A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

01/03/2015 07:39

Sesc retoma programação com peça de Romeu e Julieta e autor russo

Paula Maciulevicius
As Três Irmãs do dramaturgo russo Anton Tchékhov, a partir da técnica do palhaço. "As Três Irmãs" do dramaturgo russo Anton Tchékhov, a partir da técnica do palhaço.

Responsável por trazer as melhores e mais diferenciadas produções do cenário cultural brasileiro para Campo Grande, o Sesc retoma a programação de dança, teatro e música agora em março. Palco Giratório, Café Literário e Cine Sesc oferecem atrações de graça a preços irrisórios a partir do dia 3 de março. 

Veja Mais
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo

Desde 2013 o Sesc abriu mão da bilheteria para lotar o teatro. Ainda não se sabe se as peças trazidas para o Teatro Prosa continuam gratuitas, mesmo que o preço volte a ser cobrado, o máximo que se pagava por ingresso era R$ 20,00 uma entrada inteira. 

No "Palco Giratório", a Traço Cia. de Teatro, companhia criada em 2001, em Florianópolis que tem como linhas de pesquisa a Arte da Palhaçaria, o Teatro de Rua e a Comicidade, vai apresentar o "Estardalhaço".

Em 45 minutos, dois palhaços estendem sua lona na Feira Central e se preparam para apresentar o maior clássico de todos os tempos: Romeu e Julieta. A trupe prega ser a "verdadeira história" de Leonardo Di Caprio e sua Julieta. Reinventado com truques, brincadeiras, números cômicos e jogos de improviso, o espetáculo que deveria abrilhantar seus artistas se perde em histórias mistas. O resultado final exige desembaraço, mas os palhaços aprontam um verdadeiro estardalhaço. 

A peça é apresentada dia 28 de março, às 20h, na Feira Central. 

No dia seguinte, também com a Traço Cia. de Teatro, o Palco Giratório traz a adaptação de "As Três Irmãs" do dramaturgo russo Anton Tchékhov, a partir da técnica do palhaço. O espetáculo discorre sobre o desejo das irmãs Olga, Maria e Irina de retornarem à cidade natal, de onde saíram há onze anos com o pai, general militar.

Ainda mais importante que o plano dos acontecimentos, porém, é a exposição dos conflitos que se estabelecem entre o plano da vida material – o cotidiano – e o plano espiritual – a eternidade. O espetáculo será encenado no Teatro Prosa, dia 29, às 20h.

Tem ainda Café Literário, no Teatro Prosa, com a atriz, artista e criadora da Casa de Ensaio que apresenta o livro que narra historias reais dos 17 anos da Casa e como tudo começou, além dos filmes no Cine Sesc, também no Teatro Prosa, de graça. Confira abaixo toda programação:

Programação

Cine Sesc

03/03 – "Trabalhar Cansa" – Duração: 99 min. – 12 anos
Direção de Juliana Rojas, Marco Dutra. Produção de Sara Silveira, Maria Ionescu.
Sinopse: A jovem dona-de-casa Helena resolve realizar o desejo antigo de ter seu primeiro empreendimento: um mini-mercado. Ela contrata a empregada doméstica Paula para tomar conta das tarefas do lar e de Vanessa, sua filha. Quando seu marido Otávio perde o emprengo como gerente em uma grande corporação, as relações pessoais e de trabalho entre os três personagens sofrem uma inversão inesperada, ao mesmo tempo em que ocorrências perturbadoras passam a ameaçar os negóciosde Helena.

10/03 – No Olho da Rua – Duração: 100 min. – 12 anos
Direção de Rogério Corrêa. Produção de Jorge Guedes.
Sinopse: Oton, 38 anos, metalúrgico, dois filhos, casados com camila, é demitido após trabalhar 20 anos na mesma fábrica. A partir daí sua vida sofre grande transformação. Sem perspectivas, luta par anão perder a única coisa que lhe restou: a dignidade.

17/03 – O Céu sobre os Ombros – Duração: 71 min. – 12 anos
Direção de Sérgio Borges. Produção de Helvécio Marins Júnior.
Sinopse: O céu sobre os ombros, retrata alguns momentos das vidas de três pessoas comuns, anônimas, que vivem um contexto entre o cotidiano, o exôtico e a marginalidade: uma prostituta transexual e acadêmica, um hare krishna, chefe de torcida organizada de futebol e um escritor estrangeiro suicida. Rompendo as fronteiras entre documentário e ficção, o filme nos revela o quão semelhantes são nossos medos e desejos e o quanto todos nós queremos ser amados.

24/03 –Histórias que só existem quando lembradas – Duração:98 min. - 10 anos
Direção de Lúcia Murat. Produção de Lúcia Murat.
Sinopse: Como todos os dias, Madalena faz pão para o armazém do Antônio. Como todos os dias ela atravessa o trilho, onde o trem já não passa há anos, limpa o portão do cemitério trancado, ouve um sermão do padre, e almoça junto com os outros velhos habitantes da cidade. Vivendo da memória do marido morto , Madalena é acordada por Rita, uma jovem fotográfa que chega na cidade fantasma ju Jutuomba, onde o tempo parece ter parado.

31/03 – Memórias que me Contam – Duração: 95 min. – 14 anos
Direção de Lúcia Murat.
Sinopse: Um drama irônico sobre utopias derrotadas, terrorismo, comportamento sexual e a construção de um mito. Um grupo de amigos que resistiram à ditadura militar, acompanhados de seus filhos, vão enfrentar o conflito entre o cotidiano de hoje e o do passado quando um deles está morrendo.

Trabalhar Cansa abre o Cine Sesc deste mês. "Trabalhar Cansa" abre o Cine Sesc deste mês.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.