A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

05/08/2015 06:56

No lugar de festa e presente, pais comemoram o dia deles pintando o muro

Aline Araújo
Pais e filhos trabalharam juntos. (Foto: Omep)Pais e filhos trabalharam juntos. (Foto: Omep)

Quando a professora Maria Aparecida Salmaze, diretora da OMEP MS (Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar) foi convidada para apresentar o projeto "Ludicidade", durante conferencia em Washington (EUA), teve que montar uma apresentação e apresentar o prédio da escola em Campo Grande. Mas ao ver as fotos da fachada ela percebeu: “Nossa que muro feio!”. A história mudou ai.

Veja Mais
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais

Então, ela pegou uma foto um pouco mais antiga para apresentar o lugar e ficou com a imagem do muro na cabeça. A OMEP atende crianças de 0 a 4 anos em uma escola de período integral e tem projeto com alunos de 4 a 14 anos, que fazem aula de violão, capoeira, informática e artes circenses.

A artista plástica Ana Ruas participou da iniciativa. (Foto: Omep)A artista plástica Ana Ruas participou da iniciativa. (Foto: Omep)

Em uma reunião com os professores, surgiu o assunto sobre o que seria feito para comemorar o Dia dos Pais, que geralmente tem festa com as famílias e gincanas. Mas desta vez, Maria propôs aos professores pensar em algo diferente: convidar pais e filhos para pintarem juntos o muro da escola com desenhos que remetessem aos projetos feitos ali.

O trabalho dos professores começou em planejar como seriam esses desenhos, que foram riscados no muro para que os alunos pudessem fazer a pintura. Então ela convidou a artista plástica Ana Ruas para a participar do projeto também.

“Eu estou aqui como uma colaboradora, para orientar algumas coisas técnicas de como usar o pincel, por exemplo, e falar com eles como isso é importante, como a comunicação visual muda com a pintura do muro”, comenta a artista.

Os desenhos foram feitos pelos professores e quem participou adorou a ideia.

A pequena Hadassa Gonçalves, de 6 anos, correu para convidar o avô para dividir esse momento com ela. “Eu gostei muito da ideia de chamar eles para nos ajudar a pintar. Senão, ia ser muito para a gente fazer sozinhos. Como minha mãe e o meu pai estavam no trabalho, eu chamei o meu avô para vir comigo”, conta.

Samuel se dedicou a cada detalhe do trabalho. (Foto: Omep)Samuel se dedicou a cada detalhe do trabalho. (Foto: Omep)

O avô, contente em estar participando do dia dia da neta, também gostou da iniciativa. “É muito bom, uma integração total, não só entre os alunos, os professores, mas também minha e da minha neta. É o tipo de iniciativa que deveria ter mais vezes”, afirmou João Gonçalves, de 61 anos, com um pote de tinta e um pincel na mão.

Os desenhos tem traços simples e, além de embelezarem o muro, mostram um pouco de tudo que é feito no projeto. Assim, quem passa pela rua Barão de Ubá, no bairro Tiradentes, já entende o que acontece do outro lado daqueles muros.

O motorista Samuel Rocha, de 46 anos, deu um jeito de se ausentar um pouco do trabalho para pintar ao lado da filha Lia Maryellen, de 7 anos. “Acho legal porque é algo que ajuda na formação deles também. È uma grande alegria para mim poder participar com ela, assim como ela ficou muito animada em me ver aqui. É um momento que a gente faz algo que nós dois gostamos e juntos”, diz.

Hadassa estava só sorriso na pintura com o avô. Hadassa estava só sorriso na pintura com o avô.
Até os pais do maternal participaram do projeto. Até os pais do maternal participaram do projeto.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.