A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

14/11/2015 07:12

Com fotos do amigo Almir Sater e estrela pornô, aeroporto é balada do vendedor

Paula Maciulevicius
Gustavo ao lado de Renato Teixeira e Sérgio Reis. Gustavo ao lado de Renato Teixeira e Sérgio Reis.

Há seis meses as redes sociais de Gustavo José Nicolucci Franco, de 30 anos, têm bombado com fotos de artistas. O rapaz é músico, tem um estilo diferente e não tem vergonha alguma de pedir uma foto com famosos que cruzam o aeroporto de Campo Grande. Vendedor no quiosque da Chilli Beans, os horários de trabalho têm mostrado a ele que o que dizem da cidade vai por água abaixo. "O pessoal acha que Campo Grande não tem movimento dia de semana. Quer ter balada de segunda a segunda? Vai no aeroporto de madrugada", entrega.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

E no vai e vem de passageiros que ele percebeu a quantidade de artistas que a cidade recebe. De início, quando foi entregar currículo na rede, o quiosque nem tinha aberto no aeroporto ainda. "Eu disse para um amigo meu de infância, o Bolha, que eu precisava trabalhar e pelo meu estilo mais despojado, tinha procurado estúdio de tatuagem, ele quem falou 'deixa currículo lá que eles pegam as pessoas mais descontraídas'", conta Gustavo. Em pouco tempo ele já foi chamado para a entrevista.

No dia a dia, os horários de expediente variam, ele pode entrar tanto às 8h30 da manhã e sair 14h30, quanto encarar o turno da madrugada, das 3h30 em diante. "Não achava que ia ter tanta gente conhecida não. Aí comecei a perceber que passavam os artistas e pensei: - não vou perder a oportunidade de tirar foto", narra. 

Zeca Baleiro, além da foto, ainda conversaram. Zeca Baleiro, além da foto, ainda conversaram.
Uma das últimas fotos: estrela pornô Vivi Fernandes. Uma das últimas fotos: estrela pornô Vivi Fernandes.
Gustavo posando com Virna, jogadora de Vôlei que passou por Campo Grande. Gustavo posando com Virna, jogadora de Vôlei que passou por Campo Grande.
Apesar de ser são paulino, rapaz vira a casaca para ex-jogadores do Corinthians. Apesar de ser são paulino, rapaz vira a casaca para ex-jogadores do Corinthians.

Até estratégia para abordá-los ele tem. Como o quiosque é posicionado entre os guichês de check-in e a porta de embarque, ele já observa os famosos de longe e quando vem chegando para embarcar, ele pede a foto. "Eu tenho a visão do aeroporto quase inteira e artista não gosta de ficar andando devagar, vem sempre correndo, aí eu peço para tirar a foto", descreve.

Nos seis meses de trabalho, Gustavo tem foto com quem passa depressa e também aqueles que aguardam no saguão, tranquilos. "Sérgio Reis e Renato Teixeira ficaram esperando uma vez, eu fui lá e conversei com eles, super simpáticos. O Zeca Baleiro também, tem um restaurante aqui que os artistas vão comer, ele passou e ficou conversando comigo um tempão", diz.

Mas é Almir Sater que já virou "brother" do rapaz. "Já tirei foto umas três vezes, até amigo dele virei, converso das músicas que gosto, ele é bem ativo no aeroporto, viaja muito", narra. Uma das conversas, Gustavo arrancou de Almir qual é a canção que ele tem mais gostado de tocar: "No rastro da lua cheia".

Ao lado de Preta Gil. Ao lado de Preta Gil.
Com a lenda Serguei. Com a lenda Serguei.
Gustavo posa com o jogador veterano Marcelinho Carioca. Gustavo posa com o jogador veterano Marcelinho Carioca.

O primeiro artista a inaugurar a sessão de fotos com famosos de Gustavo foi o funkeiro Mr. Catra, seguido de Cone Crew, Elisa Lucinda e por aí vai. Entre as últimas está Vivi Fernandes, estrela pornô, uma das poucas que parou para olhar os produtos no quiosque.

"Ela parou, a Preta Gil também, os outros não param não", diz. Vender mesmo ele ainda não vendeu para nenhum artista, mas se contenta com as fotos. E até vira a casaca quando passa jogador. O time do coração é o São Paulo, mas Gustavo já posou também jogadores veteranos do Corinthians já foram fotografados ao lado dele, como Biro, Nilson e Marcelinho Carioca.

O jeito extrovertido de Gustavo tem a ver com o passado nos palcos. Ele era vocalista da banda "Slap" que tocou muito no Stones e também no Bar Fly. "Tinha o Bolha, o Leandro e o Leonardo. A banda começou desde moleque, mas acabou porque o rock não tinha muito espaço", explica. Com a Slap eles levaram prêmios em festivais e permaneceu também a amizade.

Segunda a ser fotografada, Gustavo disse à Elisa Lucinda o quanto é fã dela. Segunda a ser fotografada, Gustavo disse à Elisa Lucinda o quanto é fã dela.
Almir Sater já virou brother de Gustavo de tanto viajar. Almir Sater já virou "brother" de Gustavo de tanto viajar.

As fotos são uma forma também de fazer o tempo passar. Gustavo afirma que o aeroporto funciona em etapas. "Tem os horários dos voos e da morte, de fantasma", compara. Entre 7h30 e 8h da manhã, o saguão fica movimentado, depois só 12h, dá uma pausa e volta com tudo a partir das 18h. "Quando não tem movimento a gente fica arrumando as coisas, tira alguns óculos do estoque, vai conversando com o pessoal e pegando amizade dos funcionários. É legal trabalhar no aeroporto", conta.

Há também os artistas que Gustavo não faz questão de ser fotografado. Como Rafinha Bastos e Ellen Roche. "Achei ela muito metida, não quis tirar foto não, passou de nariz alto". Ele brinca que as fotos com artistas recebem mais curtidas, mas que logo logo a situação pode se inverter.

"Daqui um tempo eu que vou ser chamado para tirar foto com artista: 'ei você que tira as fotos com os artistas, posso tirar uma com você?" Gustavo é tão bacana que dá vontade de ir lá no aeroporto para comprar com ele e quem sabe, pedir uma foto.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.