A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

24/05/2012 13:34

Coro lírico encanta pelo bom humor e contemporaneidade

Elverson Cardozo
Grupo é composto por aproximadamente 25 cantores. (Foto: Elverson Cardozo)Grupo é composto por aproximadamente 25 cantores. (Foto: Elverson Cardozo)
Coralistas executam primeira parte da Missa Diamantina em Mi Bemol. (Foto: Elverson Cardozo)Coralistas executam primeira parte da Missa Diamantina em Mi Bemol. (Foto: Elverson Cardozo)

Foi pelo repertório nacional, esquetes bem humoradas e músicas contemporâneas que o concerto musical do Coro Lírico da Cant’Arte conquistou o público. A apresentação, em comemoração aos 4 anos, aconteceu na noite de quarta-feira (23), no Teatro Aracy Balabanian, em Campo Grande.

Veja Mais
Com bugrinhos de Conceição, galeria reúne arte de MS e área ainda atende eventos
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital

O grupo, composto por aproximadamente 25 cantores, abriu o evento com a primeira parte da Missa Diamantina em Bi Bemol, do Padre José Maurício Nunes Garcia.

Depois, cantores se dividiram para apresentar solos de compositores conhecidos, como Waldemar Henrique, Carlos Gomes, Babi de Oliveira, Alberto Nepomuceno e Luiz Bonfá e Antônio Maria.

A soprano Alcenir Luz interpretou “Lua Branca”, da ópera Forrobodó de Chiquinha Gonzaga. Ângela Bessa, que também é soprano, cantou e encantou o público com “Uirapuru”.

“Manhã de carnaval”, de Luiz Bonfá e Antônio Maria, chegou ao público pelo tenor Antonio Coura. As obras “Quem sabe?” e “Conselhos”, de Carlos Gomes, foram interpretadas pela emoção de Bernadete Pavão e a comicidade inconfundível da soprano Angélica Jado.

Edineide Dias canta “Recomendações”, de Babi de Oliveira. (Foto: Elverson Cardozo)Edineide Dias canta “Recomendações”, de Babi de Oliveira. (Foto: Elverson Cardozo)

A proprietária da Cant’Arte e preparadora vocal Edineide Dias, desta vez, não ficou só nos bastidores. Subiu ao palco e, como boa mezzo-soprano, emocionou o público ao cantar “Recomendações”, de Babi de Oliveira.

Cabôca de Caxanga - obra de Catullo Cearense harmonizada por Villa Lobos - trouxe um ar cômico à apresentação, que teve como solistas uma soprano, contralto, tenor e baixo.

O grupo, já em trajes mais informais, fechou a noite com as obras “Congada”, de Francisco Mignone, a “Suíte Nordestina”, de Ronaldo Miranda e “Vamus Aloanda”, de M. Camargo Guarnieri.

O evento era gratuito e foi realizado em parceria com a FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul).

Terceira parte do concerto. (Foto: Elverson Cardozo)Terceira parte do concerto. (Foto: Elverson Cardozo)



Parabéns ao Coro pela apresentação.
Parabéns ao Elverson pela Reportagem, digna da apresentação.
 
Adriano San em 24/05/2012 03:50:08
lindoooooo
 
Gisele Pavão em 24/05/2012 03:23:19
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.