A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/05/2014 08:01

Alunos de escola pública fazem vídeo e ficam entre 7 do País em concurso do MEC

Anny Malagolini
Alunos da Escola Estadual Maria de Lourdes Widal Roma, no bairro Moreninha III(Foto: Divulgação)Alunos da Escola Estadual Maria de Lourdes Widal Roma, no bairro Moreninha III(Foto: Divulgação)

Cinco alunos do terceiro ano da Escola Estadual Maria de Lourdes Widal Roma, no bairro Moreninha III, criaram o vídeo “A Lélia que era mulher de verdade”, em homenagem a intelectual brasileira Lélia Gonzalez e agora estão na disputa do “Curta Histórias” - concurso criado pelo Ministério da Cultura.

Veja Mais
Final de semana tem a volta de Anjos da Noite, comédia nacional e animações
Semana tem ação com a volta de Jack Reacher, além de ficção e terror

A escola é a única do Mato Grosso do Sul que teve o material aprovado e concorre com mais 7 grupos do Brasil. Ao fim, duas serão escolhidas pelo voto popular, exclusivo pelo site do concurso

Neste ano, o tema proposto do concurso foi “Personalidades Negras”. Segundo a professora de Sociologia Jaine Vicência de Souza, de 23 anos, e orientadora do trabalho, a escolha de Lélia foi feita por ela para fazer com que os alunos ampliassem a visão sobre o assunto e pudessem conhecer a história de uma das mulheres que é referência na cultura negra brasileira, porém tem seu trabalho ainda pouco divulgado.

Por três dias os alunos se encontram na escola para produzir o vídeo, que foi gravado com a câmera de um celular e uma máquina digital.

Matheus Quintiliano, de 17 anos foi o aluno responsável pelos desenhos. Ele diz que pensou em colaborar na produção desenhando, e a ideia de fazer uma sequência de fotos também veio dele. Sem nenhuma habilidade com edição e filmagem, o grupo recorreu a internet para conseguir finalizar a produção, que tem duração de 60 segundos – tempo estipulado pelo concurso.

São cinco categorias e o vídeo está concorrendo em “Ensino Médio”, com mais sete produções, de escolas do País inteiro.

Além da votação popular, também há uma comissão julgadora, responsável por escolher um vídeo para ser premiado, ou seja, a escola tem duas chances de ganhar na sua categoria. A votação pode ser feita pelo site do “MEC” até o dia 11 de maio. O resultado será anunciado no mesmo endereço na segunda, dia 12.

Como premiação do primeiro lugar, cada aluno irá ganhar um smartphone e a professora responsável pela turma vai receber além do aparelho celular, uma câmera semi-profissional. Já a escola ganha um aparelho de data show e também a câmera. Os vencedores também vão ganhar uma viagem a Brasília para a solenidade de entrega de premiação.

“A ideia não é conquistar os prêmios, mas pensamos no ganho de aprendizado que eles tiveram. E não dá pra esquecer que são alunos de uma escola pública e sabemos das limitações dela”.

Para votar acesse aqui.




Parabéns para os alunos e para a professora.
Pena que a imprensa não se interesse muito em tentar ajudar a divulgar isso para a população, diferente caso fosse um escândalo na escola.
Vou votar e divulgar para meus conhecidos para ajudar e valorizar a nossa educação, ainda mais vindo de uma escola pública da Moreninhas.
Parabéns mais uma vez e estou na torcida.
 
Gabriel Mathias em 10/05/2014 17:12:49
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.