de Mato Grosso do Sul. “Promover o intercâmbio com oficinas, fantasias, conhecimento dos profissionais. Pode fazer uma série de ações que ajudem e promovam o Estado”.

Segundo Athayde Nery, o Executivo Estadual também analisa os retornos que o enredo pode trazer Mato Grosso do Sul. “Estamos fazendo este arranjo. A orientação do governador (Reinaldo Azambuja, PSDB), é ajudar com parceria entre empresas privadas”, disse.

Manoel completaria 100 anos em dezembro de 2016. A ideia, segundo o próprio carnavalesco, era falar sobre os 70 anos da agremiação, mas a necessidade de grande patrocínio fez a Império mudar de planos.

O secretário diz que a escola vai usar a Lei Rouanet, mecanismo que permite que empresas deixem de pagar parte dos impostos cobrados, para que os valores sejam investidos na cultura. “Queremos envolver os segmentos de outras áreas, com outros interesses, justificativa social, econômica, de inovação”.

40 anos – Se a parceria com a escola de samba se efetivar, disse o secretário, o evento fará parte de um conjunto de comemoração aos 40 anos de Mato Grosso do Sul, comemorado em 11 de outubro. “Os 100 anos do poeta pode ser uma das arrancadas das celebrações”, disse ressaltando que o patrocínio e parcerias só ocorrerão ser “forem boas para o Estado”.

Em 2001, o governo sul-mato-grossense patrocinou o desfile da Salgueiro com cerca de R$ 1 milhão. A escola ficou sexto lugar, falando das belezas naturais do Pantanal, Reserva da Biosfera pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Desfile da Salgueiro em 2001, que também falou de MS.Desfile da Salgueiro em 2001, que também falou de MS.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.