A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

18/07/2015 07:45

Sem desculpas, programação de teatro do final de semana é toda gratuita

Naiane Mesquita
Peça Clake relembra de forma simples a era de ouro da palhaçada (Foto: Divulgação)Peça Clake relembra de forma simples a era de ouro da palhaçada (Foto: Divulgação)

O final de semana promete para quem curte teatro sem gastar nada. A programação começa hoje, às 16 horas, na Feira Central, com a peça "Clake", do grupo Circo Amarillo, de São Paulo. Inspiradas nos espetáculos que enchiam os olhos dos antigos picadeiros, a peça é encenada por dois atores, que abusam de uma estética "retrofuturista".

Veja Mais
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias

Em Campo Grande, a apresentação será na Feirona, mas o grupo também segue para Dourados, na Feira Municipal, às 10h30. Como tem patrocínio da Funarte (Fundação Nacional das Artes) e MinC (Ministério da Cultura), a companhia realizará uma turnê por Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Tristão e Isolda é peça de grupo de Dourados e premiada pela Funarte (Foto: Amanda Matos)Tristão e Isolda é peça de grupo de Dourados e premiada pela Funarte (Foto: Amanda Matos)

A direção do espetáculo é do ator Domingo Montagner, que faz sucesso em novelas globais como a que terminou recentemente Sete Vidas.

A sinopse da peça é simples, o protagonista é um piano com rodas, em que dois palhaços, embalados pelo ritmo da música, apresentam técnicas circenses como monociclos, malabarismos e acrobacias. “Clake” é inspirado nos autômatas e nas sonoridades possíveis a partir de diferentes instrumentos e buzinas.

Coincidência ou não, a programação de teatro patrocinada pela Funarte e com entrada gratuita continua no Estado, com a apresentação de Tristão e Isolda, da Cia Última Hora de Dourados que foi contemplado com um prêmio da Fundação.
Oportunidade não vai faltar para quem quer um pouco de diversão cultural.

A peça será encenada amanhã, às 16 horas, no Parque das Nações Indígenas, com a apoio da Sectei (Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação e Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul).

Nessa peça, as histórias de amor trágicas características da época medieval voltam reformuladas e atualizadas, tudo para tornar ainda mais interessante a imersão do público na experiência.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.