A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

13/01/2016 06:12

Ao completar 30 anos, bar quer conhecer as histórias de amor que começaram ali

Paula Maciulevicius
Nos 30 anos, um dos bares mais tradicionais de Campo Grande se abriu para ouvir as histórias de vida dos clientes. (Foto: Gerson Walber)Nos 30 anos, um dos bares mais tradicionais de Campo Grande se abriu para ouvir as histórias de vida dos clientes. (Foto: Gerson Walber)

Quem se casou com o melhor amigo, aquelas que se conheceram ali e nunca mais se desgrudaram. São essas as histórias de amor que o Park's quer descobrir. No aniversário de 30 anos, um dos bares mais tradicionais de Campo Grande se abriu para ouvir dos clientes, os enredos nos quais foi cena de fundo. 

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

Tânia e Fábio se conheceram em 1996, mas antes de começarem a namorar, foram amigos por muitos chopes. Em quase quatro anos de amizade, tomaram cerveja entre amigos no bar. "Em dezembro de 1999 a gente acabou ficando junto. Eu só pensava, será que estraguei uma amizade? No dia 18 começamos a namorar e um ano depois nos casamos", resume a produtora de audiovisual, Tânia Sozza, de 39 anos. 

Em 2016, eles fazem 15 anos juntos e ao olharem para trás, só conseguem enxergar um só bar que traduz toda a história. "De 96 a 99 eu tomava chopp com meu melhor amigo no Park's, depois meu melhor amigo se tornou namorado também e continuamos tomando chopp no Parks. Em 2001 meu melhor amigo e namorado se tornou marido e continuamos tomando chopp no Park's", brinca Tânia. 

Tânia e Fábio em dezembro de 1999. Foto feita por câmera Polaroid no Park's. (Foto:Arquivo Pessoal)Tânia e Fábio em dezembro de 1999. Foto feita por câmera Polaroid no Park's. (Foto:Arquivo Pessoal)

À época, ela lembra que não havia muitos lugares na Capital que fossem para curtir amigos, do estilo de sentar, conversar, comer e beber. "Não era um lugar para você curtir a balada e sim a companhia. O Fábio tinha muito dessa, de que precisava conversar com uma amiga, me pegava em casa e íamos ao Park's", recorda.

Depois de casados, os dois moraram por quatro anos nos Estados Unidos, ao voltarem, o primeiro lugar onde quiseram ir foi... O Park's. "Lembra a nossa amizade, nosso namoro. O bar faz parte da minha história". Uma das lembranças está até registrada em fotografia. Um vendedor passava fotografando numa câmera Polaroid e depois vendia os registros. Na imagem, é a primeira foto que Tânia e Fábio têm juntos.

Em 2007, depois de conversarem pelo extinto MSN, Kathya e Thaisa marcaram de se conhecer, pessoalmente, no bar. Era uma quarta-feira, dia 28 de novembro. "Sentamos na área externa, perto da árvore e ficamos conversando até 3h da manhã. Daquele dia em diante, nunca mais deixamos de nos ver e fomos morar juntas dia 18 de dezembro", narra a bancária.

O que ficou na memória delas foi o primeiro capítulo de uma história juntas. "Um ambiente aconchegante, próximo da natureza, onde você escuta o barulho da água do córrego, sente aquele cheiro do verde da natureza. Até hoje o Park's é uma referência deliciosa de encontros e saídas", completa Kathya.

Thaisa e Kathya, se conheceram no Park's e nunca mais se largaram. (Foto: Arquivo Pessoal)Thaisa e Kathya, se conheceram no Park's e nunca mais se "largaram". (Foto: Arquivo Pessoal)

Em três décadas, foi de tanto ouvir falar o quanto o bar representava na vida dos clientes, foi que surgiu a ideia da promoção, “Amor de Park’s, onde bate fica”. Sócio-proprietário, Silvio Di Nucci, de 57 anos, fala que sendo palco de vários encontros, o Park's levou muita gente pro altar.

"Surgiram vários noivados, casamentos e grandes amizades. Queremos relembrar para que não se perca com o tempo essas histórias. Escutamos as pessoas dizerem que começaram a namorar aqui, que deram o primeiro beijo ali, isso ouvimos durante muitos anos", conta Silvio. As histórias surgem até de gente que os donos não conhecem tão bem.

"E o Park's também é a minha história. Metade da minha vida eu vivi aqui. Tenho uma história também, a Lu, minha esposa, fazia parte de uma turma que frequentava o Park's. A gente acabou se encontrando e estamos juntos há 18 anos", resume.

A promoção vai até o dia 20 de janeiro. Os clientes que tiverem uma história apaixonante, divertida, que vale ser lembrada e que queiram contar, podem enviar uma mensagem para a Fanpage do Park’s Bar e Choperia. As melhores histórias serão publicadas na página oficial do bar e os escolhidos ganharão um jantar especial para comemorar. 

Curta o Lado B no Facebook.

Melhores histórias serão publicadas na página oficial do bar e os escolhidos ganharão um jantar especial para comemorar. (Foto: Assessoria)Melhores histórias serão publicadas na página oficial do bar e os escolhidos ganharão um jantar especial para comemorar. (Foto: Assessoria)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.