A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

12/04/2015 14:34

Feira se transforma em rua do Paraguai durante gravação de filme

Flávia Lima
Equipe passou a tarde na Feira Livre da rua Cuiabá. (Foto:Divulgação)Equipe passou a tarde na Feira Livre da rua Cuiabá. (Foto:Divulgação)
Objetos de cena deram veracidade às cenas que deveriam retratar o Paraguai. (Foto:Divulgação)
Objetos de cena deram veracidade às cenas que deveriam retratar o Paraguai. (Foto:Divulgação)

As gravações do longa "Em Nome da Lei", baseado na vida e carreira do juiz federal Odilon de Oliveira continuam causando alvoroço em Dourados, município distante 233 quilômetros de Campo Grande. Neste fim-de-semana, produtores, elenco e direção, que estão na cidade desde o dia 21 de março, passaram a tarde de sábado na maior feira livre da cidade, localizada na rua Cuiabá.

Veja Mais
Diretor e produtora do “Em Nome da Lei” falam de roteiro, elenco e gravações
“Em Nome da Lei” mobiliza 730 pessoas em 70 cenários de gravação

Como a cena deveria se passar no Paraguai, para dar veracidade, a equipe de ambientação distribuiu, ao longo da rua, objetos e placas com dizeres em espanhol.

No cenário, as barracas dos feirantes davam a aparência do país vizinho para que o processo ficasse parecido com a realidade. Do lado "paraguaio" até terra foi colocado no chão.

Além dos atores Mateus Solano, que interpreta o juiz Vitor e Eduardo Galvão, que vive um delegado, marcaram presença nas gravações o próprio juiz Odilon, que não perdeu um só detalhe das cenas e aproveitou para registrar o momento ao lado da equipe.

As gravações do longa devem se estender até o início de maio e a estreia prevista para o ano que vem. Além da feira livre, os atores gravaram no shopping do município, Perimetral Norte, Aeroporto Francisco de Matos Pereira, avenida Guaicurus e Clube Samambaia.

Com informações do DouradosNews.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.