A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/05/2013 06:49

Prateleira musical 100% sul-mato-grossense tem CDs de R$ 36 a R$ 4,90

Anny Malagolini
Música pantaneira na prateleita da Casa do Artesão.Música pantaneira na prateleita da Casa do Artesão.

Na pequena prateleira ao fundo da loja que expõe produtos típicos e a arte de Mato Grosso do Sul, há uma porção de discos de artistas do Estado. É a parada certa de quem não tem o apelo de super hits para emplacar o trabalho em grandes lojas, até porque, elas são cada vez mais raras.

Veja Mais
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular

Encontrar gravações de músicos do Estado em shoppings, supermercados ou redes de departamento é praticamente impossível, mas na Casa do Artesão, na esquina da Afonso Pena com a Calógeras, o espaço é 100% sul-mato-grossense.

Na lista dos mais procurados pelos turistas estão os músicos da família Espíndola - Jerry, Celito, Geraldo e Tetê. Depois aparecem Almir Sater, Paulo Simões e Dino Rocha.

Muita gente também quer ouvir Helena Meirelles e o Grupo Acaba, os mais procurados segundo Sirlei de Souza Rodrigues, de 68 anos, funcionaria da loja há 23 anos.

E o preço é muito bom. Coletâneas de CDs de música pantaneira instrumental, por exemplo, são vendidos a partir de R$32,00. O trabalho mais caro da loja é do músico Paulo Simões, que sai por R$36,00.

No outro extremo, o CD mais barato é do cantor Betinho Sacode, gravado em 2009, hoje vendido por apenas R$4,99.

Coletânea Mapeamento Musical de Mato Grosso do Sul.Coletânea "Mapeamento Musical de Mato Grosso do Sul".

Além do som regional, também há blues do cantor Boaventura, rock da banda Impossíveis e discos do primeiro suspiro do sertanejo universitário, com a dupla Thúlio e Thiago.

Sirlei conta que a busca pelas polcas paraguaias cresceu bastante e é possível encontrar discos do estilo a partir de R$12,00.

O local Val, inclusive, para uma pesquisa musical. Nas prateleiras também aparecem gravações de artistas que nem passaram do primeiro trabalho ou que há tempos não são mais vistos.

A Casa do Artesão fica na avenida Calógeras, 2050 e funciona das 8 às 18 horas.




Oi, Mariluci Rossi! Você chegou a procurar o CD do Marcelo Loureiro na Casa do Artesão ou perguntou direto para os funcionários?! Porque eu trabalho lá e acho importante a opinião dos clientes, então hoje (22/05/2013) fui procurar com nossos fornecedores pra gente receber mais rápido possível e constatei que tenho aqui alguns CDs dele sim. No mais, muito legal a resportagem, o MS precisa de mais cultura para todos!
 
Gabriel Pacheco em 22/05/2013 09:00:21
Muito bom, já comprei vários discos lá! Só que o CD do Marcelo Loureiro, tive que sair garimpando pela cidade. Parabéns pela matéria, sempre é bom informar sobre a cultura sul-mato-grossense. Abraços
 
Mariluci Rossi em 21/05/2013 18:30:32
Bom Dia, gostaria de lembrar a quem fez está reportagem maravilhosa a não se esqueçer
de mencionar que ainda está em atividade a gravadora dos Artistas regionais mencionados
nesta reportagem, que é a Panttanal Discos. estamos a disposição dos Artistas que tem a intenção de lançarem seu cd e dvd.


Edson Paz
Panttanal Discos
 
Edson da Paz Sisnando em 21/05/2013 08:38:34
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.