A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

10/08/2015 15:13

Filme sobre Ney Mato Grosso gravado em Bela Vista é finalista em prêmio nacional

Naiane Mesquita
Documentário sobre Ney Mato Grosso, do cineasta Joel Pizzini é finalista do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Reprodução)Documentário sobre Ney Mato Grosso, do cineasta Joel Pizzini é finalista do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Reprodução)

O filme "Olhu Nu" do diretor Joel Pizzini foi escolhido como finalista na categoria documentário no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A produção percorre a vida criativa do cantor sul-mato-grossense Ney Mato Grosso, inclusive, com cenas filmadas em Bela Vista, cidade distante a 322 km de Campo Grande.

Veja Mais
Final de semana tem a volta de Anjos da Noite, comédia nacional e animações
Semana tem ação com a volta de Jack Reacher, além de ficção e terror

O longa-metragem concorre com os filmes "A Farra do Circo", de Roberto Berliner e Pedro Bronz, "Brincante", de Walter Carvalho, "Dominguinhos", de Eduardo Nazarian e "Tim Lopes - História de Arcanjo", de Guilherme Azevedo.

Em "Olhu Nu", Joel Pizzini apresenta a carreira de Ney de forma não-linear, buscando a forma criativa de sua obra. O artista que sempre foi conhecido por sua irreverência e talento se tornou uma figura da cena cultural brasileira em plena ditadura militar.

Além de Ney Mato Grosso, o cineasta da produção Joel Pizzini também tem um envolvimento com a terra. Apesar de nascer em terras cariocas, Joel mudou-se com seis meses de idade para Dourados, onde permaneceu até os 15 anos. Apaixonado pelo Estado, o cineasta também já fez um filme inspirado no poeta Manoel de Barros, intitulado Caramujo-Flor.

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro possui 26 categorias e seus finalistas foram escolhidos por membros da Academia Brasileira de Cinema. Além de "Olho Nu", o filme “Getúlio”, de João Jardim, recebeu o maior número de indicações (14 no total), sendo acompanhado por “O Lobo atrás da Porta”, de Fernando Coimbra, com 12 indicações. “Tim Maia”, de Mauro Lima, e “Irmã Dulce”, de Vicente Amorim, concorrem em dez categorias cada. “Praia do Futuro”, de Karim Aïnouz, vem logo em seguida, com sete indicações.

A cerimônia de entrega será no dia 1º de setembro no Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, no Rio de Janeiro.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.