A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

26/10/2016 06:41

Com vinil a R$ 2,00, antiquário de Sérgio tem história, mas nem tudo é verdade

Naiane Mesquita
Discos de vinil são vendidos a R$ 2,00 (Foto: Alcides Neto)Discos de vinil são vendidos a R$ 2,00 (Foto: Alcides Neto)

A cadeira de balanço prestes a ser restaurada foi de um general do Exército. A moto com ar futurista é chamada carinhosamente de Formiga Atômica. No antiquário de Sérgio Augusto tudo tem uma história, mas nem por isso significa que é verdade.

Veja Mais
Aos 56 anos, Márcia é parceira do filho do tênis de LED ao Pokémon Go
Papai é a estrela, mas Mamãe Noel pode fazer toda diferença no Natal

Sérgio Augusto mantém o ofício há 50 anos  (Foto: Alcides Neto)Sérgio Augusto mantém o ofício há 50 anos (Foto: Alcides Neto)

“Tudo é mentira”, brinca o marceneiro. “As pessoas inventam muito quando deixam seus móveis aqui. Conversa que o povo fala, esse era do ex-governador, do Lúdio Coelho, aquele do Wilson Barbosa Martins, mas não tem como saber de verdade”, explica.

Sérgio Augusto Rech, 70 anos, é rio-grandense de Xérem, mas vive há mais de 40 anos em Mato Grosso do Sul.

“Eu aprendi o ofício ainda criança. Há 50 anos eu faço os móveis, mas já trabalhei com outras coisas. Tive um antiquário na rua Bahia com minha filha, mas ficou difícil de manter. Agora a loja é aqui. Meu irmão tem uma marcenaria também, mas na quadra de baixo”, conta.

Guarda comida é uma das coisas mais antigas do antiquário  (Foto: Alcides Neto)Guarda comida é uma das coisas mais antigas do antiquário (Foto: Alcides Neto)
Moto diferente deixada para o restauro  (Foto: Alcides Neto)Moto diferente deixada para o restauro (Foto: Alcides Neto)

O ofício de trabalhar com a madeira que passou de pai para filho é a alegria da vida de seu Sérgio. Ele conserta tudo, de móveis de madeira até motos antigas “Essa daqui é a formiga atômica. O dono deixou aqui e eu vou arrumando. Não encontrei como ela era completamente, mas fui refazendo. A outra é uma mobilete Monark de 1985”, relata.

Alguns móveis foram comprados em feiras de exposição. “Tem algumas peças da Indonésia e outras eu fiz. Esse baú é com filtro de café e eu mesmo que produzi”, diz, orgulhoso.

De interessante, seu Sérgio mantém uma pilha de discos de vinil que custam R$ 2,00. Tem até da Maria Bethânia e Martinho da Vila. Próximo há um telefone da década de 80, que não funciona, mas é uma ótima peça de decoração. O preço é de R$ 15,00.

Já o relógio antigo na parede não tem uma idade definida, pode ser de 30 a 35 anos. “Funcionando, ele custa R$ 250,00. Algumas coisas estão funcionando, outras precisam de conserto, mas tem salvação”, indica o restaurador.

O Antiquário Arte Renovada fica na rua Antonino de Castro, 1362, atrás do Comper das Mascarenhas de Morais. Informações pelo telefone (67) 9995-0604.

Antiquário é simples e mantido pelo seu Sérgio  (Foto: Alcides Neto)Antiquário é simples e mantido pelo seu Sérgio (Foto: Alcides Neto)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.