A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

02/11/2016 08:09

Prefeitura deixa artistas na mão e mais uma vez dá calote no fundo de cultura

Paula Maciulevicius
Não será feito o pagamento de R$ 4 milhões  correspondentes aos 67 projetos. (Foto: Arquivo/Marcelo Calazans)Não será feito o pagamento de R$ 4 milhões correspondentes aos 67 projetos. (Foto: Arquivo/Marcelo Calazans)

A Prefeitura Municipal de Campo Grande mais uma vez deu calote nos artistas. Em reunião na Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Controle), o titular da pasta Disney de Souza Fernandes, disse aos artistas que não será feito o pagamento dos R$ 4 milhões, correspondentes aos 67 projetos do Fmic e Fomteatro deste ano.

Veja Mais
Com bugrinhos de Conceição, galeria reúne arte de MS e área ainda atende eventos
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital

Do edital 2016, os contratos nem sequer chegaram a ser assinados, o que deveria ter sido feito, segundo os prazos, no dia 30 de agosto. "A gente já vinha acompanhando, o prefeito tinha dado a palavra dele de que ia pagar e era para ter sido no dia 1º de novembro", afirmou o presidente do Fórum Municipal de Cultura, Airton Raes Fernandes. 

A justificativa ouvida pela classe é de que no final do mandato, a Prefeitura precisava estabelecer "prioridades". "Vale lembrar que em 2014, a Prefeitura falou que não ia pagar e queria um novo edital, mas quando falou do orçamento, em dezembro do ano passado, o próprio Bernal garantiu os R$ 4 milhões", recorda Airton.

A reunião na Secretaria contou com a participação de 12 artistas e para amanhã, o Fórum planeja uma manifestação em frente à Prefeitura, às 8h30 da manhã. "Esses projetos garantiriam a geração de 3 mil empregos entre diretos e indiretos", argumenta Airton.

Nas redes sociais, a repercussão tem gerado compartilhamentos indignados. Diretor do Maracangalha, Fernando Cruz, considerou a tarde de ontem - data da reunião - como "deprimente".

"Vimos e ouvimos na voz da Prefeitura Municipal de Campo Grande através da FUNDAC que não somos nada para para o "poder público" municipal e não é diferente na esfera estadual e federal . CALOTE ANUNCIADO, o Fundo Municipal de Cultura e o Fomento de Teatro não serão pagos. Quem perde é a população, nós", comentou.

Ainda conforme o desabafo de Fernando Cruz, o secretário de Finanças, afirmou que não há recursos. "Vocês preferem que paguemos vocês ou os aposentados? Tentando transferir a responsabilidade para nós que estamos do outro lado, tentando jogar uns contra os outros como a direita, as elites e os fascistas sempre fazem habilmente".

Coreógrafo do Dançaurbana, Marcos Mattos, também desabafou que no dia de todos os santos, os artistas receberam uma notícia frustrante. "A luta de anos por uma gigantesca classe de artistas foi, mais uma vez, ignorada. A PMCG, FUNDAC e Seplanfic anunciaram que não pagarão os fundos de 2016, não pagaram 2014, não lançaram editais 2015 e cagaram na nossa cara em 2016".

A mobilização tem seguido nas redes sociais com a #SOSCultura com o chamado para o protesto amanhã.

Curta o Lado B no Facebook.




São os apoiadores da futura gestão municipal mostrando sua garras. Deprimente.
 
Áttila Teixeira Gomes em 02/11/2016 09:16:19
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.