A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

19/02/2015 06:34

Faroeste pantaneiro vira web série sul-mato-grossense com drama e aventura

Aline Araújo
Faroeste pantaneiro vira web série sul-mato-grossense com drama e aventura

A ideia partiu de um faroeste pantaneiro, fazer em web série uma trama com aspectos da cultura sul-mato-grossenses, inseridos em um história universal. Simão é um rapaz simples, de um vilarejo chamado Desterro, criado pelo dono do bar da região. Sua vida é cheia de mistérios e a história é contada no estilo bang bang, com o "Bando do Otávio" do lado oposto.

Veja Mais
Final de semana tem a volta de Anjos da Noite, comédia nacional e animações
Semana tem ação com a volta de Jack Reacher, além de ficção e terror

São seis capítulos de 15 minutos, divulgados quinzenalmente aos domingos. O primeiro vai ao ar no dia 15 de março e a direção é dos irmãos Luana e Breno Benetti. Os dois sempre quiseram fazer uma série e escolheram a internet pela facilidade de acesso do público.

Faroeste pantaneiro vira web série sul-mato-grossense com drama e aventura

“A internet te dá a oportunidade de assistir em casa, quando você quiser, não tem um horário e isso é legal”, comenta Luana.

No elenco, atores do Estado e um cuidado especial com a iluminação e a pós-produção. Tudo foi gravado em alta resolução e a edição tem muito zelo, garantem. “Nós sempre trabalhamos junto e sempre conversamos sobre a possibilidade de fazer uma série. Porque hoje todo mundo acompanha uma série na TV ou na internet. Eu escrevi o roteiro e nós ambientamos isso em uma bang bang meio no Pantanal, meio cerrado, na nossa cultura”, detalha Breno.

Faroeste pantaneiro vira web série sul-mato-grossense com drama e aventura
Faroeste pantaneiro vira web série sul-mato-grossense com drama e aventura

Os recursos da série vem do Femic ainda de 2013 (Fundo Municipal de Investimentos Culturais de Campo Grande). Durante todo o ano passado eles trabalharam a adaptação do roteiro. As gravações aconteceram em dezembro e agora o material está na pós produção.

“A gente percebeu que teria um grande trabalho na pós-produção, com vinhetas, aberturas...e estamos trabalhando para deixar tudo com a melhor qualidade”, afirma o diretor. 

Luana conta que a iluminação na série tentou explorar bem as cores. “Diferente dos faroestes americanos e tons pasteis, a gente fez as imagens bem coloridas”.

Mesmo antes de ser divulgada, a série já gerava burburinhos no Facebook, na página que já tem 500 curtidas.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.