A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

07/06/2012 14:45

Grupo faz documentário envolvendo comunidade e apaixonados pela velha rodoviária

Ângela Kempfer
Foto produzida pelo Coletivo T'Amo na Rodoviária.Foto produzida pelo Coletivo T'Amo na Rodoviária.

O grupo conseguiu aprovar o projeto no Fundo de Investimento Cultural e agora começa a mobilizar toda a comunidade da região da antiga rodoviária para a realização de um curta-metragem.

Veja Mais
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias

O Coletivo "T'Amo na Rodoviária" quer lançar um documentário experimental, mas no meio do caminho pretende movimentar um espaço que ficou praticamente esquecido depois da inauguração do novo terminal, na saída para São Paulo.

Eles já sabem o que querem colocar na tela, algo que valorize a história do lugar e colabore para a sobrevivência de um "corpo" que tem, por exemplo, um cine pornô como genitália, dizem os envolvidos no projeto, em referência ao cinema que por muitos anos funcionou no local.

O “frigir dos ovos” ainda está longe, mas o processo deve ser bem mais animado que a elaboração convencional de um filme. Hoje, o grupo inicia o cadastramento de pessoas interessadas em captar imagens sobre o tema e contribuir para a edição do curta.

Vale para realizadores, técnicos ou amadores dispostos a emprestar o olhar ao projeto. “Qualquer pessoa com interesse em abordar esse tema pode comparecer portando algum equipamento de captação de imagem”, explica o grupo que às 19 horas desta quinta abre o cadastramento dos voluntários na sede do Teatral Grupo de Risco,na rua José Antonio, 2170, bairro São Francisco.

Documentário quer valorizar histórias, como do Salão Real.Documentário quer valorizar histórias, como do Salão Real.

Para amanhã, a atividade foi programada em grande estilo. A boate que funciona na velha rodoviária vai receber dois DJs do blog "Quem Mexeu no meu iPod". A festa será no Non Stop, um clube GLBT que desta vez abrirá para a música e imagens.

O Coletivo avisa que as pessoas na Pista 2 da boate serão filmadas, mediante autorização de uso da imagem, A intenção é captar tudo de maneira desfocada “para experimentação da estética de sentidos e respeito à individualidade”.

Depois da balada, no sábado, das 8h às 16h, as imagens serão captadas pelos cadastrados no antigo prédio e na região que compreende das ruas Dom Aquino a Alan Kardec e da avenida Calógeras a Afonso Pena.

Na sequência, às 18 horas, haverá vídeo instalação no MARCO (Museu de arte Contemporânea de MS).

Veja a agenda completa do T’Amo na Rodoviária:

Dia 07 de Junho

Encontro e Cadastramento – Teatral Grupo de Risco

Rua José Antonio, 2170 – São Francisco.

A partir das 19h

Dia 08 de Junho

Quem mexeu no meu ipod? (LIVE) a partir de 0h

Lista Vip até 1h

Após – R$10,00

Dia 09 de Junho

Filmagem na Antiga Rodoviária (Centro Comercial Condomínio Terminal do Oeste)

Rua Dom Aquino, 740

A partir das 8h

Vídeo Instalação - à partir das 18h

MARCO (Museu de arte contemporânea de MS)

Rua: Antônio Maria Coelho, 6000. Parque das nações indígenas.

Entrada Franca

Imagem na escadaria do Cine Pornô.Imagem na escadaria do Cine Pornô.



errata: o filme esta sendo feito sem apoio do projeto no Fundo de Investimento Cultural, após duas negativas, decidimos fazê-los nós mesmos.
 
Givago Oliveira em 11/06/2012 05:51:14
Eu poderia responder a cada um dos posts, mas espero fazer isso quando o filme estiver pronto. Nosso projeto tem o intuito de contar a história das pessoas que construíram a história da região. Inclusive os hotéis, o correio e o clube sim. Todos inclusive os desinformados são responsáveis. O filme tem cunho antropológico e humano. Política é para palpiteiros. Heloisa parabéns por se posicionar!
 
Givago Oliveira em 11/06/2012 05:49:29
Dou a mao ao Antonio Avelino, pena nao terem aproveitado o predio e reestruturado ele como rodoviaria da cidade, e nao a porcaria que foi nos enfiado goela abaixo.
aquilo ao meu ver é um terminal,que ja nasceu sem suportar a demanda.
nao seria necessario gastar os milhoes e milhoes que ali foi gasto e ficaria fenomenal, digno de uma capital.
NAO JOGUEM PEDRA, JUNTE-SE AOS QUE QUEM O BEM DO LOCAL
 
HELOISA CURY em 09/06/2012 07:29:13
Prostitutas e ladores encontram-se tambem nas boates chiques da cidade, nas melhores familias e nos locais publicos que se dizem chiques, eles apenas usam roupas mais caras.
Quanto ao Marcelo Rezende dizer que devemos demolir e construir uma praça, achei a ideia interessante para fazermos tambem na casa dele, que tal?
Ali é centro da cidade, deixemos de precoceitos chulos e miremos ao futuro
 
HELOISA CURY em 09/06/2012 07:24:35
Que a população saiba que o predio é particular e nao foi pedido autorização legal para filmagem no local.
Se o predio esta na situação que se encontra, devemos ao poder publico, que nao cumpriu com sua obrigação, por anos se pediu segurança na regiao, por anos se pediu á vigilancia sanitaria que fechasse os bares que nao estavam no rumo certo e nada se fazia.
segue abaixo
 
HELOISA CURY em 09/06/2012 07:20:00
Claro que seria mais simples ocultar e ignorar o núcleo de prostituição da região já que fomos assim educados, difícil é apoiar um projeto que só quer dar a luz à algo que está sendo ocultado por muitos, visando, entre outras coisas beneficiar a própria comunidade. Deixem de hipocrisia! Apoiem!!!
 
Ana Paula Ferreira em 08/06/2012 08:33:14
Nada haver esta filmagem, vai denegrir mais a imagem do lugar, mostrando prostituição, cinema pornô, etc. Ou a prefeitura reforma e toma conta daquele local, ou desapropria e faz a demolição do prédio, e no local se constrói um novo ou até mesmo uma praça publica. Acredito que tudo for feito ali não vai pra frente, pois criou-se um estigma muito forte. Lá não e mais rodoviária pow, esquece!
 
marcelo rezende em 08/06/2012 08:19:05
Uma vez rodoviária sempre rodoviária!!! O prefeito tem que reativar a rodoviária. Campo grande está crescendo aquela rodoviária beneficiou os moradores daquela região essa aqui do centro favorece toda a população. È só questão de bom senso.
 
reginaldo pereira da silva em 08/06/2012 08:13:36
Quem não tem uma história a contar envolvendo a rodoviária velha ? Me lembro quando moleque ainda peguei onibus pela primeira vêz na Rodoviária e também lembro da ultima. Morava em Terenos MS,quando já adolescente vinha todos dias estudar em Campo Grande MS e as vêz ficava horas esperando onibus. O Salão Real do Saldoso Sr. Décio frequentei muito,ainda frequento poís sua viuva não fechou o salão.
 
Dalto Donizete Pereira em 08/06/2012 07:49:05
é lamentavel ver a nossa antiga rodiviaria nesta situação, os nossos governantes construiram a nova rodoviaria bem longe fora de mão para muitos, sem hotel perto mais também vamos fazer o que, eles não andam de onibus para verem o quanto e dificil se locomover de um lado da cidade ao outro, e funciona deste jeito os politicos so lembram da classe vaixa quando precisam de votos.
 
Walmir Nascimento em 08/06/2012 07:41:03
O que posso dizer é que os proprietários, inquilinos, moradores da região e o poder público em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo e o CREA Conselho Regional de Engenharia estão se organizando para debates de ideias e propostas para revitalizar o local e fomentar o comércio da região. A ideia de gravarem um filme é bacana, não conheço o conteúdo e a proposta do filme, desde que não seja algo que venha a denegrir a imagem e a história do antigo Terminal Rodoviário que foi um marco de desenvolvimento de Campo Grande, sempre será bem vindo. O Prédio pertence a um Grupo de Empresários e parte dele, no local que antes funcionava o embarque e desembarque do Transporte Urbano e Intermunicipal pertencem ao Município de Campo Grande e estão ocupados de um lado pela Guarda Municipal e do outro por comerciantes ambulantes que ocupavam a Avenida Afonso Pena. Posso afirmar que todos tem uma história e são sensíveis ao abandono que se encontra o Prédio que além de bem estruturado está localizado em local privelegiado da Capital Morena. Estudos estão sendo feitos, o debate está aberto e que venham propostas e INVESTIDORES para resgatar aquele espaço que por muitos anos foi o SHOPPING DA CIDADE e lá funcionava os melhores cinemas e era ponto de encontro e lazer para a população da cidade. Obs. No dia 28 de maio foi realizado uma reunião aberta quando iniciou-se as discussões com o CAU e CREA, o CAU assumiu por determinação de Comissão formada por empresários a responsabilidade de intermediar e buscar propostas e parcerias, para o dia 12 de julho está programado a realização de uma reunião para tratar do assunto na sede do Conselho. A todos os envolvidos e interessados desejo BOA SORTE e que os valores morais e bons costumes sejam respeitados e o local e a região seja resgatada e o comércio volte a gerar emprego e renda. Rui Spínola Barbosa.
 
RUI SPÍNOLA BARBOSA em 08/06/2012 07:03:08
é triste ver o povo mau informado, o prédio não é público é particular,os proprietários já estão se movimentado no sentido de dar vida á antiga rodoviária,agora quanto ao filme pode ser feito até no mato que será sempre um filme,pois o local tem sim cine porno que já está saindo,o boite já está se mudando,e todos verão que o lugar será igualzinho a todos os lugares,também baterá sol.boa sorte r
 
LUIZ GOMES em 08/06/2012 03:32:48
pena o prefeito ,não ter reformado dado uma ropagem nova,colocar escada rolante,pois gastaria bem menos que foi gasto na rodoviaria nova que alem de pequena e ridicula,não tem estacionamento,nao tem hotel perto para quem faz conexão ruim para chegar ate lá fora do centro,fora que um taxi de lá para
quaquer região da cidade fica mais caro que fazer uma viagem sr.prefeito vc viaja
de onibus?
 
antonio alves avelino em 07/06/2012 11:25:07
Muito legal a proposta, mas filmar na boate desviu completamente da proposta.
 
Pedro Henrique Júnior em 07/06/2012 07:57:00
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.