A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

02/09/2016 08:53

Espetáculo Fluzz fala com a dança sobre relação entre corpo e tecnologia

Thailla Torres
Ensaio do espetáculo Fluzz que estreia hoje em Campo Grande. (Foto: Helton Pérez)Ensaio do espetáculo Fluzz que estreia hoje em Campo Grande. (Foto: Helton Pérez)

No palco, dançarinos assumem diferentes formas. Com estreia hoje (2), o espetáculo “Fluzz”, da Cia Dançurbana, faz a relação entre o corpo humano e a tecnologia.

Veja Mais
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais

“Diante de uma sociedade cada vez mais ‘conectada’, veio a ideia de criar um espetáculo  que promovesse o diálogo sobre o tema, são questões que atravessam a gente todos os dias”, explica o diretor e coreógrafo Marcos Mattos.

Em 50 minutos de gestos, movimentos e comunicação em dança, a promessa é de surpresas e reflexões sobre comportamentos muito atuais. Além do que já foi ensaiado, o grupo também improvisa.

"O corpo é o ponto de partida com técnicas da dança urbana, linguagem contemporânea e a improvisação, o que é como um treino do olhar, da postura e dos sentidos. Mas durante a dança vai existir a composição de movimentos coreografados e outras cenas improvisadas, inspirados nas redes e conexões”, explica.

Ao lado da improvisação, o grupo também aposta na trilha. As músicas serão exclusivas e escolhidas ao vivo, conforme o olhar do VJ Reginaldo Borges Soares.

Os figurino são inspirados em videogames e jogos, elaborados do ponto de vista de quem vive de olho no celular. “Fizemos um experimento com um smartphone e vimos que fazemos um recorte daquilo que queremos ver e nos inspiramos neste hábito para compor o figurino”, completa.

O nome do espetáculo tem sentido no autor Augusto de Franco, escritor e pesquisador sobre as redes e democracia. “Ele que nos guiou nos estudos para fazer essa relação de corpo e das redes por meio da dança. E escolhemos o nome através dele, que é a união de buzz e fluxo”, diz.

A companhia completa 15 anos em 2016 e para o diretor, manter os espetáculos inéditos é motivo de comemoração. “Estamos muito ansiosos, porque é uma responsabilidade enorme trazer um espetáculo como esse para atender nosso público e também para quem deseja acompanhar o dança urbana. Isso pra gente é um a vitória, ficamos agradecidos com o reconhecimento”, comemora.

O estreia de‘FLUZZ’ será hoje, às 20 horas, no Teatro Glauce Rocha. A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados a partir das 19 horas na bilheteria.

Informações pelo telefone (67) 99287-6433 ou Facebook.

Depois de Campo Grande, a companhia segue com apresentações em Dourados no dia 16 de setembro, em Três Lagoas no dia 30 e em Corumbá no dia 18 de novembro. 

Curta o Lado B no Facebook.

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.