A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

23/04/2014 14:53

Fãs cobram cinemas outra vez e conseguem trazer "Hoje eu quero voltar sozinho"

Ângela Kempfer
Gabriel e Leo, personagens que vão se apaixonar ao longo do filme.Gabriel e Leo, personagens que vão se apaixonar ao longo do filme.

Após mais uma mobilização nas redes sociais, o filme “Hoje eu quero voltar sozinho” vai estrear em Campo Grande. Serão duas sessões no Cinépolis, às 13h30, e 18h30.

Veja Mais
Final de semana tem romance, comédia, animação e três filmes nacionais
Final de semana tem a volta de Anjos da Noite, comédia nacional e animações

Fãs do longa do diretor Daniel Ribeiro criaram um evento no Facebook para reunir pessoas e conseguir que a produção entrasse em cartaz aqui na cidade. O mesmo já havia ocorrido no ano passado, com Elena, de Petra Costa.

A produção brasileira é como uma continuação do curta “Eu não quero voltar sozinho”, do mesmo diretor. Ganhou projeção mundial ao ser escolhido como melhor longa da mostra Panorama do Festival de Berlim, pelo voto da crítica, e também por levar o prêmio Teddy, destinado aos filmes com temática homossexual.

Desde o início de abril, quando estreou no circuito nacional, os fãs de Campo Grande fazem uma via sacra pela exibição em Mato Grosso do Sul. “Desde o lançamento do curta que baseou o filme eu me tornei fã do Daniel Ribeiro, então desde o anuncio de que o longa seria lançado, eu fiquei na expectativa”, lembra Martin D'Estefani Martinelli, que iniciou a campanha.

Para alcançar o objetivo, ele e os amigos enviaram emails, foram até os cinemas, entraram em contato com a distribuidora e organizaram abaixo-assinado.

“Pessoalmente, essa foi a primeira vez que me envolvi diretamente em algo do tipo, mas ano passado conseguiram trazer o filme Elena para a cidade usando a mesma abordagem”, reforça Martin.
Agora que eles sabem o caminho, devem repetir a dose sempre que for preciso. “Não há nenhum outro filme em vista no momento, mas agora eu conheci pessoas com os mesmos interesses e vamos tentar sim repetir a iniciativa daqui pra frente”.

Trama - O filme fala sobre a descoberta do amor e da homossexualidade. O diretor costuma dizer que se inspirou na experiência de se apaixonar pela primeira vez, no primeiro beijo e considera o trabalho um longa sobre encontros.
“Ser gay não é um problema para os personagens, mas fora do filme eu queria que o público se perguntasse por que se identifica com a história mesmo quando não é gay”, comentou Daniel Ribeiro durante a estreia em São Paulo.

Leo é um adolescente cego, que divide tudo com a melhor amiga Giovana. Até que Gabriel aparece e muda a relação dos dois. O caminho de volta da escola, é percorrido todo dia pelo protagonista ao lado da amiga. Mas ao longo da história, surge a necessidade de andar sozinho, daí o título do filme.

“A trama trata de uma história universal sobre crescer, sobre descobrir o lugar no mundo e a descoberta da sexualidade, coisas que os jovens se identificam e querem ver retratadas no cinema”, avalia Martin.

Antes mesmo de entrar em cartaz, o longa já tinha 154 mil fãs brasileiros no Facebook, por conta do sucesso do curta.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.