A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

03/02/2015 13:07

Oficina vai ensinar fazer projeto de audiovisual para programa de R$ 12 milhões

Paula Maciulevicius

O Governo do Estado, por meio da TV Educativa e Fundação de Cultura, lança hoje, em parceria com a Ancine (Agência Nacional de Cinema), a versão regional do programa "Brasil de Todas as Telas", que prevê a destinação de R$ 12 milhões para produções de vídeos, documentários e projetos audiovisuais no Centro Oeste. Produtores independentes, culturais e de agências podem se inscrever até o próximo dia 26.

Veja Mais
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios

Em Mato Grosso do Sul parte dos recursos será destinada à produção e finalização de documentários e na produção e desenvolvimento de projetos da TVE. Os investimentos são do Programa Brasil de Todas as Telas da Agência Nacional de Cinema, que busca incentivar as produções voltadas às emissoras públicas, incluindo comunitárias, legislativas e universitárias.

Em oficina nessa terça-feira, a partir das 19h30, no auditório da TVE, o produtor executivo da Unidade Técnica de Execução da Linha de Produção de Conteúdos Destinados às TVs Públicas do Fundo Setorial do Audiovisual, João Novais, vai esclarecer os participantes do evento sobre como elaborar os projetos e captar recursos disponibilizados pela Ancine.

Produtores independentes poderão registrar na Ancine até dois projetos, dois longas de ficção ou animação, três curtas, dois projetos de documentários e um longa-metragem, com soma de R$ 600 mil. Para finalização de projetos são R$ 300 mil por filme, dois projetos de produção para a TVE, com R$ 400 mil, e três propostas para programa piloto, sendo R$ 240 mil pro projeto.

Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a parceria com o programa Brasil de Todas as Telas significa colocar Mato Grosso do Sul na mais importante iniciativa de fomento ao setor audiovisual. “O fomento para a produção de vídeo e documentário é fundamental para o criação regional. As parcerias entre governos e prefeituras vão assegurar a destinação de até R$ 95 milhões em obras selecionadas por meio dessa iniciativa, fortalecida com essas parcerias entre estados, municípios e Ancine”, finalizou Reinaldo Azambuja.

O evento começa às 19h no Teatro de Arena da TV Educativa, com apresentação da Orquestra de Camerata, regida pelo maestro Martinelli.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.