A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

11/06/2016 07:33

Gandhi, um líder servidor, chega a Campo Grande com João Signorelli

Ato global encena vida e obra do pacifista indiano dia 18, no anfiteatro da Mace

Lado B
Gandhi, um líder servidor, chega a Campo Grande com João Signorelli

A vida e a obra do líder pacifista Mohandas Karamchand Gandhi (1869-1948) serão encenadas em Campo Grande, dia 18 de junho, pelo ator global João Signorelli. Gandhi, um líder servidor, é uma adaptação da montagem original, de junho de 2003. “Dizem que os personagens escolhem o ator que os encenará, e me sinto muito bem em poder fazer o Gandhi”, conta Signorelli. Ele lembra que o projeto começou tímido, com encenações de cunho motivacional, especialmente para empresas, hospitais e em confraternizações, mas foi caindo no gosto do público e da crítica e não parou mais.

Veja Mais
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios

A peça, do autor e diretor Miguel Filiage, traz o anúncio de mais um jejum do pacifista para despertar a consciência dos líderes do Ocidente e do Oriente, buscando promover a paz mundial. Gandhi propõe o jejum dos pensamentos desequilibrados, dos preconceitos e sentimentos sombrios. O público é convidado a uma agradável conversa e sensível reflexão relacionada a temas extremamente atuais: liderança, não-violência e princípios ético-filosóficos nas relações humanas, integração, cooperativismo e amor. Para o Mahatma, não havia diferença entre as pessoas. Todos são seres humanos, e espirituais, buscando experiências terrenas para alcançar nova consciência e evoluir com mais rapidez. Signorelli, em elogiada caracterização, prende a atenção ao longo dos 50 minutos de espetáculo. “O único tirano que aceito neste mundo é a voz interior, suave e serena”. “Só o amor cura, nutre, une, entusiasma, faz nascer, alivia, materializa, motiva, possibilita a vida!”, são palavras de Gandhi para todos nós.

Conhecido do grande público por trabalhos em canais abertos – entre eles participação especial no último capítulo da novela Caminho das Índias, da Rede Globo – Signorelli, que também é formado em jornalismo, diz que “incorporar” um dos mais expressivos expoentes da cultura da paz é, no mínimo, um divisor de águas. “Sou outro homem depois que comecei a fazer o Gandhi. Ainda cometo muitos erros na minha vida, ainda piso na bola em muitos momentos, mas o Gandhi mudou a minha vida, assim, no sentido de você parar de mentir, de cumprir o que você promete”, lembra.

Na carreira, Gandhi também levou Sinorelli a novos caminhos, inclusive além-mar. “Com a peça, consegui agregar trabalhos maravilhosos, já fui até Portugal fazer essa peça e viajo o Brasil inteiro. Além disso, me deu aquele sentimento de que cumpri o meu papel como cidadão e como artista. Poder emprestar o meu corpo e a minha sensibilidade para as ideias desse homem, que são tão importantes, principalmente, nesse momento do planeta que estamos vivendo”, enfatizou.

O convite à solidariedade foi o que motivou a Fraternidade Sem Fronteiras (FSF) a trazer Gandhi, um líder servidor, para Campo Grande. A entidade é uma organização não-governamental, apolítica, sem fins lucrativos e sem cunho religioso ou nacionalista, e que tem como objetivo realizar ações que garantam o bem-estar de quem mais precisa. A principal atuação é junto às crianças órfãs de Moçambique, na província de Gaza, na África. Atualmente, cerca de 5 mil meninas e meninos são atendidos em 12 centros de acolhimento, onde recebem refeições, orientações relacionadas à higiene, cidadania, e participam de atividades recreativas e que contribuem para fortalecer a autoestima, a valorização da cultura local e os valores fraternos. Para saber mais, acesse: www.fraternidadesemfonteiras.org.br ou www.facebook.com/fraternidade.semfronteiras.

Gandhi, um líder servidor, será encenado dia 18 de junho, às 19h30, no Anfiteatro da Moderna Associação Campo-Grandense de Ensino (Mace), na Rua 26 de Agosto, 63, esquina com a Rua Rui Barbosa. Os ingressos custam R$ 40,00 e estão à venda no Áquila Fast Food, Arquitécnica, escritório da ONG Fraternidade Sem Fronteiras (Rua 13 de Junho, 1778, Monte Castelo), Hering Kids Shopping Norte-Sul e Shopping Campo Grande. Estudantes e idosos pagam meia-entrada. Outras informações: 67 3028.5429 ou 67 9179.4416. 

Gandhi, um líder servidor, chega a Campo Grande com João Signorelli



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.