A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

26/07/2015 09:11

No Ramez Tebet, o dedinho coça para fazer a selfie, mesmo que o rosto não saia

Lado B
O gosto pela foto estava evidente nos olhinhos do pequeno, ainda que eles não saiam na foto. (Foto: Vanessa Tamires)O gosto pela foto estava evidente nos olhinhos do pequeno, ainda que eles não saiam na foto. (Foto: Vanessa Tamires)

Colorido ou preto e branco, o que a fotografia registrou nesta semana foi do céu ao inferno, passando pelo menino ansioso pela selfie. Quando a pauta vai até os lugares mais críticos de Campo Grande, o "Olhar da Semana" têm cenas mais densas, que tanto contrastam com as nossas vivida no restante dos dias. 

Veja Mais
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais

Neste domingo, o que tem são belos cliques que surgiram da simplicidade das crianças em meio à pobreza do lugar e revelam a carência de tudo, menos de espírito. 

No conjunto habitacional Ramez Tebet, a selfie do menininho com a câmera da fotógrafa Vanessa Tamires é puro charme. O gosto pela foto estava evidente nos olhinhos do pequeno. Com o equipamento nas mãos de Vanessa, ele mesmo quem clicou e tirou a própria foto. O rosto não saiu, mas o registro ficou e a curiosidade também. Que carinha deve ter o garotinho?

Num outro ponto da cidade, os meninos com sacos nas costas vinham do lixão. "Retirantes do lixão" desde os primeiros passos. E teve ainda a vistoria no Morenão um tanto solitária e até nostálgica...

São esses os olhares que marcaram a semana: 

Heaven and hell - o contraste do lixo no chão e a beleza de um céu limpo. (Foto e legenda de Vanessa Tamires)Heaven and hell - o contraste do lixo no chão e a beleza de um céu limpo. (Foto e legenda de Vanessa Tamires)
Retirantes do lixão do Noroeste - Tão pequenos e com tanto peso do lixo nas costas. (Foto e legenda de Vanessa Tamires)Retirantes do lixão do Noroeste - Tão pequenos e com tanto peso do lixo nas costas. (Foto e legenda de Vanessa Tamires)
Os olhos do aterro - Sem falar nada, menina saiu da casa de barraco para ver e ser vista.  (Foto e legenda de Fernando Antunes)Os olhos do aterro - Sem falar nada, menina saiu da casa de barraco para ver e ser vista. (Foto e legenda de Fernando Antunes)
Infância de sobras - no Noroeste pode faltar muito, menos lugar para ser criança. (Foto e legenda de Fernando Antunes)Infância de sobras - no Noroeste pode faltar muito, menos lugar para ser criança. (Foto e legenda de Fernando Antunes)
Vivendo à beira... Da sociedade, do lixão...
(Foto e legenda de Fernando Antunes)"Vivendo à beira... Da sociedade, do lixão... (Foto e legenda de Fernando Antunes)
Muito trabalho - Na vistoria da marquise, uma limpeza solitária de anos de história. (Foto e legenda de Marcos Ermínio)Muito trabalho - Na vistoria da marquise, uma limpeza solitária de anos de história. (Foto e legenda de Marcos Ermínio)
Desconfiado - Entre as obras inacabadas no Rita Vieira, desconfiado, o macaquinho faz charme para pegar comida. (Foto e legenda de Marcos Ermínio)Desconfiado - Entre as obras inacabadas no Rita Vieira, desconfiado, o macaquinho faz charme para pegar comida. (Foto e legenda de Marcos Ermínio)
Cuidando serviço - Engraxate na Cândido Mariano tem dois patrões. O cliente e o pedestre. (Foto e legenda de Marcos Ermínio)Cuidando serviço - Engraxate na Cândido Mariano tem dois patrões. O cliente e o pedestre. (Foto e legenda de Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.