A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

07/07/2015 12:20

Mais "criativo" e com baixo custo, Festival terá Zeca Baleiro e Chá Noise

Paula Maciulevicius
Secretário de Cultura Athayde Nery e o governador Reinaldo Azambuja, com a homenageada Delinha. (Foto: Fernando Antunes)Secretário de Cultura Athayde Nery e o governador Reinaldo Azambuja, com a homenageada Delinha. (Foto: Fernando Antunes)

Lançada oficialmente nesta terça-feira (7), a programação do Festival de Inverno de Bonito teve mais criatividade do que custo nos quatro dias de evento, de 30 de julho a 2 de agosto. As grandes atrações ficam por conta de Zeca Baleiro, Almir Sater, Chalana de Prata e Chá Noise. A homenageada desta edição é a dama de Mato Grosso do Sul, Delinha, ao lado atriz Janaína Menezes.

Veja Mais
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios

Durante apresentação da programação na Governadoria do Estado, o secretário de Cultura Athayde Nery enumerou 180 artistas no total, 135 deles regionais. "Serão 55 atrações de quinta a domingo. Foi reivindicada pelo prefeito de Bonito, Leleco, uma participação efetiva também no domingo. Nós fizemos tudo dentro do diálogo, usando criatividade e chamamento. O Festival está mais enxuto, mas numa qualidade que vai discutir sustentabilidade de maneira mais efetiva", explica Athayde. 

A grade traz dentro das Artes, oficinas de grafite, exposições e no Cinema, mostras infantis que serão passadas a cada 45 minutos. "O Zeca Baleiro é a nossa grande atração nacional, o Almir Sater que hoje não está presente aqui, mas teve a efetiva participação dele neste arranjo. Na dificuldade da realização do Festival, ele veio como grande parceiro", frisou o secretário.  

De encerramento, no domingo, será apresentado o espetáculo "Crianceiras", onde as poesias de Manoel de Barros são musicadas por Márcio de Camillo. 

"Quando tem solidariedade e parcerias, conseguimos diminuir as dificuldades. Não temos grandes patrocinadores como no passado, a gente sabe que é um momento de crise delicado, e neste momento é que tem que se tornar criativo. É um festival regional, valorizando artistas regionais, isso que é o importante", destacou o governador Reinaldo Azambuja (PSBD).

Chá Noise se apresenta no sábado, dia 1 de agosto. (Foto: Gabriel Gabino)Chá Noise se apresenta no sábado, dia 1 de agosto. (Foto: Gabriel Gabino)

Artista que subirá ao palco com o espetáculo "O Santo e a Porca" Begèt de Lucena, fala que a regionalização foi o que abriu portas para a apresentação deles. "Será a primeira vez e ainda no sábado, que é o dia mais importante. Somos dois grupos de Campo Grande e essa é uma conscientização da importância do trabalho dos artistas regionais", conta. Já são 12 anos de grupo e três com a peça em cartaz. 

Delinha se dizia emocionada com a homenagem prestada à ela, ao lado da homenagem in memorian à atriz Janaína Menezes. "Eu lembro da cidade quando não tinha nem estrada. Hoje, Bonito é bonito mesmo". 

Programação de Shows

30 de Julho (Quinta)

19h00m
Abertura oficial - Hino Nacional/Lenilde Ramos (MS)
Solenidade com a presença do governador Reinaldo Azambuja, do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza, e demais autoridades.

20h00m
Delinha (MS)
Aos 78 anos de idade e 57 anos de carreira, Delinha é um ícone da música sul-mato-grossense. A cantora traz para o festival o show em que interpreta sucessos de Délio e Delinha, dupla pioneira da música de MS com mais de 200 canções próprias gravadas. Hits como “O Sol e A Lua”, “Prazer de Fazendeiro” e “Prenda Querida” fazem parte do repertório do espetáculo.

21h00m
Almir Sater (MS), Renato Teixeira (SP) e Sérgio Reis (SP)
Referências da moderna música caipira brasileira, Almir Sater, Renato Teixeira e Sérgio Reis se reúnem em um show especial no festival de Bonito. Os três amigos, vizinhos na Serra da Cantareira, em São Paulo, brindam o público com versões exclusivas de sucessos como “Romaria”, “Tocando em Frente”, “Menino da Porteira”, “Trem do Pantanal” e “Comitiva Esperança”. 

31 de Julho (Sexta)

20h00m
Patrícia e Adriana (MS)
Show com os principais sucessos da dupla que prepara DVD para comemorar 15 anos da gravação do primeiro CD. Adriana tem várias canções gravadas por cantores como Michel Teló, Maria Cecília e Rodolfo e Mato Grosso e Mathias.

21h00m
Chalana de Prata (MS)
O grupo reúne quatro artistas emblemáticos de Mato Grosso do Sul: Dino Rocha, Paulo Simões, Celito Espíndola e Guilherme Rondon. Juntos, eles fazem um show com cara de baile da fronteira onde os principais sucessos da música sul-mato-grossense embalam o público amante da polca paraguaia e do chamamé.

22h00m
Canto Guarani (MS)
Conjunto que traz o pioneiro cantor paraguaio Victor Hugo de La Sierra acompanhado de seu filho Hugo Cezar e da neta Loren Gabriela. O repertório é composto por polca, chamamé, cúmbia, bolero e guarânia. Três gerações da família De La Sierra no mesmo palco com o acompanhamento do harpista Geral Ortiz, o acordeonista Maninho Rocha e o tecladista Pedro Valenzuela. 

1 de agosto (sábado)

19h00m
Kalu e Banda (MS)
Kalu e banda, de Bonito, traz para seu show um repertório variado, com um apanhado de samba rock, pop rock, mpb, reggae e outros ritmos. Com 15 anos de carreira e três anos de trabalho solo, Kalu possui trabalhos como “Sem Artifício” e “O Tanto Quanto”.

20h00m
Chá Noise (MS)
A banda surgiu da vontade de se fazer música pop e dançante, fazendo um som que tem como intenção principal elevar o espírito positivo das pessoas ao mesmo tempo em que as faz dançar, cantar e refletir sobre suas atitudes de forma alegre e espontânea. Chá Noise nasce com um único objetivo, balançar tanto por dentro quanto por fora!

21h00m
Curumin (SP)
Curumin, nome artístico de Luciano Nakata Albuquerque (São Paulo, 28 de julho de 1976) é um cantor e instrumentista brasileiro descendente de japoneses e espanhóis, 2 cujo estilo incorpora elementos de hip hop, funk, jazz, bossa nova e samba. Ele canta em português e fala Inglês fluente. Seu primeiro álbum, Achados e Perdidos, foi lançado em 20 de setembro de 2005 sob o rótulo Quannum Projects.

22h30m
Zeca Baleiro (MA)
José Ribamar Coelho Santos, mais conhecido como Zeca Baleiro, é um cantor, compositor, cronista e músico brasileiro de MPB. Transferiu-se para São Paulo, onde lançou sua carreira. Zeca canta, toca violão e já teve suas composições interpretadas por Simone, Gal Costa, Elba Ramalho, Vange Milliet, Adriana Maciel, Luíza Possi, Rita Ribeiro, Renato Braz e Claudia Leitte. Em 2011, lançou um livro de crônicas intitulado Bala na Agulha. 

2 de agosto (Domingo)

17h00m
Orquestra Prelúdio (MS) - Maestro Eduardo Martinelli
Sob a regência do maestro Eduardo Martinelli, orquestra tem no repertório grandes obras da música clássica e popular. Os músicos concertistas são instrumentistas vencedores em concursos nacionais e internacionais e que atuam em produções no Brasil e exterior.

19h00m
Crianceiras (MS)
Espetáculo cênico-musical que amálgama poesia, música, dança, imagem, ação e movimento em uma encenação delicada e bela para todas as idades. Concebido pelo músico Márcio De Camillo a partir da obra poética de Manoel de Barros, sob a direção de Luiz André Cherubini, o musical circula pelo país desde 2012 e contabiliza mais de 100 apresentações, sendo visto por aproximadamente 120 mil pessoas.

Para visualizar a programação completa, acesse: http://festivaldeinvernodebonito.com.br/programacao. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.