A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

10/04/2014 06:40

Projeto Crianceiras terá 2ª edição, mas agora com poemas de Mário Quintana

Elverson Cardozo
Na primeira versão, que ainda está rodando o Brasil, os poemas são do poeta Manoel de Barros. (Foto: Elverson Cardozo/Arquivo)Na primeira versão, que ainda está rodando o Brasil, os poemas são do poeta Manoel de Barros. (Foto: Elverson Cardozo/Arquivo)

O espetáculo musical “Crianceiras”, inspirado nas obras de Manoel de Barros, ainda está rodando o Brasil, mas a 2º edição do projeto, aprovado pelo FIC/2014 (Fundo de Investimento Cultural) com recurso de R$ 26.100,00 mil, já começa a ser pensada e deve ganhar forma no final do ano, quando os novos CDs serão finalizados. A diferença é que, agora, os poemas de Mário Quintana é que serão musicados.

Veja Mais
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo

Responsável pelo projeto, o cantor, compositor e instrumentista Márcio de Camillo disse que escolheu Quintana porque foi o primeiro autor que estudou na adolescência.

“O primeiro livro de poesia que eu ganhei quando criança era dele. Isso mexeu muito comigo”, contou. As obras do poeta, disse, oferecem “mil possibilidades” para criar, “porque ele tem a mesma genialidade do Manoel de Barros”, mas ainda é cedo para falar do novo espetáculo.

A ideia, no entanto, é manter a linha do “Crianceiras 1”, um projeto, nas palavras dele, de arte e transformação, que abrange várias vertentes e linguagens”. O espetáculo não para, completou, porque a intenção não é trabalhar com produtos que tenham prazo de validade. “Ele foi montado e pode ficar 10, 15 anos em cartaz”, disse.

Atualmente, o Crianceiras está na linguagem de CD, espetáculo e desenho animado, mas a proposta, adiantou, é fazer o projeto chegar a outras plataformas. Márcio fala em um aplicativo para celular.

Enquanto as novidades não chegam, Mário Quintana pra criançada:

Canção da Garoa

Em cima do meu telhado,
Pirulin lulin lulin,
Um anjo, todo molhado,
Soluça no seu flautim.

O relógio vai bater;
As molas rangem sem fim.
O retrato na parede
Fica olhando para mim.

E chove sem saber por quê...
E tudo foi sempre assim!
Parece que vou sofrer:
Pirulin lulin lulin...

 

Mário Quintana, o homenageado da vez.Mário Quintana, o homenageado da vez.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.