A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

10/11/2013 07:04

Grupo carioca apresenta versão moderna de Arthur Azevedo, em “Amor Confesso”

Lado B
Em cena, Claudia Ventura e Alexandre Dantas .Em cena, Claudia Ventura e Alexandre Dantas .

Com apenas dois atores em cena, a peça “Amor Confesso” tem Claudia Ventura e Alexandre Dantas mostrando algumas possibilidades do amor. Pode envolver esposa, marido, amante...

O texto é de um dos mais importantes nomes do teatro e do jornalismo brasileiros, Arthur Azevedo. Apesar de ser do início do século 20, o grupo Cia Falácia, do Rio de Janeiro, consegue uma adaptação bem contemporânea.

A ambientação é simples, com duas cadeiras no palco, mas que servem como janela, bolsa, banco do bonde... Em um dos cantos está o piano e a música ao vivo, com o pianista Roberto Bahal, que ajuda a dramatizar o eterno dilema: O casamento vale a pena?

A resposta fica na reflexão do público, com apoio de atuações brilhantes, segundo a crítica especializada.

São 8 contos de um autor que não era muito otimista com o matrimônio, muito menos romântico. Nas histórias, ele fala sobre o desejo sexual, o pecado, a família, e o caminho entre uma coisa e a outra.

O espetáculo foi encenado ontem em Dourados, chega dia 12 a Campo Grande dentro do projeto Palco Giratório, do Sesc. Na terça, a apresentação será às 20h, no teatro do Sesc Horto, com entrada franca.

No dia seguinte, quarta-feira, a Cia Falácia realiza uma oficina, das 13h às 19h.

O Sesc Horto fica na rua Anhanduí, 200.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.