A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

01/04/2013 07:30

Com todo mundo nas redes sociais, mentir anda bem complicado

Ângela Kempfer e Paula Maciulevícius
Em uma manhã de conversa no Parque das nações, Antônio Alexandre da Silva lembra que resolveu radicalizar e abandonou o Facebook.Em uma manhã de conversa no Parque das nações, Antônio Alexandre da Silva lembra que resolveu radicalizar e abandonou o Facebook.

Não é qualquer um com a habilidade suficiente para sustentar uma mentira em tempos de redes sociais. Uma foto, um comentário ou o simples check-in são capazes de detonar todo um esquema montado para ludibriar o namorado, o amigo, o chefe, ou quem quer que seja o alvo da enganação.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

No “Dia da Mentira”, o Lado B pergunta: está mais difícil mentir? “É só não postar tudo o que você faz a todo momento”, recomenda Leo Robles.

Para a bancária Carla Maciel, de 30 anos, tudo é relativo. O Facebook consegue expor mais as mentiras, concorda. Mas na opinião dela, as redes sociais, ao mesmo tempo em que desmentem, dão margem à criatividade para mais histórias.

Muitas vezes, o que a pessoa está tentando esconder, acaba sendo delatado em um outro perfil, justifica. “Depende da situação. No Facebook fica mais evidente, mesmo quando se tenta esconder, os outros podem mostrar. A pessoa pode colocar o que quiser ali, mas existem contradições que podem ser vistas pelos amigos.”

O chefe é um dos que mais lucram com a febre das redes sociais. Funcionário que mente para matar serviço, mais cedo ou mais tarde é descoberto. “A pessoa diz, por exemplo, que está doente, mas o facebook mostra que estava na balada ontem”, comenta o marido de Carla, o gerente de negócios, Ediney Maciel, 34 anos.

Casal diz que fez uma festa certo dia, não convidou muita gente que depois reclamou.Casal diz que fez uma festa certo dia, não convidou muita gente que depois reclamou.

Até a liberdade é limitada e, por isso, exige sinceridade extra. Os dois, por exemplo, já fizeram uma festa e acabaram postando fotos do evento. Com isso vieram cobranças de quem não foi convidado. “Era uma coisa restrita, mas quem não foi convidado acabou sabendo”.

Com tanto conteúdo resumido em frases curtas, as pessoas estão aprendendo a ler mais em menos. Por isso, um check-in já é suficiente para o mentiroso ser desmascarado.

Miguel Nader Junior lembra que também os mais cuidadosos estão sujeitos a trapalhadas. “O cara me falta no serviço por ‘estar doente’, para sustentar a mentira publica que ‘ta mal’, só que no post me aparece ‘próximo a Pedro Juan Caballero’"

A auxiliar de portadores de necessidades especiais, Graziele dos Santos, 25 anos, acha que o problema é de quem não sabe usar. “Eu posto poucas coisas em relação a minha vida, só uso mesmo para conversar com familiares que moram longe”, ensina.

Já Antônio Alexandre da Silva, 35 anos, resolveu radicalizar. Como já ouvir falar de muita gente pega na mentira pelo Facebook, ele acabou com o perfil que havia criado. “Tiram foto sua e postam e não tem como você mentir quando já está ali. Tem que ter muito cuidado”, explica.

Para Larissa Aluchna, só há vantagens nesta exposição em redes sociais “Os mentirosos continuam mentindo, só se esquecem de continuar a mentira no Facebook. Só dá máscaras caindo. É bom pra gente conhecer melhor as pessoas”.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.