A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

10/02/2014 16:14

Com sumiço do cachorro, família descobre solidariedade e "pilantragem" humana

Mariana Lopes
O cão Firius (Foto: Arquivo pessoal)O cão Firius (Foto: Arquivo pessoal)

Foi um segundo de descuido e o cachorro fugiu de casa. No último sábado (8), o dia era para ser de descanso, mas acabou em corre-corre pelo bairro Rita Vieira, em Campo Grande, à procura do xodó da família Duenha.

Veja Mais
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980
Super-heroi, Pedro precisa de ajuda para continuar salvando a alegria da família

É o único cão da casa, chegou filhote e depois de 7 anos, pensar na possibilidade de ficar longe "foi algo desesperador", diz a professora universitária Liana Duenha, 36 anos.

As primeiras buscas duraram cerca de 12 horas, até que ao final da noite, pais e filhos comemoravam que alguém havia encontrado Firius, o cachorro da raça Collie. Mas a euforia foi quebrada com a cobrança de resgate de R$ 200.

A professora conta que estava em frente de casa quando o cachorro escapou. Assim que percebeu a ausência de Firius, a família toda se empenhou em sair pelas ruas do bairro procurando, colhendo pistas e espalhando cartazes com a foto dele. Uma manobra rápida, reforçada por gente que Liana não conhecia.

"Muitos moradores do bairro, que eu nunca tinha conversado, resolveram ajudar", lembra. Uma solidariedade que, na opinião dela, é uma identificação com o problema enfrentado naquele momento pela família. "Muita gente tem um animal em casa e se coloca no nosso lugar", explica.

Com uma informação aqui e outra ali, a notícia se espalhou pelo bairro, e quando Liana percebeu, quem não saiu para ajudar, ficou na torcida para a família encontrar o animal. "Tinha gente que falava que já tinha visto e compartilhado a foto dele no Facebook", comenta.

Uma das primeiras pistas que recebeu foi de que algumas pessoas tinham visto, na região, um homem que puxava um cachorro da raça Collie amarrado à bicicleta. Depois da alegria de ver desconhecidos apoiando a família, começava aí o lado decepcionante.

As andanças continuaram, até que por volta das 21h a professora universitária recebeu a ligação de um comerciante dizendo que no estabelecimento dele havia uma pessoa com um cachorro com as mesmas características de Firius.

“Ele sabia que era nosso, tinha visto o cartaz pelo bairro”, enfatiza Liana. Quando a família encontrou o tal homem, veio a surpresa ruim, o pedido de R$ 200 para devolver o cachorro. Apesar de pouco tempo com Firius, ele pedia o ressarcimento pelo o que havia gasto com o cão.

Com a saudade do cachorro, a família não enxergou outra solução a não ser pagar. “Demos R$ 100. Ele reclamou, mas aceitou”, conta a professora.

Apesar do valor menor, para Liana, o pior nesta história, é ter de pagar para ter de volta o próprio animal. O brasileiro está acostumado com a bandidagem e nem sabe como recorrer em casos assim. Para a Polícia é só um cachorro, que não merece investigação, mas para a gente é um animal que tem muito valor”, ressalta a professora.

 




Pela Lei, a cobrança só seria devida se o animal tivesse dado despesas, o que não foi o caso. Até porque foram horas de desaparecimento. E oferecer uma gratificação é bem diferente de sofrer a cobrança pela devolução. Realmente dá a impressão de resgate. No desespero a gente acaba pagando, mas acredito que a polícia deveria ter sido acionada.
 
Magna Soares em 12/02/2014 12:49:48
Olá Pessoal, sou a dona do cachorro perdido. Preciso esclarecer algo. A questão não é a quantia: poderia ser 200,00 ou 1000,00. Eu pagaria de qualquer forma, mas que fique claro que não foi uma recompensa, foi um resgate. A pessoa que o pegou é um guarda de obras que mora em um barraco 2x2 no bairro Rita Vieira e ele faz isso com TODOS os cachorros que se perdem no bairro. Ele estava bêbado em um boteco quando o encontrei. Ele vende os cachorros que encontra ; por sorte, fui eu mesma que o comprei.
 
Liana Duenha em 12/02/2014 07:57:25
Ah, se fosse cobrar por devolver animal encontrado estaria rica...Já encontrei inúmeras raças. Agora, o que costumo fazer é dar uma ensabuada, no dono por deixar o bichinho escapar. Minha maior gratificação, é ver a alegria do animal estampada na feliz e o sorriso do proprietário, não há dinheiro que pague.
No dia 02 de fevereiro(domingo), encontrei uma labrador perdida na av. Cel. Antonino, com carros freiando e a pobre animal em completo desespero. Naquele momento, não tive duvidas, peguei a cadelinha e liguei para a colega Karin, que ajudou MUITO, a levou para sua casa e colocou nas redes sociais, em menos de 24h a proprietária entrou em contato. Essa é uma das inúmeras histórias, com final feliz sem $$$$(cobrança), sim por amor ao animal.
 
Neyde de Oliveira em 11/02/2014 14:08:49
É inacreditável! Mas faz parte da sociedade atual, infelizmente! O querer levar vantagem em toda situação é de dar nojo! Vivemos em casa uma situação bem parecida: meu filho perdeu os documentos e a mulher que os encontrou pediu resgate também! Só diria onde estavam os documentos mediante o pagamento de uma boa quantia. É o cúmulo da falta de caráter e de humanidade! Ganhar dinheiro sem trabalhar, tirar de outrem aquilo que não é seu de direito é ultrajante! E o mais desesperador é constatar que tudo isso está se incorporando nas mentes das pessoas como se fosse a coisa mais normal...
 
Maria Diniz em 11/02/2014 12:39:04
Realmente é pilantragem mesmo, extorquir dinheiro dos outros o cachorro nem era dele e era muito bem cuidado (cachorro) como iria gastar R$200,00 em tão pouco tempo.
As pessoas precisam ser mais amáveis, mais solidárias, ter mais gratidão, fazer o bem, e um animal é uma vida faz parte da família, decepcionante este Sr. que cobrou.
 
Beth Ferreira em 11/02/2014 12:28:30
Parabéns ao sr. Luis Fernando M da Silva, falou tudo! Até pq para nós que amamos nossos cães eles são mesmo como filhos, então o sr. foi muito feliz em sua comparação! É como se fosse um sequestro sim!
Uma coisa é a pessoa dar uma gratificação pelo encontro do animal, outra coisa é o indivíduo praticar extorsão!
 
Larissa Martinelli em 11/02/2014 10:26:34
Acho que se a família quisesse dar o dinheiro como forma de agradecimento é uma coisa, mas ser obrigada a isso, sinceramente, a pessoa que já pôs o valor em cima da "carga" foi de uma ambição sem tamanho, se faz isso por causa de um animal o que mais não faz? E ainda falam que a família deveria ter dado mais porque a importância do animal não tem valor... também concordo com isso mas ser forçado a dar e ainda quando dá um valor a menos a pessoa faz cara feia? Me desculpem, mas seria hipocrisia da minha parte achar que a atitude da família foi errada perante ao cidadão... Acho que a indole da pessoa em dar sem esperar nada em troca seria válido para as duas partes, não?
 
Jucilene Saraiba em 11/02/2014 10:11:00
Algumas pessoas estão confundindo gratificação com extorsão, que é isso!!!! vc dar dinheiro para alguém que achou o seu cachorro é uma coisa, mas se esse alguém resolve querer dinheiro para entregar!!! tem que chamar a policia sim.
 
Janete Costa em 11/02/2014 10:07:23
carla sanches que comentario irracional, tinha que ter chamado a policia, simples assim, pois ele estava com algo que nao era dele....
 
joao roberto em 11/02/2014 08:52:31
Pelo amor de Deus, aprendam a ler, depois comentem!
Como gastou com o cão, sendo que nem houve tempo hábil para isto. Esta errado a atitude de cobrar resgate, deveriam ter chamado a polícia, isso é crime! E para quem defende a atitude deste bandido esta cooperando para o péssimo andamento do Brasil, por isso estamos com o país do jeito que está, O ERRADO É CERTO E O CERTO É ERRADO, quem defende bandido, bandido é!
GRATIFICAÇÃO É BEM DIFERENTE DE EXTORSÃO, seu filho se perde no supermercado, vc sempre cuidadosa deixa seu nome e telefone com ele, alguém o encontra e te liga pedindo dinheiro para devolver. O que é isso, sequestro?
PENSEM BEM!!
 
Luis Fernando M da Silva em 11/02/2014 08:52:07
Passei de Moto dia 08 e vi o animal perambulando em frente a escola na rua Assunção, realmente é um animal muito bonito.
 
Josué Dias em 11/02/2014 08:50:11
Só mesmo uma pessoa sem coração para cobrar para dar informações sobre o paradeiro de um animal, pois quem tem ama não faria isso
 
rosa lobo em 11/02/2014 08:37:36
Sra. Carla Sanches, por existir pessoas com pensamento igual a sua é que aumentam o número de pilantras e oportunistas. Onde já se viu cobrar um valor desses para ter de volta o que é da gente??? Espero que a sra. não passe por uma situação dessas e tenha que pagar uma extorsão igual ou maior a que foi paga. Não alimente esse tipo de pilantragem!!!! Muito infeliz o seu comentário.
 
Marcílio dos Reis em 11/02/2014 08:20:35
Tenho um rotweller, ia ficar louco se minha cachorra sumisse, estaria disposto a pagar até mais do que R$ 200,00, acho que a pessoa não precisava ter cobrado o que cobrou, mas também acho mil vezes melhor voce pagar e ter o seu cachorro de volta no mesmo dia do que passar semanas, as vezes meses colando cartaz nos postes e muros das ruas e as vezes nem ter seu animal de volta, a sua paz de espírito vale muito mais do que 200 reais, eu no seu lugar ficaria agradecido por ter um membro da minha familia de volta, se os políticos que são todos ricos roubam descaradamente, acho que a recompensa pedida pelo cara que achou o cachorro não faz dele uma pessoa ruim, mesmo que ele não tenha gasto um real com o cachorro, ele achou e devolveu, esquece o dinheiro e cuida dele pra não fugir mais.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 11/02/2014 08:16:09
Eu iria à delegacia registrar BO por apropriação indébita contra este ordinário! Onde já se viu exigir dinheiro pra devolver o que não lhe pertence! O típico brasileiro da Lei d Gerson...dá licença viu...
 
Marcio Arraes em 11/02/2014 08:03:57
Passei por essa mesma situação mas tive que pagar para saber com quem estava o animal e também para pessoa que estava com ele, me senti totalmente lesada mas por outro lado talvez se não tivesse pagado e chamado a policia teria arrumado um problema maior porque quem achou o meu animal tem uma a vida torta.
 
Valquiria Santos em 11/02/2014 07:36:14
Cara mais infeliz.. chego até acreditar q ele pegou com segundas intenções.
 
Patricia Oluveira em 10/02/2014 22:29:55
Eu acho que o fato de encontrar o cachorro é o suficiente. não importa o dinheiro. há algumas pessoas que utilizam tais hábitos para o obter algum ganho. Essas pessoas nunca alcançarão metas. fica a dica.
 
maria aparecida xavier beserra em 10/02/2014 21:56:55
Sei o que vc sentiram, pois isso aconteceu comigo no final do ano, dia 16 de dezembro por um descuido qdo meu pai e o rapaz abriram o portão pra retirarem as sacolas de gramas que tnham sido aparado, a minha cachorrinha PINCHER saiu sem que eles percebessem, qustão de uns 10 minutos senti falta dela aí foi aquele corre corre, e nada, aì os plantos, pois ela é como uma filha, apesar dos seu 1 ano e 7 meses ela é bem pequena, na anti vespera do natal uma visinha que deu uma pista de quem teria encontrado ela, mas estavam viajando, e só voltaria no dia 02/01, posso afirmar que não tive natal e nem ano novo, por tanta tristeza, e quem encontrou, informou que não tinha visto qdo foi perguntado a ele pelo Rapaz que estava nos ajudando procurar. Enfim dia 02 fui ao seu comercio continuação
 
sonia fatima em 10/02/2014 19:56:21
Deveriam ter acionado a polícia. esse ladrão seria preso em fragrante.
 
Fernando Silva em 10/02/2014 18:52:01
SR Hermes da Fonseca.. o sr queria que as bicicletas fossem emplacadas??pra que? pra gerar mais impostos ? não acha que ja temos muitos impostos? Ta de brincadeira né amigo?
 
flavio luiz macedo em 10/02/2014 18:39:37
Parabéns a esse sr. que pediu 200,00 pra devolver.Ta mais que justo ser gratificado por irresponsabilidades dos donos.só assim ela vai cuidar mais dele agora. Ela disse que gosta tanto do cão e ficou com dó de dar 200,00 ao homem?
 
Katia thaissa alencar em 10/02/2014 18:35:28
O cidadão ta mais que certo..se fosse eu pediria 500,00. Irresponsabilidade de quem deixou o animal escapar. Agora o cara leva o cachorro, fica com ele, e ainda reclama de dar 200,00
pelo visto ela não tem amor coisa nenhuma por ele.Todo cachorro que o irresponsável do dono não cuida e achado na rua, tem que ter um valor. todos donos sempre gratificam. agora a madame queria que o cidadão achasse o cachorro, cuidasse dele(por pouco tempo mas cuidou) e ainda saisse de mão abanando? fala serio
 
Saulo arruda abrantes em 10/02/2014 18:32:32
Olha sra Liana Duenha me desculpa, mas vc gratificar uma pessoa com 200,00 reais e ainda reclamar desse valor acho um absurdo isso. Acredito que esse animal vale muito mais que os os 200,00 que o cidadão pediu, pelo que vc diz conforme a materia que todo mundo ficou deseperado por causa do animal que convive a mais de 7 anos com a familia. acredito que vc deveria ter a conciencia ate de dar um valor maior a esse cidadão, porque se fosse outra pessoa sem carater teria levado pra uma chacara e vc nunca mais o viria. 100,00 foi muito pouco na minha humilde opinião. Um amor real por um animal não tem preço pense nisso..
 
carla sanches em 10/02/2014 18:27:15
esse pilantra deve ter furtado o cachorro e quando viu todo mundo atrás, resolveu tirar proveito, deveriam ter acionado a policia e nao pagar pra esse safado.
 
marco paim em 10/02/2014 18:15:54
Que bom que ela encontrou o cachorro dela! Ainda estou à procura do meu, e não perco a esperança de reencontrá-lo. Ele desapareceu no último dia 29, no bairro North Park, na saída para Rochedinho. Ele tem cinco meses, é branco com manchas marrons, sendo uma em todo o olho direito. Por favor, quem o pegou saiba que existe uma pessoa que chora todos os dias a sua ausência.
 
priscila lemos wormsbecher em 10/02/2014 18:04:27
O cara é ladrão ! ?
Em campo grande há sim pessoas que servem de receptadores para animais e é preciso que a polícia comece a prender essa gente... Chip nos animais, por vários motivos, deveria ser subsidiado pelo municipio... pois o Estado já subsidiou até vacina para animais com valor comercial !!! a mesma coisa acontece com bicicletas, deveriam ser emplacadas e cadastradas por lei municipal, mas os caros edis da capital estão mais interessados nas prováveis benesses do cargo ! é fogo torcida brasileira...
 
hermes da fonseca ludo em 10/02/2014 17:54:13
É triste saber que existem pessoas que usam de má fê e aproveitam do nosso amor que temos pelos nossos pets, para tirarem vantagens e até tirar nossa paz de espirito, querendo levar vantagens com nosso sofrimento! Que Deus castigue todos aqueles que usam de animais para terem vantagens e que sintão o peso da lei dos homens!!!
 
Agencia de namoro para caes ms em 10/02/2014 17:43:12
PERAI... QUE RESSARCIMENTO???? QUE GASTO???... PELO QUE LI NA REPORTAGEM O CÃO NÃO FICOU NEM 24 HRS LONGE DE CASA E O CARA JÁ QUERIA 200,00...DEU TEMPO DE GASTAR 200,00 REAIS COM O CACHORRO???????????...ISSO CHAMA-SE OPORTUNISMO E PICARETAGEM....QUERENDO TIRAR PROVEITO DO SOFRIMENTO ALHEIO...
 
denise rol em 10/02/2014 17:29:47
Sou a favor da violência, e um pilantra desses merece uns bons tapas na cara. Não que isso faça qualquer pessoa virar gente.
 
Antonio Guedes em 10/02/2014 17:24:33
Cara Mariana, você errou no titulo da sua matéria, o problema não é a pilantragem humana e sim a pilantragem do brasileiro, este sim é mal caráter por natureza...
 
Marco Aurélio em 10/02/2014 17:20:01
Sou contra a violência, mas um pilantra desses merece uns bons tapas na cara pra virar gente.
 
Sergio Arantes em 10/02/2014 16:59:25
Se o homem gastou com o cachorro é mais que certo o ressarcimento pelo gasto, desde que ele prove que ouve o gasto...
 
eduardo sena em 10/02/2014 16:53:01
Parabens a todos q se solidalizaram em ajudar a dona do animal. Precisamos mais de pessoas assim e cada vez menos de pessoas covardes q querem sempre tirar proveito do proximo. So quem tem um animalzinho querido pode entender a dor da perda.
 
Patricia Oliveira em 10/02/2014 16:45:39
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.