A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

06/11/2013 06:32

Tostão e Guarany fazem 30 anos de carreira recusando convites para mudar de lado

Anny Malagolini
Dupla começou em 1983.Dupla começou em 1983.

Do auge da carreira à calmaria da agenda, com shows em cidades do interior, Adi Antônio Boniatti - o “Tostão”, e Evânio Vargas Padilha - o “Guarany”, completam 30 anos de dupla em 2013. Ainda são raiz da música sertaneja, contrariando a moda do universitário.

Veja Mais
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais
Da droga à reabilitação, Zé Pretim sobe ao palco com banda e repertório afiado

A vida rendeu oportunidade ao lado de Tonico e Tinoco, Milionário e José Rico, Matogrosso e Matias, Trio Parada Dura, entre outros grandes nomes nacionais. São "triunfos" para quem respeita as origens. Tostão estreou em dupla ao lado de Aurélio Miranda. Guarani era parceiro de Lígia Mourão, até que em 83 passaram a cantar juntos.

Guarany continuou apostando na música como empresário.Guarany continuou apostando na música como empresário.

É o único mundo que os dois conhecem. Tostão aprendeu o gosto com os pais, que tinham um conjunto musical no Rio Grande do Sul. Para Guarany, o contato maior começou aos 13 anos, ao ganhar uma sanfona. Depois disso, cresceu musicalmente amparado por referências como Dino Rocha.

Os dois elegeram os anos 90 como a década do auge da carreira. Foi quando ganharam dinheiro, conquistaram fãs e firmaram nome no sertanejo. “Fizemos um pé de meia e nos calçamos até hoje”, comenta Tostão, que além de “garoto propaganda” em campanhas publicitárias em Mato Grosso do Sul, é proprietário junto com a esposa de um instituto de educação profissional.

Já Guarany, optou por continuar envolvido no meio musical e abriu uma produtora de jingles, spots, CDs e DVDs, nos fundos da própria casa.

A dupla tem 4 CDs gravados, e no dia 10, vai lançar mais um trabalho, CD e DVD ao vivo, com uma boa defasagem, foram gravados em 2008, quando completaram 25 anos de carreira.

O show vai ter churrasco dançante, ao estilo dos grandes bailes que fizeram a fama de tantas duplas e grupos regionais em Campo Grande no fim dos anos 80. Hoje, a história é mais complicada na concorrência com o arrocha e o universitário. “Fechar um cachê é complicado”, comenta Tostão.

Tostão resolveu abrir uma escola.Tostão resolveu abrir uma escola.

Já surgiram inúmeras propostas para que a dupla trocasse diferente e "entrassem na moda", mas quem é de verdade, prefere não perder a coerência. “Temos identidade, e vamos preservar. A verdade é mais interessante”.

Os convites em Campo Grande ficaram menos frequentes e, na falta de locais para se apresentar por aqui, os dois buscaram o interior dos estados de São Paulo e do Paraná para preencherem a agenda de shows. “Não tem espaço, nem feira de exposição tem mais. Ninguém quer contratar”, explica Guarani, sobre o “sumiço” da dupla. “É triste saber que para fazer sucesso tem que ir para fora. Porque não fazer sucesso aqui mesmo?”

Um dos pesares dos músicos é a falta de qualidade da nova safra do sertanejo. Eles lembram que há muito tempo, para gravar um disco era preciso ter mais que dinheiro, devia existir talento. “Hoje é o contrário. Para estar no sertanejo tem que ter dinheiro. Apenas talento não basta”.

Os convites para o churrasco de 30 anos custam R$ 20,00. A festa será na Colônia Paraguaia. Para comprar, ligue 9634-9542.

Fim de semana tem cover de Freddie Mercury e Whindersson
As atrações acontecem no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Confira outras dicas da Agenda Cultural....
Filhos e netos, os artistas mais importantes no palco
Escolas particulares de Campo Grande investem em grandes espetáculos para marcar o fechamento do ano letivo....



A verdadeira música raiz!! Máximo respeito!!!!
 
Celso Petit em 07/02/2014 14:55:36
Sou fã incondicional desta dupla. Tostão e Guarani são o alicerce do berço da musica regional de Mato Grosso do Sul, muito dos sulmatogrossense que hoje fazem sucesso cresceram ouvindo e cantando e se inspirando em Tostão e Guarani, que são inigualaveis na afinação e tom de voz e são referências. Precisamos resgatar a musica raiz de nosso estado, tem muita gente boa que anda esquecido.
 
LUIZ CEZAR SPIES em 06/11/2013 13:52:27
Aí tem muito estilo, tradição e honra à cultura sul-mato-grossense! :)
 
Cultura Caipira Blog em 06/11/2013 13:40:47
Maravilhosa dupla, cada um dos dois tem seu valor que somados, resultam em uma grande moeda: dádiva aos ouvidos de todos os que os escutam cantando!!!! Sempre sucesso!!!
 
Alcione Fonseca em 06/11/2013 13:08:37
É isso ai Tostão e Guarany, conheço essa dupla pois meu marido Evando é musico e sempre que pode acompanha esta dupla pelos bailes a fora. E é a mais pura verdade, quem tem personalidade não muda nunca. Parabens pelos 30 anos de carreira e se DEUS quiser e permitir estaremos com vcs no grande churrasco. Abraços e até lá.
 
Magali Santana em 06/11/2013 12:31:32
O Tostão era p/ ser meu sogro, mas faltou combinar com a filha dele... kkk
Parabéns a dupla!
 
João Carlos Meth em 06/11/2013 11:43:37
melhor dupla da nossa terra. parabéns.
 
celso chaves em 06/11/2013 11:22:26
Parabéns Tostão e Guarany! Por defenderem a música caipira raiz, sou fã de vocês.
 
Maria Glória souza de Deus em 06/11/2013 09:53:18
Tostão e Guarany, Parabéns... pelos 30 anos de carreira que Deus continue iluminando voces. Dia 10/11(domingo) estaremos juntos no lançamento do CD e DV na Colonia Paraguaia com participação especial da nossa rainha Sul-matogrossense Delinha até lá.
 
Osvaldo Vilalba em 06/11/2013 09:10:59
PARABÉNS A ESSA DUPLA MARAVILHOSA, CONTINUE ASSIM UNIVERSITÁRIO É SÓ UMA FEBRE E LOGO PASSA. VOCÊS SÃO ETERNOS NO MATO GROSSO DO SUL.
 
HÉLIO LÓPEZ em 06/11/2013 08:49:09
Alguém conhece algum caboclo,sertanejo,boiadeiro ou algum peão de fazenda que curse,ou tenha cursado uma universidade?Então,esse negócio de sertanejo universitário,é babaquice que as produtoras de discos (não de música) inventaram,apenas para ganhar dinheiro.Esses que dizem cantar sertanejo hoje,na verdade,não conhecem música.Não sabem e não conhecem nem aquilo que estão contando,por que a maioria deles,jamais viveu o dia à dia de um sertanejo.Peão,boiadeiros e sertanejos,não cursam faculdade.Certo estão Tostão e Guarany. Certo estiveram Pena Branca e Xavantinho.São eles quem realmente cultivam a verdadeira e pura música sertaneja.Parabéns,Tostão e Guarany,pelos 30 anos de carreira.Por favor,não parem de fazer música sertaneja.
 
Leopoldo L C Saul em 06/11/2013 08:47:38
'Parabéns à dupla, especialmente ao meu amigo "TOSTÃO". Os estilos universitário e arrocha, é somente uma febre e passará, virá outros novamente, porém fãs de Tostão e Guarani é fiel. TOSTÃO E GUARANI FAZE PARTE DA HISTÓRIA DO NOSSO MATO GROSSO DO SUL.
 
TIKA PEREIRA em 06/11/2013 08:26:36
Esses dois Merecem todo nosso respeito por não entrar na onda "Gravar só pra Lucrar" esses cantam a verdadeira música Sertaneja que outros tem vergonha de cantar.
Parabéns Tostão e Guarani por essa fidelidade, vocês merecem toda nossa admiração!!!
 
Antonio dos Santos em 06/11/2013 08:10:27
Exceção é exceção, talento é talento. Não se discute o óbvio. Essa dupla, que faz a legítima música caipira que embalou e embala muitas gerações, mantem-se fiel ao seu estilo musical e isso é mérito. Ainda bem que não migraram para os "estilos" universitário e arrocha. Que só de escrever aqui dá náusea no estômago para quem tem bons ouvidos para uma boa música. E esses são os fãs dessa dupla e de quem mais preserva a raiz da música sertaneja. Parabéns à dupla.
 
Paulo Roberto em 06/11/2013 07:48:00
Esses representam com maestria, competência, qualidade e humildade a verdadeira música sertaneja (raíz, romântica e cabocla) e fazem e questão de levantar a Bandeira Sul-mato-grossense. A nós que gostamos da boa música, com mensagem, melodia e interpretação, só nos resta tirar o chapéu, nos curvar e agradecer pela bela história musical da dupla. Há algum tempo assistindo os dois no Programa "Viola minha Viola", pude ver com alegria o quanto são queridos e respeitados no meio e pelo Brasil afora, somente aqui em nosso Estado, aonde surgem pra mídia e temos que ouvir tantas porcarias daqui e de fora, eles não são prestigiados como devia.
 
José Alves das Neves em 06/11/2013 07:46:11
Tostão e Guarani, adorei a reportagem, sou fã de vcs a muitos anos, sigam em frente, muito sucesso,
 
luiz alberto - Jaraguari/MS em 06/11/2013 07:30:54
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.