A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

31/07/2013 06:23

Casal deixa o amor registrado em ponte, coloca cadeado e joga as chaves fora

Paula Maciulevicius
No Parque, a ponte ganha, quem sabe, o primeiro de muitos cadeados que trancafiaram histórias de amor. (Fotos: Cleber Gellio)No Parque, a ponte ganha, quem sabe, o primeiro de muitos cadeados que trancafiaram histórias de amor. (Fotos: Cleber Gellio)

Ele, Renato Pavan, 27 anos. Ela, Vanessa Feitosa, 28. O casal que literalmente colocou o amor na ponte, trancou o cadeado e jogou as chaves no lago que água nenhuma vai trazer de volta. No Parque das Nações Indígenas, quem sobe em direção à concha acústica se depara com um cadeado na parte baixa da grade, do lado esquerdo. Na gravação está o nome do casal e a data. Mais um dia 12 que está trancafiado.

Veja Mais
Aos 56 anos, Márcia é parceira do filho do tênis de LED ao Pokémon Go
Papai é a estrela, mas Mamãe Noel pode fazer toda diferença no Natal

O presente foi uma ideia dela, tirada das pontes tradicionais da França e da Itália, que acumulam histórias de amor e de quem se apega a todos os símbolos na tentativa de tornar o que é bom eterno. Nomes de casais, cadeados e chaves no fundo dos rios. A escolha pelo Parque coincidiu de ter uma ponte e ser lugar marcado na vida deles. A verdade é que há quatro meses eles trocam presentes em todos os dias 12. Mas a história vem de muito tempo, numa época em que o casal não se ligou muito nos sinais que a vida tentou mostrar.

Mulher quando coloca uma coisa na cabeça, não há nada no mundo que consiga tirar. Assim foi o último dia 12 de junho, que coincidentemente era o Dia dos Namorados. Do início da manhã até o fim da tarde, Vanessa percorreu lojas de utilidades, um chaveiro dos mais antigos e por fim a ótica que pode gravar os nomes para eternizar o momento.

Lá desde o dia 12 de junho, o presente foi ideia dela, baseada nas pontes mundo afora.Lá desde o dia 12 de junho, o presente foi ideia dela, baseada nas pontes mundo afora.
Juntos há quatro meses, a história deles já estava 'fechada' há cinco anos.Juntos há quatro meses, a história deles já estava 'fechada' há cinco anos.

“Uma coisa mais significativa do que o valor econômico e não foi fácil achar o cadeado”, conta ao Lado B. Entre os primeiros vistos, as logomarcas impediam a escrita de Renato e Vanessa. Foi o chaveiro que mostrou o mais potente e também o que tinha um dos lados lisos. Pronto. Ali estava materializada a ideia do coração que só abre com uma única chave.

Na noite do dia 12, ela pediu para que ele a pegasse em casa mais cedo, antes do jantar, par que desse tempo de chegar ao Parque antes do fechamento. Sem que Renato tivesse o presente nas mãos, ela pediu que ele escolhesse um dos lados da ponte. Ele optou pelo direito e só entendeu o que era quando se deparou com o cadeado. “Ele fechou e jogou a chave fora”, ela prossegue a história.

O medo foi que o símbolo do amor dos dois fosse tirado. Por vandalismo ou pela própria administração do Parque. “Seria legal se as outras pessoas colocassem também, vai que vira uma atração”, sugere Vanessa.

A ideia foi dela, mas quem mais cuida é ele. Renato já foi ao parque mais vezes do que a namorada só pra ver se o cadeado continua lá. “Como é difícil de enxergar, quando eu venho vindo me pergunto putz será que tiraram? Alguém arrancou?”. Mas não Renato, ele ainda está como a história de vocês, firme e forte.

Mas afinal, o que significa ter os nomes gravados num cadeado na ponte do Parque? “É muito pouco tempo, mas eu tenho a sensação de que a gente está há muito tempo junto. A nossa história começou cinco anos atrás e quando eu tive a oportunidade de ter de novo, eu senti que tinha alguma coisa com ele naquele momento. Naquela época eu não tinha como dar mais importância, se eu tivesse dado mais atenção aos sinais, a gente podia estar há tanto tempo junto. Isso simboliza o que vem pela frente”.

Que as histórias de amor que os cadeados espalhados mundo afora trancafiam que o diga, tudo vem ao seu momento.

“Agora tem uma coisa, eu procuro prestar mais atenção nos sinais”, diz ela. “Jogar no lago simboliza que é para ficar ali mesmo fechado. Mesmo se a gente terminasse, eu não voltaria para tirar o cadeado”, finaliza ele.

Para fazer suspirar qualquer um. O cadeado sela o amor do casal que trancou a história e jogou as chaves fora.Para fazer suspirar qualquer um. O cadeado sela o amor do casal que trancou a história e jogou as chaves fora.



Uma história pra contar. Adorei!!!
 
Paula Guitti Leite em 03/08/2013 20:53:56
Intromissão de pessoas que são especialistas em criticar as escolhas dos outros, a vida alheia...
 
Lidiane Mascarenhas em 01/08/2013 08:51:15
Achei brega,Qdo vierem os chifres estarão indo la quebrar o cadeado. Sei não...quem faz muitas juras de amor são os mais falsos.
 
Carlos paulista em 31/07/2013 19:54:33
Concordo plenamente com o casal, achei lindo! quem critica tanto é porque certamente é mal amado.
 
juremai borges em 31/07/2013 19:37:52
Lindo, sensível, romântico, bela idéia, diferente, enfim tudo de bom. Só que os que praticarem tal ato deve assinar um compromisso que no caso de descobrir que ela ou ele não e o amor de sua vida, ou caso tenha alguma frustração no relacionamento, nenhum dos dois deverá dinamitar a ponte . kkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Álvaro José em 31/07/2013 18:33:16
Achei simplesmente o máximo a ideia deste jovem casal que de uma forma simples externou seu amor de #LONGADATA que agora se reencontra para selar seu amor sem qualquer intromissão. Parabéns.
 
Paula Correa da Costa em 31/07/2013 18:11:53
Adorei essa historia linda....
que o amor de vcs durem por toda a vida....
Parabéns....
 
leticia benites em 31/07/2013 17:48:57
nada original..
paris...
pont des arts...
 
fabio alvarenga em 31/07/2013 17:34:39
Se isso virar moda, daqui a pouco a ponte cai por excesso de peso e ja pensaram no tanto de chaves que tera dentro do lago?
 
Nikko flores em 31/07/2013 16:57:31
achei lindo... muita sorte para o casal!!!
 
Lidiane Mascarenhas em 31/07/2013 16:42:09
Não sei se é romântico ou não, mas se esta prática se tornar comum, certamente as fábricas terão que produzir mais cadeados, gerando novos empregos, mais renda, mais impostos, mais serviços de gravação, etc. Os parques poderão criar uma área específica para esse fim, cobrando, logicamente, um ingresso para tal. Isso é bom! Assim nasce um fato, depois vira costume, posteriormente, se perpetua em sua prática e passa a fazer parte da história de um povo. ´Bem, acho que é isso.
 
Cléber Córdoba em 31/07/2013 16:06:14
Jogaram a chave no lago? Isso não deixa de ser poluição, independente do romantismo ou não.
 
Kaio Gleizer em 31/07/2013 15:46:45
Essa ideia veio apartir de um livro Francês '' Sou Louco por Ela'' , que já virou filme :)
 
Flávia Lira Lopes em 31/07/2013 14:48:04
Foram falar, agora os "EX-sssssss" irao lá quebrar so pra dar ERRADO...KKKKKKKKKK. Brincadeira! (mas pode acontecer, será?)...vixi....Sorte ao casal, que Nossa Senhora do Aço Forte impeça isso!..rs.
 
Paulo Ciltrão em 31/07/2013 14:38:05
Muito bonito, mas e se todo mundo resolve fazer isso e colocar cadeados em toda a extensão da ponte? Vamos ter uma arquitetura de cadeados?

Interessante também a declaração de alguns de que tem gente que joga lixo no lago e nas praças. Será que um vandalismo justifica outro? Ninguém tem direito de reclamar? Será que quem reclama é quem joga o lixo no parque? Será que, para ter o direito de discordar temos de tomar uma atitude contra outros tipos análogos de vandalismo? Então só policial poderá reclamar do crime?

Vandalismo deixa de ser ilícito porque é romântico? Então perdoaremos também os crimes passionais, porque decorrem do amor? A morte assistida porque o autor agiu com compaixão?
 
Guilherme Arakaki em 31/07/2013 14:27:47
Quanta vulgaridade! só poderiam ter emitado acontecido em outros paises,porisso somos chamdos pelos argentino de macaquitos,criem algo novo,essa demonstração não é nada mais que insegurança,pois hoje não existe mais namorado e nem marido (NAMORIDO)namorado/marido.
 
marco antonio em 31/07/2013 14:04:42
EU ADOREI!!! MUITO LINDO MESMO!!! E QUER SABER, TEM MUITA GENTE MUITO MAL AMADA MESMO... EU VOU FAZER O MESMO!!! VOU COLOCAR O CADEADO NA PONTE TBM GRAVADO MEU NOME E DO MEU MARIDO... LINDO GESTO DESTE CASAL!!!
 
FERNANDA BERGONZI em 31/07/2013 13:59:43
Isso parece muito bonitinho mas é ato de vandalismo. As pontes na Europa estão infestadas de cadeados de todos os tamanhos e cor.Em alguns lugares como Firenze, além de proibido, quem é pego é multado. Vamos deixar de copiar os gringos e fazer alguma coisa original.Sugestão:gastar o $ do cadeado com comida e doar pra quem precisa, não vai poluir a cidade e ainda ajuda algém.
 
ana carolina meirelles em 31/07/2013 13:56:43
Achei legal também, gostei, e quem não gostou, não olha!
 
Junior Ferreira em 31/07/2013 13:38:41
Vejam bem essas criticas, temos que levar em consideração não só a intensão de amor e afeto, mas também o gesto de gentileza das pessoas. Reflitam!!!
 
Thiago Nomade em 31/07/2013 12:45:17
Que lindo isso .... S2 Só acho que essa chave não deveria ter sido jogada fora e sim ser usada para trancar a boca de quem só sabe criticar e não sabe o que é romantismo.... Amei!!!! Parabéns ao casal... Que esses 4 meses sejam apenas o início de uma longa jornada juntos...
 
Dudinha Lima em 31/07/2013 12:41:42
Ah, que lindo...que gracinha....que belo...que romântico né? pra quem gosta de melação, nota dez, só tirou zero na originalidade.
 
Rosemeire Travasso em 31/07/2013 12:39:19
RENATO E VANESSA
QUE DEUS ILUMINE ESTA UNIÃO, POIS O MUNDO ESTA PRECISANDO DE AMOR , PAZ, CARINHO, FÉ......

 
LUCILENE PEREIRA em 31/07/2013 12:10:54
Plantar uma arvore em homenagem a esse amor seria muito melhor, uma arvore significa nascimento, vida e esperança, já o cadeado significa prisão, impedindo o progresso.. e pior ainda as chaves enferrujadas no lago, contaminando o meio ambiente e as vidas aquáticas.
 
Rafael Pereira em 31/07/2013 12:07:47
Eu acho que tem muita gente mal amada, que só sabem reclamar, como se jogar sacolas e garrafas no lago fosse bonito, como se os banheiros fossem inteiros la dentro, ah me poupem, achei muito boa a ideia, qualquer coisa jogue a chave no mato, no lixo, ou pendure no pescoço, mas vir falar aqui que é macumba,né Luiz Castro, ou que é ridículo né Edmur...enquanto uns manes picham nas paredes e outros fazem faixam, não vejo maldade prender um cadeado na grade.
 
Andre Luiz em 31/07/2013 12:07:47
Gente quanto comentário invejoso! Oh povinho mal amado heim.
 
Jescii Ribeiro em 31/07/2013 11:59:31
Romântico nada!!! É mesmo que amarrar a pessoa ao lado dela. Quase que bruxaria.
Quem ama liberta, quem ama fica junto por gostar e não por esta preso.
Fora o fato que se a moda pega, um monte jogando chave no lago, vai piorar a vida dos animais que la moram. As chaves enferrujam, e poluem o lago. Zero para a atitude. Quer provar o amor, visite a administração do parque e com autorização plante uma arvore. Mil vezes mais bonito e marcante.
 
Luis Castro em 31/07/2013 11:43:05
Administrei este parque por seis meses e vi muitas atitudes de vandalismo, assim como conheço pessoas realmente preocupadas com este local. Se querem provar algo um para o outro deveriam fazer em seu próprio espaço particular, respeitando o que é público, pois muitos de nós não querem saber sobre o que eles querem se expressar. Respeitem o Parque das Nações Indígenas, porque isso é um tipo de vandalismo e poluição visual. Imaginem se as pessoas colocassem vários cadeados horríveis nas grades do nosso parque. E onde ele jogou a chave? No córrego Prosa?
 
Edmur Lavezo Gomes em 31/07/2013 11:32:49
Achei de mau gosto...o homem sempre egoísta, se preocupou mais com o gesto do que com as consequências, pergunte a um biólogo dos malefícios de se jogar chave em rio, imagina se todo mundo adere: aquela montanha de chaves dentro do rio...sei lá por que não escreve num outdor, faz uma camiseta, precisa agredir a natureza, "quem não se preocupa com a poluição dos rios não é digno da água limpa que bebe".
 
Sirley Batista Gasques Correa em 31/07/2013 11:26:24
Eu acho muito engraçado, jogar garrafa pet, papel, sacolas plásticas e outros afins, não polui não é?
Por que quando tem shows no parque é isso que vemos no lago, e quando falam que vão cancelar os shows lá a população inteira se revolta, mais cuidar de uma forma correta ninguém quer, então meus queridos, pensem bem antes de postar qualquer critica ou melhor expor sua INVEJA colocando a natureza em primeiro lugar, é de fato que isso realmente pode poluir o lago, mas tem coisas bem piores acontecendo e ninguém fala ou vê nada!
Então meus amores cuidado com os comentários desnecessários, quando não se tem consciência nenhuma de meio ambiente. Obrigado!
 
Rafael Siqueira Rojas em 31/07/2013 11:21:12
de mau gosto!!!
 
Marcelo Mendes em 31/07/2013 11:08:30
Criticas é o que mais tem, assim é o ser humano.. todos tem o prazer de Criticar os outros, lamentável mais essas pessoas que criticam ,,, poderiam procurar o que fazer.
 
Patricia Nunes em 31/07/2013 10:27:12
Estou casado há 30 anos e meu casamento já atravessou dezenas de crises, mas jamais saímos de casa. Nem eu nem minha esposa. Claro que jamais houve infidelidade sexual entre nós, mas divergências diversas, implicâncias, intransigências, intolerâncias (hoje já superadas) mas que acredito que a maioria dos casais não suportaria, como vários amigos/amigas nossos não suportaram, se separaram, e hoje estão arrependidos. As mazelas são comuns a todos os casais: ricos, muito ricos, pobres, muito pobres. Cadeado em ponte não segura casamento, polui ambiente. É preciso diálogo entre os cônjuges.
 
Adilson Neruda em 31/07/2013 10:23:28
Que continue assim esse amor eternamente o que é muito difícil,tem que estar gravado e guardado no CORAÇÃO,ai sim será eterno,mas respeito,admiro a atitude do casal.
 
Israel Lima em 31/07/2013 10:20:25
Quem ama de verdade não precisa de artifícios espetaculosos e nem da opinião ou conceito da sociedade. Preocupar-se em mostrar para os outros seus próprios sentimentos (principalmente em espaços públicos) já é sinal de fragilidade e de insegurança; é rotular de caro um vinho barato...
 
plinio rubert gardin em 31/07/2013 10:16:43
Muito bonito,é isso que está faltando no mundo,mais amor e romantismo!!!
 
Mônica Lima em 31/07/2013 10:08:12
Parabéns pelo gesto. Romantismo nunca saiu de moda e quem conhece um pouquinho desse casal sabe o quanto ele são realmente unidos. Que a história de vocês perdure por muitos e muitos anos.....PARABÉNS!
 
Stephanie Lima em 31/07/2013 09:51:39
http://g1.globo.com/planeta-bizarro/noticia/2013/02/paris-retira-tradicionais-cadeados-de-amor-deixados-em-grandes-de-ponte.html

Imagina se essa gradinha sem-vergonha do Parque aguenta um montão de cadeados... O Orlando Santos tem razão... Aqui não temos estrutura pra ficar copiando as coisas lá de fora...
 
Suellen Kemp em 31/07/2013 09:30:12
Muito criativo esse casal, não vejo a hora de ir lá para ver se está lá mesmo o cadeado, espero que nunca o tirem de lá. Felicidades para eles.
 
Lucas Silva em 31/07/2013 09:07:43
O amigo ali embaixo já apelou: até a poluição do lago ele já visualizou por causa do cadeado rsrsrs... cada figura... quando a vontade de criticar é maior que a de admirar...
 
Erick Martinez. em 31/07/2013 09:06:40
Concordo com Ronaldo Bueno. kkkkkkkkkkkkkkkk....
 
Nádia Asato em 31/07/2013 09:06:11
Lindo o gesto de registrar esse Amor! O que vale mesmo é o hoje!!
Precisamos de mais historias bonitas como essa pois é tanta notícia ruim que admiramos e nos surpreendemos mais com esses raros relatos do que com as barbaridades e injustiça que acontece todos os dias.
 
vanessa maia em 31/07/2013 09:04:34
Mando flores a minha esposa, escrevo cartas de amor pra ela desde a época de namorados...declaro em público o respeito, carinho e admiração que sinto por ela......agora, colocar cadeado em patrimônio público, para mim se compara a atos de depredação do patrimônio, tal como pichações e coisa do gênero.....ainda que seja sobre o amor, tenho que tal conduta jamais poderia ser incentivada e, ao revés, deveria ser coibida. A preservação do patrimônio público é dever e responsabilidade de todos....e justificar tal ato como "na Europa também se faz isso..." não serve de fundamento razoável, posto que, em lugares do mesmo continente civilizado, cuspir e assoar o nariz em público é algo extremamente natural e cultural. O amor é lindo e deve ser preservado, mas isso sem atentar a esfera dos outros.
 
Demis Guedes em 31/07/2013 09:04:05
Só 4 meses, kkkkk, quero ver fazer isso com 5,10,20 anos.....daqui uns dia um dos dois ira com uma serrinha e serrar esse cadeado....isso se não aparecer um malaco antes....
 
ronaldo bueno em 31/07/2013 08:35:59
Que casal mais fofo e lindo... que realmente o amor de vcs seja eterno e q seja alicerçado em rocha firme. Parabéns casal!! Romantismo nunca caiu de moda!!
 
mirian lima em 31/07/2013 08:33:30
Como é fácil ser feliz, se o ser humano desse mais atenção ao romantismo o mundo com certeza seria bem melhor, mas não, as pessoas simplesmente complicam tudo.
 
Ninha Santos em 31/07/2013 07:58:48
O amor é lindo. Mas, jogar a chave no lago vai trazer sérios problemas para a natureza. Se a moda pega, a ponte despenca e o lago vai ficar poluído. Depois vem o IBAMA querendo multar todo mundo, etc.... Vejam o exemplo do Lago do Amor.
 
Orlando Santos em 31/07/2013 07:49:56
interessante e muito romântico, gostei !!
 
evandra ifran em 31/07/2013 07:36:02
O romantismo sempre está presente entre quem ama e e amado, eu admiro a inspiração que ela teve. assim como a prisão entre mundos eles decidiram se trancarem entre esse amor pra sempre.
 
Suzana Ferreira em 31/07/2013 06:59:15
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.