A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

05/06/2013 07:24

Nas ruas de Campo Grande, artesanato feito com alma da época do “paz e amor”

Anny Malagolini
Na rua, a arte de José Rogério. (Foto: Cleber Gellio)Na rua, a arte de José Rogério. (Foto: Cleber Gellio)

O hippie a moda antiga, sem dreads, tem a alma da época “paz e amor”, dos tempos de Woodstock. José Rogério da Silva, de 47 anos, partiu de Curitiba, há 26 anos para viver na beira do rio Aquidauana, em Piraputanga, e assim fugir do caos da cidade grande.

Veja Mais
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular

Ele conta que estava em Bombinhas (SC), quando uns amigos mostraram fotografias de Piraputanga e, claro, se apaixonou. Com o ofício na cabeça, sem precisar de muito para ser feliz, ele não pensou duas vezes.

Da foto até a partida do trem para o meio do mato foram 1 mês de espera e 12 anos de vivência. Mas depois de tanta calmaria, ele voltou para a cidade. “Tava cansado de comer peixe e melado”, brinca

Hoje Rogério mora em Campo Grande, fazendo o mesmo artesanato, mas na calçada, na rua Domingos Marques, próxima a avenida Eduardo Elias Zahran.

Peças feitas com cascas de buriti, madeiras e coisas que estavam no lixo, são o trabalho do artesão. Algumas peças são bem conhecidas de quem gosta de uma decoração mais rústica em casa, como os cabideiros com flores coloridas em lata.

Para produzir, ele também procura os materiais em locais nobres, como a área de preservação a natureza do Dahma e Jardim Tiradentes.

Na lista de preferências do artesão estão as máscaras,  que custam de R$20 a R$40,00, dependendo do tamanho. José monta sua banca de segunda a sábado, das 9 às 17 horas, ao lado do Comper da avenida Zahran.

As mascaras pequenas, penduradas entre flores do artesão. (Foto: Cleber Gellio)As mascaras pequenas, penduradas entre flores do artesão. (Foto: Cleber Gellio)



Que trabalho maravilhoso..... parabéns ao artesão e parabéns à jornalista, matéria espetacular....
 
Juliana Sena em 05/06/2013 12:35:58
Adorei os artesanatos, lindos!! Faço um elogio também - à sensibilidade da jornalista: Anny Malagolini, em ter divulgado esse trabalho do artesão, pois nos possibilita não só o acesso em adquirir suas obras, como no reconhecimento do talento do artista.
 
Jeanne Couto em 05/06/2013 10:31:50
Nossa que legal a matéria... Há muitos anos que não tenho notícias do Rogério, parabéns por continuar fazendo seus lindos trabalhos.

Um grande abraço...

Mafê
 
Mafê Cabral em 05/06/2013 09:41:46
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.