A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

06/08/2013 06:53

Filmes e palestras vão mostrar como e quem faz audiovisual em MS

Anny Malagolini
Paralelo, filme que tem o Trem do Pantanal como cenário também faz parte da programção da Seda."Paralelo", filme que tem o "Trem do Pantanal" como cenário também faz parte da programção da Seda.

A cena do cinema em Campo Grande vai ganhar um reforço de 8 a 11 de agosto, com a “SEDA”, Semana do Audiovisual. O nome e o molde são de projeto nacional, reconhecido na América Latina, Europa e parte da África, mas a estrutura é regional, com palestrantes e trabalhos produzidos em Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios

Querendo construir uma estante com os profissionais locais, que produzem e fazem o audiovisual de Campo Grande “acontecer”, a fotógrafa Farid Fahed, de 25 anos, encabeçou a luta por melhorias no cenário cultural local e escreveu Campo Grande para entrar no circuito.

Com o nome de um evento de grande porte, o SEDA, que já está em sua 7ª edição, é realizado pelo coletivo “Fora do eixo”. Segundo a fotógrafa, a intenção é que isso atraia o público e também olhares de quem pode incentivar e patrocinar os artistas que vão expor suas produções. “Precisamos valorizar e divulgar nossas produções, o artista quer ter público, e só vai ter se exibir os seus trabalhos”, argumenta.

Serão exibidos curtas e longas metragens produzidos no Estado, mas também produções nacionais, com o filme “Elena”, que teve campanha no Facebook para chegar às salas de cinemas de Campo Grande e vai ser exibido, de graça, pelo projeto.

Os filmes serão exibidos no Centro Cultural José Octavio Guizzo, sábado, dia 10, das 14 às 21 horas. No entanto, a capacidade por sessão comporta apenas 70 pessoas.

Serão 9 horas de ensinamentos e lições com quem vive e produziu trabalhos numa cidade que pouco incentiva as produções artísticas, diferente dos grandes centros. Lições de como preparar um filme com baixo orçamento e a história do novo cinema sul mato-grossense, com o “Cinema do novo oeste”, do cineasta Givago Oliveira. Outro palestrante é Thiago Moraes, com a oficina “Vídeo performance: Corpo e suas extensões".

As oficinas começam às 14 horas, com duração de 3 horas, nos dias 8, 9 e 10 e custam R$15,00. As inscrições podem ser feitas até amanhã, no Sesc horto, na capital.

A abertura oficial do evento vai acontecer no Centro Cultural Octávio Guizzo, com o tema "Educação audiovisual", no dia 8, ás 19 horas. No dia 10, a comunidade “Tia Eva” vai apresentar o show da cantora Lilian Maira, às 20 horas. A entrada é de graça.

Para encerrar a programação, no dia 11, Jamille Fortunatto vai utilizar o espaço público para realizar uma intervenção fotográfica, “Neste Campo Grande cabe poesia", das 14 às 17 horas. E a partir das 18h30, a rampa de skate vai ser utilizada para demonstração de trabalhos independentes.




Obrigada por acreditar no evento!!

Aqui tem toda nossa programação:
http://www.najon.com.br/sedacg/seda-programacao/
 
Farid Fahed em 06/08/2013 08:20:07
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.