A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

27/05/2012 15:01

Há 16 anos, Casa de Ensaio muda vida de adolescentes com banho de cultura

Mariana Lopes
Na biblioteca, crianças aprendem a ler desde que entram no projeto (Foto: Rodrigo Panziato)Na biblioteca, crianças aprendem a ler desde que entram no projeto (Foto: Rodrigo Panziato)

Basta entrar no prédio para sentir que o ar muda. A arte está em todos os cantos da Casa de Ensaio, da decoração inventada às paredes que trazem fotografias desde a época da fundação do projeto, há exatos 16 anos.

Veja Mais
Com bugrinhos de Conceição, galeria reúne arte de MS e área ainda atende eventos
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital

Tempo o suficiente para atender mais de 2 mil alunos de escolas públicas de Campo Grande, entre crianças a partir de 8 anos a adolescentes de no máximo 17 anos, com um banho de cultura e preparar para o mundo.

O carro-chefe do projeto é o Brincaturas e Teatrices, que consiste em oficinas de teatro, música, dança, artes visuais, literatura, cinema e jogos tradicionais. Mas na verdade, a Casa de Ensaio agrega muitos outros projetos paralelos, nos quais os alunos podem se inserir e, a partir daí, desapontar na vida artística.

Pelos corredores e salas, gente com “um quê” diferente e com cara de artista. Na Casa, desde criança se respira e expira cultura, tanto regional como de outras partes do Brasil.

Logo na entrada, uma sala cheia de criança chama a atenção. Não pelo designer ou pela arte em si, mas pelo fato dela reunir um tanto de crianças com idade abaixo de 10 anos, e todos mergulhadas no universo da literatura.

Na biblioteca com cerca de 2,5 títulos, os interesses variavam de história, contos a gibis. “geralmente criança é mais fácil de incentivar a ler, porque elas não chegam aqui já com o pensamento de que a leitura é chata”, conta o professor de literatura Fabrício Barbosa.

Na parede, recordação de 16 anos de projeto (Foto: Rodrigo Panziato)Na parede, recordação de 16 anos de projeto (Foto: Rodrigo Panziato)

Na Casa, eles aprendem muito mais do que técnicas, mas também adquirem olhar crítico sobre os assuntos e autoconfiança. Com apenas 13 anos de idade e há três no projeto, Giulia Cristina Schroder tem personalidade como poucas garotas da idade dela e não tem medo algum em afirmar que é diferente.

“Antes eu era alienada, não tinha senso crítico, hoje até sonho em transformar as pessoas através da arte, assim como eu fui transformada”, diz, com um tom tão meigo quanto audacioso.

E com o mesmo semblante de quem sabe exatamente onde está e aonde quer chegar, ela garante que não se importa quando alguém a taxa de idealista demais. “O idealismo nos faz criar, e quando a gente consegue criar, daí ninguém mais segura”, pontua a garota.

Outro exemplo de que a Casa de Ensaio muda a vida das pessoas é o professor de jogos tradicionais, ou artista brincante, como eles se intitulam, Eduardo Ribeiro, 21 anos, iniciou no projeto como aluno e hoje ensina a outros tantos tudo o que aprendeu.

“A minha maior felicidade é quando vejo uma criança voltando a ser criança. Hoje em dia elas se tornam adultas tão cedo, que quando vejo elas brincando de verdade, sinto que cumpri meu trabalho”, conta.

O projeto Casa de Ensaio foi fundado em maio de 1996, pela artista Laís Dória e anualmente abre turmas para alunos de escolas públicas, ou particulares que tenham bolsa de estudo.

Show - As apresentações culturais que aconteceriam neste domingo na Casa de Ensaio foram adiadas por causa da chuva, mas ainda não tem data definida. A festa ficaria por conta das bandas Jennifer Magnética, Rivers, Professor Lao, Zé Geral e o ilusionista Rick Thibau.

(Foto: rodrigo Panziato)(Foto: rodrigo Panziato)
(Foto: Rodrigo Panziato)(Foto: Rodrigo Panziato)



Laís e Arthur são pessoas especiais, iluminadas. Parabéns pelo projeto, pela força de incentivar os jovens o tempo todo.
 
ana sayegh em 27/05/2012 04:44:37
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.