A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

24/03/2015 22:21

Azambuja anuncia ampliação de dois fundos estaduais de cultura

Daniel Machado e Aline Araújo
Abertura oficial da Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro Boca de Cena, no Teatro Aracy Balabanian. (Foto: Alcides Neto)Abertura oficial da Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro Boca de Cena, no Teatro Aracy Balabanian. (Foto: Alcides Neto)

O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, compareceu na noite de hoje (24) no Teatro Aracy Balabanian, em Campo Grande, para a abertura oficial da Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro – Boca de Cena.

Veja Mais
Parque das Nações terá Jota Quest de graça, além de Curimba e Bella Xu
Morre ator e comediante Guilherme Karan aos 58 anos

A programação, na verdade, foi iniciada na quarta-feira (18) e segue até o próximo dia 28, com atividades culturais gratuitas como apresentações de peças, intercâmbios, debates, fóruns e exibições de filmes.

A presença do Chefe do Executivo e de outras autoridades, no entanto, serviu para conferir chancela oficial ao evento e divulgar novas ações que o Governo pretende por em prática durante a gestão na área da cultura.

Após o evento, que contou com a apresentação da cantora Marta Cel, o governador deu entrevista à imprensa e adiantou que dois fundos culturais importantes da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul serão reativados.

Um deles é do Circuito-Sul-Mato-Grossense de Teatro, que segundo Azambuja será ampliado de R$ 186 mil para R$ 350 mil ao ano. “Esse é um recurso que estava paralisado há sete anos, sem aumento nenhum, e agora vamos mudar isso”, disse.

O outro fundo é o do Prêmio Rubens Corrêa de Teatro, que financia performances cênicas selecionadas por edital no Diário Oficial que, de acordo com o governador, está ‘congelado há três anos’ e neste ano aumentará de R$ 140 mil para R$ 240 mil.

“A gente fica muito contente em construir uma política de cultura com diálogo, pois só assim teremos uma Política de Estado. Até porque os governos passam, mas uma política sólida permanece”, finalizou.
Para Azambuja, outro ponto importante dessa nova estratégia será o “despertar de novos talentos no Estado”, além da recuperação dos espaços culturais, que é algo “que faz muito bem para todos”.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.