A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

15/11/2011 22:04

Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul começa nesta 5ª na Capital

Paula Maciulevicius
Filme “Tempo de criança” marca abertura da Mostra em Campo Grande. (Foto: Divulgação)Filme “Tempo de criança” marca abertura da Mostra em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

A Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul chega a Campo Grande nesta quinta-feira. Com um total de 46 filmes, incluindo títulos inéditos no país, o projeto é apresenta tramas que abordam questões referentes aos direitos humanos, produzidos recentemente nos países sul-americanos.

Veja Mais
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias

Os filmes escolhidos para a abertura, “Doce de coco” e “Tempo de criança”, trabalham com temas relacionados aos direitos da criança e do adolescente, serão exibidos no dia 17, a partir das 19h, no Museu da Imagem e do Som.

No primeiro dia será exibido também o curta-metragem “Máscara negra”, referente à cidadania LGBT – Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

Entre as temáticas abordadas ao longo da Mostra estão: ditadura militar, inclusão social, preconceito, direito à terra, conflitos fundiários, direito à justiça, direito do idoso, direito da pessoa com deficiência, direito à memória e à verdade e direito das populações indígenas.

Para a produtora local da mostra, a expectativa é de que o público campo-grandense possa prestigiar essa iniciativa pelo fato de ser uma oportunidade de entretenimento e de acesso gratuito à bens culturais. “A maioria dos filmes estrangeiros e brasileiros, principalmente de curta-metragem, não foram exibidos em nossa cidade”, comenta.

Desde a criação, em 2006, o projeto pretende alcançar todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. Esse ano incluiu no circuito de exibição as capitais: Boa Vista/RR, Campo Grande/MS, Florianópolis/SC, Macapá/AP, Palmas/TO, Porto Velho/RO e Vitória/ES.

O intuito é fomentar o diálogo e a reflexão sobre toda a multiplicidade histórica e cultural do Brasil e de outros da América do Sul, além de oferecer cultura e lazer a diferentes públicos e facilitar o acesso às produções cinematográficas com diversas temáticas referentes aos direitos humanos.

Com filmes legendados para pessoas com deficiência auditiva e com audiodescrição para deficientes visuais, todas as sessões são gratuitas e serão realizadas sempre em salas com acessibilidade garantida.

A Mostra será realizada no Museu da Imagem e do Som, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, centro da Capital.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.