A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/11/2016 22:07

Grupo 'Senta que o Leão é Manso' se apresenta até sábado na Ferroviária

Nyelder Rodrigues
Teatro rememora texto construído há milênios (Foto: Divulgação)Teatro rememora texto construído há milênios (Foto: Divulgação)

A Estação Ferroviária de Campo Grande recebe até sábado (12) apresentações do grupo teatral "Senta que o Leão é Manso", uma das atividades culturais promovida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco). As encenações começaram hoje (10), e sempre acontecem a partir das 19h30.

Veja Mais
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais

O espetáculo mostra, com uma nova linguagem, a tragédia grega Madeia. O texto, que tem 2,6 mil anos e foi escrito por Eurípedes, retrata a história de uma mulher que abandona a família para viver um grande amor, mas é traída pelo marido e, para se vingar, assassina a amante dele, o pai da jovem, e até mesmo os próprios filhos.

"Quis fazer essa peça pois apesar de ter sido escrita 700 anos antes de Cristo, é um clássico, e representa a realidade presente no nosso dia a dia. Vemos a violência doméstica com frequência, onde na maior parte das vezes, os papéis se invertem, e a vítima é a mulher", explica o diretor Roberto Figueiredo, que propõe uma reflexão sobre o assunto.

Para que a linguagem da peça fosse compreendida facilmente pelo público, foi feito um longo trabalho de adaptação do texto. Durante quatro meses, Marcelo Piccolli fez mudanças na versão original, e explicou que o mais difícil foi trabalhar com os tempos verbais, pois o linguajar da versão em português era muito rebuscado e arcaico.

"Então, para que as pessoas pudessem entender os diálogos, fiz modificações e acrescentei personagens que compõe a história mas não estão presentes no texto trabalhado, apenas em outros livros que falam sobre Medeia", diz Piccolli.

A produção durou seis meses até que ficasse pronta para ser apresentada ao público. Nesse período os ensaios foram fundamentais para que a direção e os 15 atores envolvidos estivessem na mesma sintonia.

"Foi um trabalho muito difícil, mas eu estou muito ansiosa já que é a primeira vez que eu vou ser protagonista de uma peça adulta! Agora estou na expectativa para ver a reação do público", comentou a atriz Nayara Cristina de Oliveira, de 24 anos, que interpreta Medeia.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.